Publicidade

Ministra da Secretaria de Governo vai à Câmara por PEC dos Precatórios

Flávia Arruda quer ampliar apoio ao texto no 2º turno, após governo sofrer derrota na análise de destaques

Ministra da Secretaria de Governo vai à Câmara por PEC dos Precatórios
Flavia Arruda
Publicidade

Após o governo sofrer derrota durante a análise de destaques em primeiro turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (PL-DF), foi à Câmara nesta 3ª feira (9.nov) a fim de garantir que o projeto consiga os 308 votos mínimos necessários para aprovação em segundo turno.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo interlocutores da ministra, ela não deve ficar até o final da votação, mas conversa com parlamentares para ampliar o apoio em torno do projeto. Mais cedo, deputados retiraram do texto um dispositivo que desobrigava o governo a pedir autorização do Congresso Nacional para descumprir a "regra de ouro". A medida impede que o Executivo se endivide para pagar despesas correntes, como salários de funcionários.

Atualmente, a regra só pode ser contornada por meio de créditos suplementares ou especiais aprovados em sessão conjunta, por maioria absoluta -- ao menos 257 deputados e 41 senadores. Na prática, o Executivo, que havia ganhado mais autonomia, volta a depender do Congresso para burlar a regra. Há, ainda, outros destaques na fila para serem analisados pelo plenário.

Concluída esta etapa, o texto é analisado em segundo turno, quando precisará novamente de 308 votos dos 513 deputados para encaminhar a matéria ao Senado Federal. O líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), já começou as tratativas para reduzir a resistência dos parlamentares em torno da proposta, que adia o pagamento de dívidas da União já reconhecidas pela Justiça para viabilizar o pagamento das parcelas do Auxílio Brasil. 

O texto-base foi aprovado em primeiro turno na madrugada de 5ª feira (4.nov), por 312 a 144 -- apenas quatro votos a mais que o mínimo necessário. O governo contou com o apoio de mais de 20 votos de deputados das bancadas do PSB e do PDT, que, agora, foram pressionados pelas bancadas para mudarem o voto e serem contrários à PEC. Ainda assim, Lira tem reforçado que espera um placar ainda mais amplo nesta votação. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
congresso
governo
flavia arruda
pec dos precatorios
precatórios
gabriela-vinhal

Últimas notícias

Leilão de arroz, alta do dólar, ministro indiciado, MP devolvida: entenda semana tensa do governo Lula

Leilão de arroz, alta do dólar, ministro indiciado, MP devolvida: entenda semana tensa do governo Lula

Executivo ainda sofreu com avanço de pautas conservadoras no Congresso, alta do dólar e da inflação e saída de secretário do Ministério da Agricultura
Gestante que se jogou de prédio: diarista recebeu proposta sexual do mesmo homem

Gestante que se jogou de prédio: diarista recebeu proposta sexual do mesmo homem

Igor Campos está preso após as agressões cometidas no último domingo (08)
Policial penal de folga agride mulher e é preso em Goiás

Policial penal de folga agride mulher e é preso em Goiás

No dia seguinte, agressor foi trabalhar normalmente depois do crime; outro homem também participou da violência
Família denuncia hospital por negligência após morte de recém-nascida

Família denuncia hospital por negligência após morte de recém-nascida

Criança nasceu com infecção e, de acordo com os pais, recebeu alta antes do tempo
BeReal, rede social que cresceu entre a Geração Z, foi vendida por R$ 3 bilhões

BeReal, rede social que cresceu entre a Geração Z, foi vendida por R$ 3 bilhões

Rede social chamou a atenção em 2022 por ter a proposta de ser "anti-Instagram", teve queda no número de usuários e foi adquirida por uma produtora de jogos
Comércio cresce 0,9% em abril, diz IBGE

Comércio cresce 0,9% em abril, diz IBGE

Acumulado do ano chegou a 4,9%, enquanto nos últimos 12 meses, somou 2,7%
Tebet: "Não passa pela cabeça desvincular aposentadoria do salário mínimo"; entenda o que está em jogo

Tebet: "Não passa pela cabeça desvincular aposentadoria do salário mínimo"; entenda o que está em jogo

Ministra afirmou que Lula e equipe econômica estudam "modernização" de benefícios vinculados ao Orçamento
Três detentos pulam alambrado e fogem de presídio em Minas Gerais

Três detentos pulam alambrado e fogem de presídio em Minas Gerais

Trio acessou uma área de mata fechada próxima da Penitenciária de Teófilo Otoni
SP: Ônibus tomba e mulher fratura a perna em acidente

SP: Ônibus tomba e mulher fratura a perna em acidente

Veículo fretado trafegava na avenida Raimundo Pereira de Magalhães, em Perus, zona norte da cidade
Homem luta com bandido e é baleado dentro do carro

Homem luta com bandido e é baleado dentro do carro

Crime foi registrado em Poá, região metropolitana de São Paulo; vítima não resistiu e morreu
Publicidade
Publicidade