Publicidade

EUA: Suprema Corte do Arizona restabelece lei que criminaliza aborto em quase todos os casos

Legislação é uma das mais restritas do país e permite procedimento apenas quando a vida da mãe está em risco

EUA: Suprema Corte do Arizona restabelece lei que criminaliza aborto em quase todos os casos
mulher triste reclamando segurando um teste de gravidez, sentado na cama
Publicidade

A Suprema Corte do estado do Arizona (EUA) decidiu, na terça-feira (9), restabelecer a lei de 1864 que criminaliza o aborto em todos os casos, exceto quando a vida da mãe está em risco. A mudança ocorre em meio à derrubada da jurisprudência Roe v. Wade, de 1973, pela Suprema Corte norte-americana, que garantia o direito ao procedimento.

+ OMS classifica decisão dos EUA contra o aborto como "retrocesso"

Na decisão, a Corte do Arizona revisou uma decisão de 2022 do Tribunal de Apelações do estado, que alegava que os médicos não poderiam ser cobrados por realizar o aborto nas primeiras 15 semanas de gravidez. Com a retomada da lei, o procedimento não poderá ser realizado em casos de estupro ou incesto, assim como era permitido.

A mudança foi criticada pelo presidente Joe Biden, que vem prometendo restaurar a jurisprudência que regulava o aborto no país. “Os habitantes do Arizona viverão sob uma proibição mais extrema do aborto, que não protege as mulheres em casos de violação ou incesto. [Esta lei] está de volta para destruir a liberdade das mulheres", disse.

+ Suprema Corte dos EUA julgará restrições à pílula abortiva em 2024

O Arizona não é o primeiro estado a restabelecer as restrições ao aborto. Desde que a Roe v. Wade foi derrubada, deixando cada estado responsável pela regulamentação, governos como Carolina do Norte, Indiana e Kansas proibiram o procedimento em quase todos os casos, assim como a Dakota do Norte, que não possui mais clínicas de aborto.

Publicidade
Publicidade

Últimas notícias

Influenciador Igor Viana é suspeito de desviar doações para filha com paralisia cerebral

Influenciador Igor Viana é suspeito de desviar doações para filha com paralisia cerebral

Homem, que também é acusado de maus-tratos, teria chamado de “trouxas” os seguidores que fizeram doações para a menina
Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças

Coordenadora e cuidadora de creche são demitidas suspeitas de acobertar agressões a crianças

Vídeo de professora agredindo crianças de 3 e 4 anos em escola de São José do Rio Preto circulam na internet desde sexta-feira (21)
23 armas de presidente de empresa de ônibus são apreendidas em São Paulo

23 armas de presidente de empresa de ônibus são apreendidas em São Paulo

Presidente afastado da Upbus é suspeito de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Companhia foi alvo da Operação Fim da Linha
Estudantes da rede pública recebem nesta quarta (26) parcela do Pé-de-Meia nesta quarta

Estudantes da rede pública recebem nesta quarta (26) parcela do Pé-de-Meia nesta quarta

Valor é de R$ 200 e depósitos vão até o dia 1º de julho, de acordo com data de aniversário
Pacheco critica decisão do STF que descriminaliza porte de maconha: "Gera vácuo e lacuna jurídica"

Pacheco critica decisão do STF que descriminaliza porte de maconha: "Gera vácuo e lacuna jurídica"

Segundo presidente do Senado, descriminalização do porte de drogas "só pode se dar através do processo legislativo, e não por uma decisão judicial"
Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Escolha na urna foi "vendida" por valores menores do que R$ 100 na maior parte das vezes, segundo entrevistados pelo Instituto Não Aceito Corrupção
Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Ex-titular da Delegacia de Homicídios teria conduzido as investigações de modo a garantir a impunidade dos mandantes do duplo homicídio
Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Segundo estimativas do INSS, medida pode vir a resultar em economia de R$ 7,2 bilhões em um ano
Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Segundo a proposta, caberá ao governo regular a inclusão da técnica no SUS
Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Ao menos cinco pessoas morreram e dezenas ficaram feridas
Publicidade
Publicidade