Publicidade

Investigação sobre 8/1 encontrou diálogos e "fortes ligações" de Jordy com golpista

Em mensagem, deputado federal do PL-RJ é chamado de "meu líder"; parlamentar teria ajudado a orientar atos antidemocráticos no Rio de Janeiro

Investigação sobre 8/1 encontrou diálogos e "fortes ligações" de Jordy com golpista
Carlos Jordy
Publicidade

A investigação sobre o 8 de janeiro encontrou diálogos entre o deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ) e um organizador de movimento golpista em grupos de mensagens. Foram essas conversas que motivaram o cumprimento de mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira (18), na casa do parlamentar no Rio de Janeiro (RJ), e no gabinete dele na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), no âmbito da 24ª fase da Operação Lesa Pátria.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A força-tarefa visa identificar quem planejou, financiou e incitou as depredações e invasões às sedes dos Três Poderes e atos antidemocráticos anteriores ao 8/1, como acampamentos em frente a quartéis e bloqueio de rodovias.

Segundo documentos do Supremo Tribunal Federal (STF) e da Procuradoria-Geral da República (PGR) aos quais o SBT News teve acesso, Jordy mantinha contato com Carlos Victor de Carvalho.

Carvalho trabalhou como vereador suplente da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes (RJ) e servidor da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

+ Deputado Carlos Jordy (PL-RJ) é alvo da PF em nova fase da Operação Lesa Pátria

"Também seria uma liderança dos movimentos de extrema direita em Campos", atuando no planejamento e na organização de ações em protesto contra a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de 2022.

Carvalho era responsável por administrar pelo menos 15 grupos de inclinação antidemocrática no WhatsApp. Ao todo, a PGR encontrou 627 registros entre ele e Jordy, como mensagens de texto, áudio, anexos e ligações pelo aplicativo. A maioria dos registros é de datas anteriores às eleições de 2022, entre agosto e outubro.

Assinados pelo ministro Alexandre de Moraes, relator das investigações sobre 8/1 no STF, e pelo subprocurador-geral da República Carlos Frederico Santos, os documentos informam que "foi possível colher indícios que Carlos Victor de Carvalho possui fortes ligações com o deputado federal Carlos Jordy".

+ Após operação da PF, Jordy nega envolvimento no 8/1: "Não encontraram nada"

Essa relação, conforme a apuração policial, "transpassa o vínculo político, vindo denotar-se que o parlamentar, além de orientar, tinha o poder de ordenar as movimentações antidemocráticas, seja pelas redes sociais ou agitando a militância da região".

Mensagem e telefonema com golpista

A investigação também aponta que o parlamentar trocava mensagens não apenas "para fins políticos partidários, mas também com a intenção de ordenar a prática de crimes contra o Estado de Direito".

Numa das conversas obtidas pela PF, ocorrida em 1º de dezembro de 2022, o golpista chama Jordy de "meu líder" e diz que ele teria poder de "parar tudo".

Carvalho: "Bom dia, meu líder. Qual direcionamento você pode me dar? Tem poder de parar tudo".

Jordy: "Fala, irmão, beleza? Está podendo falar aí?".

Carvalho: "Posso, irmão. Quando quiser, pode me ligar".

Outro fato chamou a atenção dos investigadores. Em 17 de janeiro de 2023, quando Carvalho estava foragido, golpista e deputado conversaram por telefone. O suspeito foi preso dias depois, no dia 28.

Jordy nega envolvimento no 8/1

Após a ação de busca e apreensão, Jordy publicou vídeo nas redes sociais afirmando que não teve qualquer envolvimento no 8 de janeiro.

"Uma medida autoritária, sem fundamento, sem indício algum, que somente visa perseguir, intimidar e criar narrativa às vésperas de eleição municipal", disse o deputado e pré-candidato a prefeito de Niterói (RJ) no pleito de 2024.

O parlamentar também criticou Moraes, "uma pessoa que se julga dono no Brasil", e disse que "estamos vivendo uma ditadura".

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Polícia Federal
8 de janeiro
STF

Últimas notícias

Buscas por presidente do Irã: drone localiza fonte de calor; vice diz que resgate fez contato com vítimas

Buscas por presidente do Irã: drone localiza fonte de calor; vice diz que resgate fez contato com vítimas

Líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, discursou e tentou tranquilizar população sobre ausência de informações concretas
Tony Ramos passa por mais uma cirurgia no cérebro

Tony Ramos passa por mais uma cirurgia no cérebro

Ator de 75 anos foi submetido ao segundo procedimento neste domingo (19)
Processo que pode cassar mandato de Chiquinho Brazão deve ser concluído na Câmara até julho

Processo que pode cassar mandato de Chiquinho Brazão deve ser concluído na Câmara até julho

Apontado como mandante do caso Marielle, deputado será notificado no presídio em Campo Grande e terá dez dias para se defender no Conselho de Ética
Rio Grande do Sul alcança a marca de 135 prisões em meio às enchentes

Rio Grande do Sul alcança a marca de 135 prisões em meio às enchentes

48 ocorrências foram de roubos e furtos de pessoas afetadas pelos temporais, afirma Secretaria de Segurança Pública do estado
Neblina e montanhas dificultam localização do helicóptero do presidente do Irã

Neblina e montanhas dificultam localização do helicóptero do presidente do Irã

Agência oficial do país chegou a afirmar que aeronave havia sido localizada, mas mudou versão
Sobe para 157 o número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

Sobe para 157 o número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

88 pessoas seguem desaparecidas e 806 foram resgatadas feridas; mais de 2,3 milhões foram afetadas em todo o estado
Propostas que colocam meio ambiente em risco avançam no Congresso, alerta Observatório

Propostas que colocam meio ambiente em risco avançam no Congresso, alerta Observatório

Coordenadora da ONG afirma que, se aprovados, projetos resultarão em “mais emissões de gases de efeito estufa”
Tribunal julga nesta segunda (20) ação decisiva contra Assange

Tribunal julga nesta segunda (20) ação decisiva contra Assange

Corte britânica analisa garantias dos EUA para extradição. Lula defende ativista nas redes sociais
Justiça determina vistoria de pet shop em que animais morreram afogados em Porto Alegre

Justiça determina vistoria de pet shop em que animais morreram afogados em Porto Alegre

Decisão tem como objetivo verificar existência de animais ainda vivos no local; loja disse que animais não sobreviveram à enchente
Elenco do SBT recebe pessoalmente doações para o Rio Grande do Sul

Elenco do SBT recebe pessoalmente doações para o Rio Grande do Sul

Patrícia Abravanel e Ratinho estiveram neste domingo (19) na sede da emissora para campanha de ajuda às vítimas das enchentes
Publicidade
Publicidade