Publicidade

Venezuelanos votam neste domingo para anexar território da Guiana

Referendo convocado por Nicolás Maduro consulta povo sobre controle da região de Essequibo, rica em petróleo

Venezuelanos votam neste domingo para anexar território da Guiana
nicolas
Publicidade

A Venezuela vota neste domingo (03.dez) a anexação de mais de a metade do território da Guiana, em referendo convocado pelo presidente Nicolás Maduro. A disputa histórica entre os dois países vizinhos do Brasil, envolve a região de Essequibo, que abrange 74% do território da Guiana e é rica em petróleo e minerais.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O referendo sobre o tema é consultivo, não decide efetivamente sobre o que vai ser posto em prática. Os venezuelas respondem a cinco perguntas, assinalando "sim" ou "não". Estão aptos a votar na Venezuela, 20,6 milhões de pessoas. A votação segue até 18h (19h no horário de Brasília). 

A consulta quer saber a opinião do venezuelano sobre: tratados internacionais do tema, não reconhecimento de que a região é da Guiana e a "incorporação" da área à Venezuela. 

"Você concorda com a criação do Estado Guiana Essequiba e com o desenvolvimento de um plano acelerado de atenção integral à população atual e futura desse território, que inclua, entre outros, a concessão de cidadania e carteira de identidade venezuelana, conforme o Acordo de Genebra e o Direito Internacional, incorporando consequentemente esse Estado no mapa do território venezuelano?", questiona o item final do referendo.

As perguntas do referendo da Venezuela: 

  • Você concorda em rejeitar, por todos os meios, conforme a lei, a linha imposta de forma fraudulenta pela sentença arbitral de Paris de 1899, que visa nos privar de nossa Guiana Essequiba? 
  • Você apoia o Acordo de Genebra de 1966 como o único instrumento jurídico válido para alcançar uma solução prática e satisfatória para a Venezuela e a Guiana em relação à controvérsia sobre o território da Guiana Essequiba?
  • Você concorda com a posição histórica da Venezuela de não reconhecer a jurisdição da Corte Internacional de Justiça para resolver a controvérsia territorial sobre a Guiana Essequiba?
  • Você concorda em se opor, por todos os meios, conforme a lei, à reivindicação da Guiana de dispor unilateralmente de um mar pendente de delimitação, ilegal e em violação do direito internacional?
  • Você concorda com a criação do Estado Guiana Essequiba e com o desenvolvimento de um plano acelerado de atenção integral à população atual e futura desse território, que inclua, entre outros, a concessão de cidadania e carteira de identidade venezuelana, conforme o Acordo de Genebra e o Direito Internacional, incorporando consequentemente esse Estado no mapa do território venezuelano?

O Tribunal de Haia proibiu a tentativa da Venezuela em anexar parte da Guiana, em decisão de 6ª feira (1º.dez). A Corte Internacional proibiu o referendo, mas o presidente Maduro manteve a consulta pública.

O governo da Guiana afirma que a votação não terá alguma confirmação jurídica.

O presidente Nicolás Maduro segue seu projeto de anexação da área da Guiana. Na 6ª feira, ele clamou aos venezuelanos para comparecere às urnas. "Neste domingo, quando votarmos, pensaremos na pátria, na família, na juventude e no futuro. Toda a Venezuela por amor, paz e por Essequibo se prepara para um novo marco na história do nosso país. Unidos, podemos recueprar e pintar o mapa inteiro."

Leia também:

+ Tribunal de Haia proíbe Venezuela de anexar território da Guiana

+ Após criticar acordo com Mercosul, Emmanuel Macron anuncia verba para Amazônia

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbt news
sbt
ultimas noticias
noticias
venezuela
guiana
essequibo
nicolas maduro
brasil
referendo
petroleo
vota

Últimas notícias

Passageiros passam horas presos em avião sem refrigeração na Grécia; veja vídeo

Passageiros passam horas presos em avião sem refrigeração na Grécia; veja vídeo

Temperatura na aeronave da Qatar Airways ultrapassou os 40º C
Jovem é morto após marcar encontro por aplicativo de relacionamento gay em SP

Jovem é morto após marcar encontro por aplicativo de relacionamento gay em SP

Leonardo Rodrigues Nunes, de 24 anos, chegou a ser socorrido ao pronto-socorro, porém não resistiu aos ferimentos
Temporais provocam inundações e ameaçam prédios no Chile

Temporais provocam inundações e ameaçam prédios no Chile

Erosão causada pela chuva coloca em risco um complexo de edifícios de luxo em Viña del Mar
Por falta de segurança, nem todos caminhões de ajuda humanitária são recebidos em Gaza

Por falta de segurança, nem todos caminhões de ajuda humanitária são recebidos em Gaza

Bombardeios israelenses no extremo sul, em Rafah fazem ser inviável a passagem dos caminhões
Mercado Público de Porto Alegre volta a funcionar parcialmente após 41 dias fechado por inundação

Mercado Público de Porto Alegre volta a funcionar parcialmente após 41 dias fechado por inundação

Os restaurantes do segundo piso e as lojas com acesso direto para a rua voltam a operar das 10h às 15h, nesta sexta (14) e sábado (15)
VaideBet e Corinthians: polícia tenta localizar testemunha chave do caso

VaideBet e Corinthians: polícia tenta localizar testemunha chave do caso

Segundo a polícia, Adriana Ramuno, de 53 anos, esteve na casa da mulher, usada como laranja no repasse de comissão da VaideBet, antes do caso ir à imprensa
Ministério Público do RS prende 26 em operação contra grupo criminoso que atuava na serra gaúcha

Ministério Público do RS prende 26 em operação contra grupo criminoso que atuava na serra gaúcha

Segundo o MP-RS, o grupo é um dos mais ativos e violentos na serra gaúcha
STF forma maioria para tornar Janones réu por ofensas contra Jair Bolsonaro

STF forma maioria para tornar Janones réu por ofensas contra Jair Bolsonaro

Nas redes sociais, o deputado chamou o presidente de “assassino”, “miliciano” e “ladrãozinho de joias”
Thiago Brennand é condenado a indenizar advogada por danos morais

Thiago Brennand é condenado a indenizar advogada por danos morais

Gabriela Manssur entrou com uma ação por calúnia contra o empresário depois que ele ser referiu a ela como "bandida", "maloqueira" e "canalha" nas redes sociais
Rio Grande do Sul recebe destinação recorde do Imposto de Renda

Rio Grande do Sul recebe destinação recorde do Imposto de Renda

Ao todo, foram R$ 101 milhões, quase três vezes mais do que o valor registrado em 2023
Publicidade
Publicidade