Publicidade

Nikolas, Caroline de Toni e mais: PL fica com presidência da CCJ e de outras comissões importantes

Dezenove dos 30 colegiados definiram comando nas eleições dessa quarta (6); lista também traz bolsonaristas como Nikolas Ferreira (PL-MG) e Alberto Fraga (PL-DF)

Nikolas, Caroline de Toni e mais: PL fica com presidência da CCJ e de outras comissões importantes
Murilo Fagundes comenta, no Brasil Agora, presidência de comissões permanentes da Câmara em 2024
Publicidade

O programa Brasil Agora desta quinta-feira (7) repercute o resultado das eleições para a presidência de 19 das 30 comissões permanentes da Câmara dos Deputados. No que significou derrota para o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, ficou com o colegiado mais importante: Caroline de Toni (PL-SC) comanda a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

+ Em derrota do governo Lula, PL fica com principais comissões da Câmara

Nikolas Ferreira (PL-MG) assume a Comissão de Educação e Alberto Fraga (PL-DF), a Comissão de Segurança Pública. O apresentador Murilo Fagundes destacou o peso da CCJ no Congresso Nacional.

"Avalia a constitucionalidade de todas as matérias lá na Câmara. De Toni é aliada de primeira hora do ex-presidente Bolsonaro. O PL, então, conseguiu assumir o comando da CCJ, depois do PT, com o deputado Rui Falcão, presidir a comissão por um ano", apontou.

Em contrapartida, o PT ficou com a Comissão de Saúde, a ser presidida pelo deputado Dr. Francisco (PT-PI).

+ Brasil Agora: Nikolas Ferreira na Comissão de Educação; Lula critica opositores de Maduro

"Comissão em termos de dinheiro, de emendas, de verbas. Temos aí verbas bilionárias na comissão", pontuou Fagundes.

Em discurso após a vitória, De Toni elogiou a gestão anterior, do petista Rui Falcão (PT-SP), e disse que fará um trabalho "com transparência e equilíbrio".

"Ouvindo todas as bancadas, como tem que ser. Respeitando o princípio de proporcionalidade, que rege todo o regimento interno da Câmara dos Deputados", disse a deputada.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil Agora
CCJ
Câmara
Congresso Nacional
Política

Últimas notícias

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Em nota, a pasta declarou que “o governo de Israel segue sabotando o processo de paz e o cessar-fogo no Oriente Médio”
Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Pacheco alertou para sucessão de "atos extremistas que vêm se repetindo mundo afora"
Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Thomas Matthew Crooks atingiu o ex-presidente de raspão, feriu gravemente duas pessoas presentes e causou a morte de outra
Publicidade
Publicidade