Publicidade

Bolsonaro pediu atitude de ministros antes das eleições: "Se reagir depois, vai ter guerrilha"; veja vídeo

Em reunião, ex-presidente fez uma série de acusações contra o processo eleitoral e cobrou ação de membros do governo antes do pleito

Bolsonaro pediu atitude de ministros antes das eleições: "Se reagir depois, vai ter guerrilha"; veja vídeo
Publicidade

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) pediu para ministros agirem "antes das eleições" de 2022 ao acusar, sem provas, o processo eleitoral brasileiro de fraude. Essas e outras declarações foram gravadas em vídeo e dadas em reunião ministerial de teor golpista realizada em 5 de julho daquele ano, antes do primeiro turno. 

Segundo a PF, a gravação, somada a outros pontos da investigação, como a minuta do golpe, revela "o arranjo de dinâmica golpista, no âmbito da alta cúpula do governo".

"Nós sabemos que, se a gente reagir depois das eleições, vai ter um caos no Brasil, vai virar uma grande guerrilha, uma fogueira no Brasil. Agora, alguém tem dúvida que a esquerda, como está indo, vai ganhar as eleições? Não adianta eu ter 80% dos votos. Eles vão ganhar as eleições", disse.

Um vídeo editado da reunião surgiu em uma conta do Google Drive com dados do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro.

Em nota nesta sexta (9), a PF informou que o conteúdo "não foi divulgado pela instituição". Depois, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou sigilo e publicou o material na íntegra.

+ A minuta, o QG do Golpe no PL e as reuniões no Planalto: como a PF chegou a Bolsonaro

Visivelmente nervoso, Jair Bolsonaro orienta os ministros, ao longo da reunião, a questionarem as urnas eletrônicas e o processo eleitoral. Ele desdenhou do acompanhamento e checagem das eleições por entidades internacionais e comparou o processo eleitoral a uma "maquiagem".

O ex-presidente afirmava certeza de que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceria no primeiro turno e diz que o governo "precisava agir antes" do dia 2 de outubro de 2022, data do primeiro turno do pleito. No entanto, as eleições foram decididas no segundo turno, com vitória do petista.

"Todos aqui têm uma inteligência bem acima da média. Todos aqui, como todo povo ali fora, têm algo a perder. Nós não podemos, pessoal, deixar chegar as eleições e acontecer o que está pintado, está pintado. Eu parei de falar em voto impresso e eleições há umas três semanas. Vocês estão vendo agora que chegaram à conclusão. A gente vai ter que fazer alguma coisa antes", ordenou.

+ PF mira Heleno, Braga Netto, Torres e outros aliados de Bolsonaro em operação contra golpe de Estado

A filmagem mostra Bolsonaro falando sobre a reunião com embaixadores em que ele atacou o sistema eleitoral brasileiro.

"Quinta-feira vou reunir metade dos embaixadores na Alvorada e depois outra metade, porque os caras estão preparando tudo para o Lula ganhar no primeiro turno na fraude. Alguém acredita em Fachin, Barroso, Alexandre de Moraes? Acredita que eles são pessoas isentas?", disse Bolsonaro, que logo depois critica a inteligência do governo por não encontrar provas para algumas das acusações feitas na reunião.

O ex-presidente mira a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), as Forças Armadas e a Polícia Federal (PF) e lamenta que esses órgãos não tenham encontrado evidências de uma suposta compra de votos na campanha de Lula na Bahia.

+ PF vai apurar se Mauro Cid vazou vídeo editado sobre reunião golpista liderada por Bolsonaro

Minuta do golpe

Nessa quinta (8), a Polícia Federal encontrou uma minuta golpista para prender os ministros do STF Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes, além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Reuniões no Palácio do Planalto, a escolha da sede do PL como quartel-general dos planos de intervenção militar no Brasil, a confecção de uma minuta para o golpe e as digitais de Jair Bolsonaro (PL).

São alguns dos elementos que levaram a Polícia Federal a apontar o elo entre o ex-presidente, o uso da estrutura do governo e do partido, e o envolvimento de parte das Forças Armadas no plano frustrado de destituir o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Veja a reunião ministerial na íntegra:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Bolsonaro
Mauro Cid
Golpe

Últimas notícias

Alexei Navalny é enterrado em Moscou sob forte escolta policial

Alexei Navalny é enterrado em Moscou sob forte escolta policial

Principal opositor de Putin foi encontrado morto na prisão, onde cumpria uma pena de 19 anos sob a acusação de extremismo
Justiça proíbe Meta de usar marca no Brasil

Justiça proíbe Meta de usar marca no Brasil

Justiça de São Paulo tomou decisão porque empresa brasileira usa o nome Meta há mais de 30 anos e tem registro no INPI
Imposto de Renda 2024: o que você precisa saber para não ter problemas na hora de declarar

Imposto de Renda 2024: o que você precisa saber para não ter problemas na hora de declarar

Cidadãos com rendimentos acima de R$ 28.735,92 em 2023, que não enviarem dentro do prazo, poderão ser multados
Ouvidoria da PM vai voltar à Baixada Santista para investigar série de mortes

Ouvidoria da PM vai voltar à Baixada Santista para investigar série de mortes

Pelo menos 39 pessoas morreram em operações realizadas após o assassinato de um agente da Rota
Lula propõe envio de moção à ONU pelo “fim do genocídio” na Faixa de Gaza

Lula propõe envio de moção à ONU pelo “fim do genocídio” na Faixa de Gaza

Presidente brasileiro fez sugestão em São Vicente e Granadinas, onde participa de reunião da cúpula de países latino-americanos e do Caribe
Elon Musk processa OpenAI e acusa Sam Altman de "traidor"

Elon Musk processa OpenAI e acusa Sam Altman de "traidor"

Dono da Tesla e SpaceX diz que empresa de IA não se preocupa com o bem da humanidade e companhia virou subsidiária da Microsoft
Nunes Marques suspende concurso para soldados da PM de MG que restringia participação de mulheres

Nunes Marques suspende concurso para soldados da PM de MG que restringia participação de mulheres

Decisão foi proferida no âmbito de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade protocolada pela Procuradoria-Geral da República (PGR)
Rio: Vereadores derrubam projeto que prevê apoio a mulheres encaminhadas ao aborto legal

Rio: Vereadores derrubam projeto que prevê apoio a mulheres encaminhadas ao aborto legal

Projeto derrotado por 32 votos a 8 defendia o atendimento humanizado em casos já previsto na Legislação Federal
IA da Microsoft, Copilot, está agressivo com usuários

IA da Microsoft, Copilot, está agressivo com usuários

Chatbot chegou a chamar um usuário de mentiroso e disse para "não entrar em contato comigo novamente"
Homem é indiciado por estuprar sete vítimas; entre elas, quatro filhas

Homem é indiciado por estuprar sete vítimas; entre elas, quatro filhas

As investigações começaram depois que policiais receberam uma denúncia do Conselho Tutelar referente à filha mais nova do acusado
Publicidade
Publicidade