Publicidade

STF marca data para retomar julgamento sobre descriminalização da maconha

Análise estava paralisada desde agosto do ano passado, a pedido do ministro André Mendonça

STF marca data para retomar julgamento sobre descriminalização da maconha
Publicidade

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso, marcou para a próxima quarta-feira (6) a retomada do julgamento sobre a possível descriminalização de maconha para uso pessoal. Até o momento, são 5 votos a favor da liberação e 1 contra.

+Alemanha aprova uso recreativo de maconha

Os ministros também discutem se estabelecem a permissão do porte de uma quantidade específica de maconha, para diferenciar o usuário de traficante. De acordo com as decisões tomadas até o momento, a quantidade pode ficar entre 25g a 60g. A maioria também se mostrou favorável à liberação do cultivo de até seis plantas fêmeas de cannabis.

+Governo de SP regulamenta fornecimento de cannabis medicinal pelo SUS no estado

O caso estava interrompido desde agosto do ano passado. O ministro André Mendonça havia pedido vista, ou seja, uma pausa para ter mais tempo de analisar o caso e formular o voto dele.

O único voto divergente foi do ministro Cristiano Zanin, na época recém-empossado. Para ele, o porte e uso pessoal devem continuar a ser crime, admitindo que o Supremo estabeleça um limite para diferenciar uso de tráfico.

A ministra Rosa Weber, hoje aposentada, votou no ano passado a favor da descriminalização do porte de maconha. Por isso, o agora recém-empossado ministro Flávio Dino, que ocupa a cadeira de Rosa, não vota.

Com informações da Agência Brasil

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Drogas
Política
STF
Brasil

Últimas notícias

Petrobras decide sobre dividendos extraordinários e elege novo Conselho de Administração nesta quinta (25)

Petrobras decide sobre dividendos extraordinários e elege novo Conselho de Administração nesta quinta (25)

Retenção do pagamento, em março, provocou fritura do presidente da estatal, Jean Paul Prates; com aval de Lula, CA propõe distribuição de 50%
Governo libera segunda parcela do Programa Pé-de-Meia; veja quem recebe

Governo libera segunda parcela do Programa Pé-de-Meia; veja quem recebe

Iniciativa tem como objetivo diminuir evasão escolar e desigualdade social entre jovens
SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

Carro com três ocupantes foi prensado entre carretas; motorista de caminhão também não resistiu
Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25)
Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Quase 300 corpos foram encontrados por autoridades palestinas; ONU pediu investigação
Brasil Agora: Brazão fala a Deputados por vídeo; Moraes arquiva ação contra Bolsonaro

Brasil Agora: Brazão fala a Deputados por vídeo; Moraes arquiva ação contra Bolsonaro

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quinta-feira (25)
Governo divulga locais de prova do "Enem dos concursos" nesta quinta-feira (25); veja onde acessar

Governo divulga locais de prova do "Enem dos concursos" nesta quinta-feira (25); veja onde acessar

Processo seletivo oferta 6.640 vagas em 21 órgãos públicos federais; provas ocorrem em 5 de maio
Após alto número de mortes, SP atende pedido do STF para uso de câmeras em operações policiais

Após alto número de mortes, SP atende pedido do STF para uso de câmeras em operações policiais

Solicitação foi baseada em ação da Defensoria Pública do estado, que denunciou aumento da letalidade nas ações
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 6 milhões nesta quinta-feira (25)

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 6 milhões nesta quinta-feira (25)

Apostas podem ser feitas em casas lotéricas ou pela internet até as 19h
Veneza começa a cobrar taxa de 'visitantes de um dia' para combater turismo em excesso

Veneza começa a cobrar taxa de 'visitantes de um dia' para combater turismo em excesso

Viajantes deverão reservar datas e desembolsar 5 euros para visitar a cidade italiana
Publicidade
Publicidade