Publicidade

Israel e Hamas ampliam cessar-fogo temporário em Gaza por mais 24h

Acordo segue condições já existentes, incluindo a troca de reféns israelenses e prisioneiros palestinos

Israel e Hamas ampliam cessar-fogo temporário em Gaza por mais 24h
Divulgação/exército de Israel
Publicidade

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Catar, Majed bin Mohammed Al Ansari, informou, nesta 5ª feira (30.nov), que Israel e o grupo extremista Hamas concordaram em estender o cessar-fogo temporário na Faixa de Gaza por mais 24h. A trégua, iniciada em 24 de novembro, estava prevista para terminar pela manhã.

+ Acompanhe a cobertura da guerra em Israel

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O acordo segue as condições já existentes, sendo a pausa nas hostilidades e a entrada de um maior número de ajuda humanitária em Gaza. Para isso, Israel e Hamas se comprometeram a continuar com a troca de reféns e prisioneiros. Até o momento, 90 reféns israelenses foram libertados em troca de 210 palestinos que estavam detidos.

Em comunicado, Majed bin Mohammed Al Ansari afirmou que a comunidade internacional segue pressionando ambas as partes a chegar a um acordo permanente de cessar-fogo na Faixa de Gaza. Além do Catar, as negociações estão sendo realizadas com apoio do Egito e dos Estados Unidos.

Os esforços para acabar com a guerra foram elogiados pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, que pediu que o diálogo entre Israel e Hamas continue. Isso porque, apesar do maior número de comboios, a ajuda humanitária em Gaza ainda representa "migalhas" em meio à grave crise na região.

Até o momento, a guerra já deixou mais de 13 mil mortos em Gaza, enquanto 1,3 milhão de pessoas estão vivendo em abrigos, onde energia, alimentos, água e medicamentos são escassos. A superlotação de pacientes em hospitais, alinhada com a falta de saneamento básico, como coleta de lixo e limpeza de esgoto, também está aumentando o surto de doenças.

+ Papa critica guerras e volta a pedir paz: "Fabricantes de armas são únicos que ganham"

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam para 111 mil casos de infecções respiratórias agudas, 12 mil casos de sarna, 11 mil de piolhos, 36 mil de diarreia, 24 mil de erupção cutânea e 2,5 mil de impetigo. Como não há tratamentos disponíveis, a entidade estima que mais pessoas em Gaza podem morrer por doenças do que por bombardeios caso a guerra continue. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
israel
hamas
guerra
cessar-fogo
continua
faixa de gaza
ajuda humanitaria
troca
refens
prisioneiros
onu
oms
crise humanitaria
catar

Últimas notícias

Debate, troca de nomes e saúde: o que levou Biden a desistir das eleições nos EUA

Debate, troca de nomes e saúde: o que levou Biden a desistir das eleições nos EUA

Desempenho em pesquisas e situações ‘confusas’ pressionaram para que presidente deixasse tentativa de reeleição; entenda
Kamala Harris se diz “honrada” com apoio de Biden “para derrotar Trump”

Kamala Harris se diz “honrada” com apoio de Biden “para derrotar Trump”

Atual vice-presidente dos Estados Unidos depende do sinal verde do partido Democrata para assumir candidatura principal
Bill Clinton anuncia apoio a Kamala Harris após desistência de Biden

Bill Clinton anuncia apoio a Kamala Harris após desistência de Biden

O ex-presidente dos Estados Unidos afirmou que o país já viveu muitos altos e baixos, "mas nada o preocupa mais do que a ameaça de mais um mandato de Trump"
Conheça cotados para substituir Biden na corrida eleitoral dos EUA

Conheça cotados para substituir Biden na corrida eleitoral dos EUA

Com desistência por reeleição, partido democrata escolherá novo representante. Kamala Harris e governadores estão entre cotados
Obama se pronuncia sobre desistência de Joe Biden e não menciona Kamala Harris

Obama se pronuncia sobre desistência de Joe Biden e não menciona Kamala Harris

Ex-presidente dos Estados Unidos elogiou Biden, mas advertiu que decisão deixa os democratas em "águas desconhecidas"
Após incentivar desistência de Joe Biden, ex-presidente da Câmara elogia decisão do atual presidente

Após incentivar desistência de Joe Biden, ex-presidente da Câmara elogia decisão do atual presidente

Para Nancy Pelosi, Biden é um patriota que “sempre colocou” os Estados Unidos em primeiro lugar
Boletim médico revela melhora de Biden em meio a desistência do presidente à reeleição

Boletim médico revela melhora de Biden em meio a desistência do presidente à reeleição

Líder democrata continua desempenhando todas as funções presidenciais, segundo comunicado divulgado neste domingo (21)
“É o interesse do meu partido e do país que eu me afaste”: leia a carta de desistência de Biden

“É o interesse do meu partido e do país que eu me afaste”: leia a carta de desistência de Biden

Presidente dos Estados Unidos abriu mão da disputa eleitoral e apoiou que a disputa fique com Kamala Harris, atual vice
Presidente da Câmara dos EUA pede que Joe Biden renuncie ao cargo

Presidente da Câmara dos EUA pede que Joe Biden renuncie ao cargo

Líder democrata desistiu da candidatura à reeleição
Trump diz ser "mais fácil" derrotar Kamala Harris após Biden desistir

Trump diz ser "mais fácil" derrotar Kamala Harris após Biden desistir

Candidato à presidência dos Estados Unidos comentou saída de democrata em entrevista a canal americano
Publicidade
Publicidade