Publicidade

STJ: lavagem de dinheiro com bitcoins é de competência estadual

Processo está relacionado à compra de criptomoedas por traficante ligado ao PCC

STJ: lavagem de dinheiro com bitcoins é de competência estadual
STJ: lavagem de dinheiro com bitcoins é de competência estadual
Publicidade
A Justiça estadual é competente para analisar crime de lavagem de dinheiro, realizado por meio do mercado de criptomoedas, com a utilização de valores vindos do tráfico de drogas. A decisão é do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao julgar conflito de competência envolvendo a 4ª Vara Criminal de Campinas (SP) e a Justiça Federal em inquérito policial contra a irmã de um traficante ligado à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

A discussão sobre competência começou a partir do recebimento de inquérito policial, relatado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campinas, a respeito de investigação de lavagem de dinheiro mediante abertura de empresas com o propósito de captar pessoas para investir em criptomoedas (bitcoins) e, com isso, dissimular a origem de recursos ilícitos vindos do tráfico de drogas.

Ao receber o inquérito, a vara criminal estadual entendeu que os fatos em apuração estariam relacionados à prática de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e à economia popular e, por isso, caberia à Justiça Federal conduzir o processo. Mas a Justiça Federal, por sua vez, devolveu o caso à vara estadual por considerar que não haveria, em tese, cometimento de nenhum delito contra o Sistema Financeiro Nacional ou contra o mercado de capitais.

Em sua decisão, o ministro citou entendimento anterior do STJ, segundo o qual operação envolvendo compra ou venda de criptomoedas não encontra regulação no ordenamento jurídico nacional, pois as moedas virtuais não são tidas pelo Banco Central como moeda, nem são consideradas como valor mobiliário pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Portanto, segundo o ministro, a negociação dela não caracteriza, por si só, crime financeiro que justificasse a competência da Justiça Federal para julgá-lo.

O ministro Felix Fischer citou ainda, em sua decisão, o artigo 109, inciso IV, da Constituição Federal -que trata da competência dos juízes federais- para reconhecer que "não há evidências de prejuízo a bens, serviços ou interesse da União" suficientes para determinar o processamento do caso na esfera federal.
O processo sobre crime de lavagem de dinheiro segue para a Justiça estadual e corre em segredo.
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
justica
criptomoeda
lavagem de dinheiro
stj
competencia estadual
felix fischer
pcc
cristina-christiano

Últimas notícias

'Divertida Mente 2' dispara como maior bilheteria mundial de 2024

'Divertida Mente 2' dispara como maior bilheteria mundial de 2024

De acordo com a 'Variety' e 'Hollywood Reporter', até o momento, o segundo filme da franquia ultrapassou as vendas de 'Duna 2'
VÍDEO: Torcedores se enfrentam nas ruas do Rio antes de Fla x Flu

VÍDEO: Torcedores se enfrentam nas ruas do Rio antes de Fla x Flu

Um homem foi preso após confronto na Taquara; policiamento segue reforçado nas estações de trem e metrô
Mulher envolvida em sequestro de Marcelinho Carioca é presa em central de golpes bancários

Mulher envolvida em sequestro de Marcelinho Carioca é presa em central de golpes bancários

Eliane Lopes quebrou duas costelas ao tentar fugir e teve de receber atendimento médico
VÍDEO: Militares de Israel amarram palestino ferido ao capô de jipe na Cisjordânia

VÍDEO: Militares de Israel amarram palestino ferido ao capô de jipe na Cisjordânia

Exército disse em comunicado que a conduta dos soldados não condiz com os valores da corporação
Eduardo Paes anuncia desapropriação do terreno onde vai ser construído estádio do Flamengo

Eduardo Paes anuncia desapropriação do terreno onde vai ser construído estádio do Flamengo

Medida será publicada no Diário Oficial na segunda-feira (24); clube publicou nota comemorando decisão da prefeitura do Rio
Rio Grande do Sul terá instabilidade, temporais e frio neste domingo

Rio Grande do Sul terá instabilidade, temporais e frio neste domingo

Estado emite alertas de inundação dos rios Jacuí e Uruguai
PF prende 4 pessoas que vendiam ilegalmente animais silvestres

PF prende 4 pessoas que vendiam ilegalmente animais silvestres

Gato-mourisco, felino em risco de extinção, foi apreendido pelos agentes neste domingo (23), em Laranjeiras, no Rio de Janeiro
Viciada no 'Jogo do Tigrinho' perdeu mais de R$ 170 mil e vendeu até brinquedos do filho

Viciada no 'Jogo do Tigrinho' perdeu mais de R$ 170 mil e vendeu até brinquedos do filho

Transtorno do jogo é considerado uma patologia; problema cresceu tanto que já causa fila de espera para tratamento médico em SP
Idoso é morto a facadas e assassino deixa bilhete ao lado do corpo

Idoso é morto a facadas e assassino deixa bilhete ao lado do corpo

Polícia Civil do Paraná prendeu o autor do crime, que confessou ter matado João Pedro dos Santos, de 66 anos
Veja vídeo: meteoro risca o céu de cidade no Paraná

Veja vídeo: meteoro risca o céu de cidade no Paraná

Fenômeno foi flagrado em Telêmaco Borba na madrugada deste sábado (22)
Publicidade
Publicidade