Publicidade

Caso VaideBet e Corinthians: intermediador do contrato admite que recebeu comissão milionária

Alex Cassundé afirma que não pediu o valor e que teria sido vítima da empresa de fachada envolvida no negócio

Caso VaideBet e Corinthians: intermediador do contrato admite que recebeu comissão milionária
Publicidade

Alex Cassundé, responsável por intermediar o contrato milionário entre Corinthians e a ex-patrocinadora VaideBet, prestou depoimento à polícia nesta terça-feira (25). Ele admitiu que não pediu, mas recebeu comissão no negócio e afirma que foi vítima de uma empresa de fachada.

Cassundé está no centro do escândalo que levou ao fim da parceria entre o clube e a casa de apostas esportivas. O empresário, dono da Rede Social Media Design, recebeu uma comissão de R$ 1,4 milhão pela assinatura do contrato. Parte desse dinheiro, R$ 1,06 milhão, teria sido transferido para a Neoway Soluções Integradas, uma empresa fantasma.

A Neoway, que segundo a polícia é usada para lavagem de dinheiro, está em nome de uma mulher de 23 anos, que cria sozinha três filhos pequenos, em um bairro carente de Peruíbe, no litoral paulista.

Alex Cassundé confirmou que fez a transferência de mais de R$ 1 milhão para a Neoway, mas disse que foi enganado. Ele afirmou que comprou um sistema de telemedicina da empresa, mas não sabia que a Neoway era fantasma.

"Ele explicou exatamente sobre isso, ele comprou um sistema e isso não deu certo, não foi entregue, e ele foi vítima também", afirma Claudio Salgado, advogado do empresário.

Na saída do depoimento, Cassundé ficou calado, atrás do advogado. Ele disse à polícia que intermediou o contrato da seguinte forma: apenas fez uma pesquisa sobre empresas de apostas esportivas no ChatGPT- aplicativo de inteligência artificial. Foi assim que ele passou o contato da VaideBet para Sérgio Moura, então superintendente de marketing do Corinthians.

Cassundé disse ainda que recebeu a comissão milionária pelo contrato sem ter pedido nada. Nenhuma dessas versões convenceu a polícia e o Ministério Público.

"Eles tiveram relações porque ele intermediou um negócio, mas não tem nada de corrupção, de repasse, nada disso", afirma o advogado de Cassundé.

Nesta segunda-feira (24), a Justiça decretou sigilo nas investigações. Na mesma decisão, o juiz Guilherme Eduardo Martins Kellner determinou a apreensão do telefone celular e a quebra do sigilo telemático de Cassundé. A polícia já pediu que a Justiça quebre o sigilo bancário e bloqueie as contas da empresa dele, da Rede Social, e também da Neoway.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Polícia
Esporte
Corinthians

Últimas notícias

Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Benefício é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218
SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (15); assista!
Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Publicidade
Publicidade