Publicidade

Israel e Hamas ampliam cessar-fogo temporário em Gaza por mais 24h

Acordo segue condições já existentes, incluindo a troca de reféns israelenses e prisioneiros palestinos

Israel e Hamas ampliam cessar-fogo temporário em Gaza por mais 24h
Divulgação/exército de Israel
Publicidade

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Catar, Majed bin Mohammed Al Ansari, informou, nesta 5ª feira (30.nov), que Israel e o grupo extremista Hamas concordaram em estender o cessar-fogo temporário na Faixa de Gaza por mais 24h. A trégua, iniciada em 24 de novembro, estava prevista para terminar pela manhã.

+ Acompanhe a cobertura da guerra em Israel

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O acordo segue as condições já existentes, sendo a pausa nas hostilidades e a entrada de um maior número de ajuda humanitária em Gaza. Para isso, Israel e Hamas se comprometeram a continuar com a troca de reféns e prisioneiros. Até o momento, 90 reféns israelenses foram libertados em troca de 210 palestinos que estavam detidos.

Em comunicado, Majed bin Mohammed Al Ansari afirmou que a comunidade internacional segue pressionando ambas as partes a chegar a um acordo permanente de cessar-fogo na Faixa de Gaza. Além do Catar, as negociações estão sendo realizadas com apoio do Egito e dos Estados Unidos.

Os esforços para acabar com a guerra foram elogiados pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, que pediu que o diálogo entre Israel e Hamas continue. Isso porque, apesar do maior número de comboios, a ajuda humanitária em Gaza ainda representa "migalhas" em meio à grave crise na região.

Até o momento, a guerra já deixou mais de 13 mil mortos em Gaza, enquanto 1,3 milhão de pessoas estão vivendo em abrigos, onde energia, alimentos, água e medicamentos são escassos. A superlotação de pacientes em hospitais, alinhada com a falta de saneamento básico, como coleta de lixo e limpeza de esgoto, também está aumentando o surto de doenças.

+ Papa critica guerras e volta a pedir paz: "Fabricantes de armas são únicos que ganham"

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam para 111 mil casos de infecções respiratórias agudas, 12 mil casos de sarna, 11 mil de piolhos, 36 mil de diarreia, 24 mil de erupção cutânea e 2,5 mil de impetigo. Como não há tratamentos disponíveis, a entidade estima que mais pessoas em Gaza podem morrer por doenças do que por bombardeios caso a guerra continue. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
israel
hamas
guerra
cessar-fogo
continua
faixa de gaza
ajuda humanitaria
troca
refens
prisioneiros
onu
oms
crise humanitaria
catar

Últimas notícias

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Ao todo, os processos a espera de resposta inicial somam quase 1 milhão e 400, diminuição de 600 mil em relação a 2023
Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 67 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 52 mil cada
Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Imagens mostram correria no local; estado de saúde da criança é grave
Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Trabalhadores da área acusam Javier Milei de ter um plano para prejudicar o setor
Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

SBT Brasil visitou os estúdios da Pixar, em Los Angeles, para mostrar como a continuação foi produzida
Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Último inverno rigoroso que garantiu boas vendas foi em 2022. No ano passado, houve queda de 20%
Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Juliana Silva, conhecida como Nega Juh, foi morta em Nova Iguaçu, na noite deste sábado (15)
Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Só no ano passado, foram mais de 65 mil casos, três mil a mais do que em 2022
Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Marinha montou base de operações na região das ilhas de Porto Alegre para auxiliar rapidamente a população
Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Ministros da 1ª Turma decidem na terça (18) se irmãos Brazão, delegado do Rio e dois ligados à milícia do Rio sentam no banco dos réus como mandantes do crime
Publicidade
Publicidade