Publicidade

Corte Internacional de Justiça começa a ouvir alegação de genocídio contra Israel

África do Sul acusou país de violar tratado internacional durante guerra na Faixa de Gaza

Corte Internacional de Justiça começa a ouvir alegação de genocídio contra Israel
Publicidade

A Corte Internacional de Justiça (CIJ) começa a analisar, nesta quinta-feira (11), o processo apresentado pela África do Sul contra Israel por suposta violação da Convenção sobre a Prevenção e Punição do Crime de Genocídio durante o conflito na Faixa de Gaza. A sessão acontecerá até sexta-feira (12), com argumentos de ambas as partes.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O requerimento foi apresentado pela África do Sul em 29 de dezembro de 2023. Na época, o número de civis mortos devido à guerra entre Israel e o grupo terrorista Hamas chegou a 20 mil, o que, segundo o país africano, mostrou a intenção de Israel de destruir, no todo ou em parte, os palestinos em Gaza, o que é categorizado como crime de genocídio.

A ação viola o tratado internacional assinado por ambos os países em 1948, que os obriga a não cometer genocídio, assim como prevenir a prática ou puni-la.

“A conduta de Israel viola as obrigações sob a Convenção do Genocídio. Israel, desde 7 de outubro de 2023, não conseguiu prevenir o genocídio e não conseguiu punir o incitamento direto e público ao genocídio. Israel se envolveu, está se envolvendo e corre o risco de se envolver ainda mais em atos genocidas contra o povo palestino em Gaza”, diz a ação.

Na quarta-feira (10), o porta-voz do governo israelense, Eylon Levy, disse que Israel comparecerá perante à Corte, mas que a “acusação de sangue” da África do Sul era absurda.

+ EUA alertam que guerra entre Israel e Hamas pode se espalhar pelo Oriente Médio

Israel declarou guerra contra o Hamas em 7 de outubro de 2023, logo após o grupo ter invadido e matado 1,2 mil pessoas em um festival de música no país. Os combates se concentram na Faixa de Gaza, onde o grupo é dominante, afetando 2,3 milhões de habitantes. Até o momento, 23 mil mortes foram registradas na região e 80% da população foi deslocada. Hospitais e centros de ajuda humanitária funcionam à beira de colapso.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Crime
Israel
Faixa de Gaza
Hamas

Últimas notícias

Número de professores temporários supera o de concursados no DF e outros 14 estados

Número de professores temporários supera o de concursados no DF e outros 14 estados

Dados foram apresentados em nova pesquisa do Todos pela Educação
Suspeito de matar psicóloga em Natal é preso

Suspeito de matar psicóloga em Natal é preso

Homem é servidor do Tribunal de Justiça do RN; vítima foi encontrada morta e amarrada
AO VIVO: China envia três astronautas à estação espacial Tiangong nesta quinta (25)

AO VIVO: China envia três astronautas à estação espacial Tiangong nesta quinta (25)

Programa chinês pretende levar nave tripulada à Lua até 2030; Ye Guangfu, Li Cong e Li Guangsu integram o lançamento de hoje
PM acusado de matar esposa e enteada em Goiás vai a júri popular

PM acusado de matar esposa e enteada em Goiás vai a júri popular

Crime foi registrado em 2022, em Rio Verde (GO); autor de disparos teria poupado outra criança para causar “sofrimento grande”
Júri popular do bicheiro “Piruinha” será realizado nesta quinta (25)

Júri popular do bicheiro “Piruinha” será realizado nesta quinta (25)

José Caruzzo Escafura, de 94 anos, é acusado de mandar matar comerciante em 2021 no Rio de Janeiro por dívida de quase meio milhão de reais
Petrobras decide sobre dividendos extraordinários e elege novo Conselho de Administração nesta quinta (25)

Petrobras decide sobre dividendos extraordinários e elege novo Conselho de Administração nesta quinta (25)

Retenção do pagamento, em março, provocou fritura do presidente da estatal, Jean Paul Prates; com aval de Lula, CA propõe distribuição de 50%
Governo libera segunda parcela do Programa Pé-de-Meia; veja quem recebe

Governo libera segunda parcela do Programa Pé-de-Meia; veja quem recebe

Iniciativa tem como objetivo diminuir evasão escolar e desigualdade social entre jovens
SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

SP: Grave acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa 4 mortos

Carro com três ocupantes foi prensado entre carretas; motorista de caminhão também não resistiu
Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Lula sanciona lei que reconhece blocos de Carnaval como manifestação da cultura nacional

Decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25)
Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Casa Branca diz querer "respostas" de Israel sobre valas comuns em Gaza

Quase 300 corpos foram encontrados por autoridades palestinas; ONU pediu investigação
Publicidade
Publicidade