Publicidade

Lula defende investimento público como indutor do desenvolvimento

Presidente da República afirmou que bancos públicos devem ofertar créditos mais baratos e alertou sobre questão climática

Lula defende investimento público como indutor do desenvolvimento
lula
Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o Estado deve atuar como principal incentivador do desenvolvimento do país. "A gente não precisa diminuir o Estado para valorizar a iniciativa privada", disse o presidente a empresários, em discurso no Palácio do Itamaraty.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"No nosso governo, a gente não vai tentar vender a cama para dormir no chão. A gente não vai vender ativos públicos. Vai fazer com que eles se tornem tão competitivos, para que compartilhem relação com a iniciativa privada, para que a gente possa melhorar [...] o Estado, se não se meter a ser empresário e se colocar como indutor do desenvolvimento de um país, podemos ter um Estado fazendo investimento sadio para poder crescer", acrescentou.

Após ter dito na última semana que o Brasil não ia cumprir a meta fiscal de déficit zero, Lula prometeu aos empresários que o governo vai garantir estabilidade política, fiscal e jurídica a fim de criar um ambiente positivo para os investimentos. 

"Queremos garantir a possibilidade de vocês colocarem a inteligência empresarial para que este país cresça cada vez mais", disse Lula. E questionou: "Ao invés de US$ 600 e pouco bilhões de comércio exterior, por que a gente não estabelece meta de chegar a US$ 1 trilhão de dólares de comércio exterior?".

Lula defendeu o desenvolvimento de uma economia verde, com indústria e agricultura com maior tecnologia. Segundo o presidente, o Brasil possui oportunidades e potencial para atrair novos investimentos e que os bancos públicos vão oferecer crédito mais barato para facilitar investimentos, e citou como exemplo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

"O BNDES vai voltar a ser um banco de investimento e desenvolvimento para que possa restabelecer a possibilidade de emprestar dinheiro a taxa de juros baixos e de longo prazo." Ele acrescentou que o governo não vai subsidiar negócios, apenas incentivar.

Lula também chamou atenção para as mudanças climáticas e enfatizou a urgência da questão e citou a ministra Marina Silva como uma referência na área.

"Ao invés de alguém não gostar da Marina porque ela defende muito a Amazônia, precisa começar a gostar da Marina, porque ela começou a fazer por nós aquilo que já deveríamos fazer por nós mesmos", afirmou.
 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
portal news
sbtnews
sbt news
noticias
lula
governo
investimentos
amazônia
meio ambiente
empresários

Últimas notícias

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Modelo viralizou nas redes sociais ao vencer o Miss Universo em abril; prêmio foi para a Magalí Benejam, da província de Córdoba
SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

Iniciativa transmitirá a movimentação ao vivo na tenda de doações e conferência dos itens no galpão da Jequiti
Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

No Dia Nacional da Adoção, conheça relatos emocionantes de crianças e adolescentes que encontraram lares repletos de carinho e dedicação
Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Feira contou com cerca de 40 animais que precisam de um novo lar
Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Desde final de abril, Unidades Básicas de Saúde são obrigadas a ter salas. Humanização do atendimento é apontada por especialistas e vítimas como fundamental
Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Estimativa é de que cerca de 40 mil pessoas participaram da 17ª edição do evento
Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Refúgio climático, que também acontece no Brasil, alerta para a necessidade de uma política nacional de amparo às vítimas de impactos ambientais
Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Moradores contabilizam o caos causado pelas enchentes; Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias
Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Região do Rio Grande do Sul lida com dificuldades por aumento do nível das águas. Em outros locais, população enfrenta situação de frio
Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Órgão máximo da ONU para deliberar sobre disputas entre Estados havia determinado fim de ataques a Rafah
Publicidade
Publicidade