Publicidade

Lula nega má relação com Congresso e diz que "não existe previsão" de reforma ministerial

Presidente da República convocou jornalistas para um café da manhã no Palácio do Planalto

Lula nega má relação com Congresso e diz que "não existe previsão" de reforma ministerial
Publicidade

Em café com jornalistas nesta terça-feira (23), no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que não há previsão de realizar reforma ministerial no governo e também negou má relação ou crise com o Congresso Nacional. Como de costume, o chefe do Executivo fez uma comparação com futebol, apontando que, no seu time, os jogadores (ministros) são escalados da forma como o treinador (Lula) quer.

+ Lula cobra agilidade de Alckmin e pede para Haddad falar mais com Congresso "em vez de ler livro"

"Um técnico não avisa com qual time ele vai jogar antes, não avisa antes se ele vai trocar alguém [...] o time entra para jogar do jeito que eu acho que tem que jogar e não existe nenhuma previsão de reforma ministerial. A única coisa que está na minha cabeça é que esse país precisa dar certo", disse,

O presidente da República também negou que exista uma relação conturbada entre o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional. Lula lembrou da aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC) da transição, aprovada no final de 2022 antes mesmo da posse, que liberou recursos para o governo fazer o Orçamento de 2023.

+ Lula diz que não quer Brasil "eternamente dependente" de Bolsa Família ao lançar crédito para MEIs

"Não acho que tenhamos problemas no Congresso. Se a gente for ver, temos 513 deputados e o meu partido só tem 70. Temos 81 senadores, meu partido só tem 9. Se somarmos nossos aliados ideológicos vai para 12 ou 13 e não chegamos sequer a 140 deputados. Então você percebe o milagre que aconteceu nesse país, como explica aprovar uma PEC da transição antes de assumir a presidência da República", disse.

Segundo Lula, ele começou a governar o Brasil, na prática, antes mesmo de tomar posse por conta da PEC da transição, o que ele considera uma "anomalia". Ele também criticou Jair Bolsonaro (PL), mas sem citar o nome do ex-presidente. O chefe do poder Executivo citou outras aprovações, como a reforma tributária, mesmo sem o governo possuir maioria no Congresso Nacional.

+ Cobrança de Lula a ministros vai melhorar relação do governo com Congresso? Veja análise

"Vocês se deram conta da anomalia, que eu comecei a governar antes de tomar posse? Que tivemos que negociar PEC da transição, que foi o que permitiu que tivéssemos governo para governar em 2023. Isso era pra ter sido previsto no orçamento do cidadão [Bolsonaro], mas fomos nós que fizemos. Um presidente com apenas 70 deputados [...] como é que a gente conseguiu aprovar a reforma tributária? Se deram conta que nunca tinham aprovado reforma tributária em regime democrático?", disse.
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Política
Governo Lula
Brasil

Últimas notícias

Quina de São João: veja números sorteados para prêmio de R$ 229 milhões

Quina de São João: veja números sorteados para prêmio de R$ 229 milhões

Como é um concurso especial, a Quina de São João não acumula
São João na Bahia: período junino deve injetar cerca de R$ 2 bilhões no estado

São João na Bahia: período junino deve injetar cerca de R$ 2 bilhões no estado

Cidades como Amargosa, Cruz das Almas, Senhor do Bonfim e Santo Antônio de Jesus se transformam em verdadeiros polos de celebração
56 pessoas foram vítimas de bala perdida em 2024 no RJ, diz pesquisa

56 pessoas foram vítimas de bala perdida em 2024 no RJ, diz pesquisa

Das vítimas, 16 morreram e 40 ficaram feridas; esta semana foi o recorde de balas perdidas no período: 8 pessoas foram atingidas e 4 morreram
Mortes no Ceará: estado é segundo governado pelo PT no Nordeste a enfrentar crise de segurança

Mortes no Ceará: estado é segundo governado pelo PT no Nordeste a enfrentar crise de segurança

12 pessoas foram assassinadas em menos de 24 horas em chacina no interior e em ataques na capital. Governador fala em reação do crime organizado
Fortaleza registra 21 mortes em meio à onda de violência que atinge a cidade

Fortaleza registra 21 mortes em meio à onda de violência que atinge a cidade

Nove crianças e adolescentes, com idades de 8 a 16 anos, foram baleados durante um ataque a tiros em um campo de futebol na noite desta sexta-feira (21)
Nefo, morto no presídio em SP, prestava contas de atentados a comando do PCC na Bolívia

Nefo, morto no presídio em SP, prestava contas de atentados a comando do PCC na Bolívia

Chefe de plano contra Moro interrompido pela PF trocou 135 mensagens com três terminais bolivianos, em menos de um mês; fazendas de coca seriam QG da facção
Sobe para 8 número de vítimas de chacina em praça no Ceará

Sobe para 8 número de vítimas de chacina em praça no Ceará

Um carro e várias motos abriram fogo contra grupo na praça da matriz de Viçosa
Jovem de 20 anos desaparecido no DF é encontrado morto

Jovem de 20 anos desaparecido no DF é encontrado morto

Policiais civis localizaram o corpo de Yoshinori Kubota Lima no Guará. Ele estava desaparecido há 3 dias
Polícia investiga sumiço de adolescente grávida no Paraná

Polícia investiga sumiço de adolescente grávida no Paraná

Isis Victória Mizerski, de 17 anos, está desaparecida desde 6 de junho; suspeito já foi flagrado agredindo mulheres
Polícia do Rio prende em flagrante assaltante armado em hotel de luxo, em Ipanema

Polícia do Rio prende em flagrante assaltante armado em hotel de luxo, em Ipanema

Homem foi detido pela PM e chegou a fazer funcionário de refém, antes de se entregar
Publicidade
Publicidade