Publicidade

Presídios federais têm ocupação controlada, restrições de visitas e rodízio constante de presos

Entenda as regras das cinco penitenciárias, onde estão Fernandinho Beira-Mar (CV) e Marcola (PCC); fuga inédita em Mossoró (RN) completa 22 dias

Presídios federais têm ocupação controlada, restrições de visitas e rodízio constante de presos
Publicidade

Os presídios federais de segurança máxima têm 1.040 vagas destinadas aos presos de maior periculosidade, como os cabeças das facções criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho (CV). Foram criados a partir de 2006 para isolar lideranças do crime organizado e cortar os canais de comunicação deles com as ruas.

+ Fernandinho Beira-Mar é transferido do presídio de segurança máxima de Mossoró

Foi em um desses presídios, o de Mossoró (RN), que foi registrada a primeira fuga do Sistema Penitenciário Nacional, desde que eles começaram a ser criados, em 2006 — ano em que o PCC espalhou o terror em São Paulo: matou 59 agentes de segurança das ruas e fez rebeliões em 74 presídios do estado.

No Rio Grande do Norte, a caçada aos dois fugitivos do presídio de Mossoró entra no 22º dia de buscas nesta quarta-feira (6).

Deibson Cabral Nascimento, 33, o Deisinho, e Rogério da Silva Mendonça, 35, o Martelo, fugiram no dia 14 de fevereiro, pelo buraco da luminária da cela e pelo forro da unidade. A Polícia Federal (PF) abriu inquérito para apurar se houve facilitação ou ajuda para a fuga. Os dois são membros do Comando Vermelho do Acre e atuam na região de fronteira do Brasil com a Bolívia.

Nos presídios federais, não há superlotação. Cada preso fica em uma cela sozinho. O contato com os demais detidos é limitado e monitorado. Advogados também passam por triagem e detectores antes de acessar os clientes.

Inspirados no modelo de penitenciárias de segurança máxima dos Estados Unidos — chamadas de supermax —, as unidades têm estruturas especiais e um sistema de controle, monitoramento e regime prisional diferentes das unidades estaduais.

Sem superlotação

Com cinco unidades em funcionamento, as penitenciárias federais abrigam 489 presos. Uma realidade bem distinta da imensa massa carcerária que se amontoa nos 1.384 presídios estaduais.

O último balanço da Secretaria Nacional de Políticas Penais, de junho de 2023, registra que 644 mil presos estavam nas penitenciárias estaduais, para um total de 481 mil vagas.

Penitenciárias federais e total de presos:

  • Penitenciária Federal de Porto Velho (RO) - 134
  • Penitenciária Federal de Catanduvas (PR) - 126
  • Penitenciária Federal de Campo Grande (MS) - 115
  • Penitenciária Federal de Brasília (DF) - 43
  • Penitenciária Federal de Mossoró (RN) - 68

A recente transferência de 23 presos da unidade de Mossoró, entre eles Beira-Mar, é rotina nas unidades federais e busca quebrar o contato dos criminosos com funcionários e pessoas fora da unidade. Nesse último caso, ela foi feita para possibilitar o treinamento de equipes de segurança que vão reforçar a unidade.

Alguns procedimentos são também parte dessa rotina especial para isolar as lideranças do crime. O preso nessas cinco unidades é revistado sempre que deixa a cela e é feita uma revista no local toda vez que ele sai.

Outra regra é que o preso só consegue falar com visitas, seja familiar, amigo ou advogado, pelo parlatório ou por videoconferência. Eles também não têm acesso a meios de comunicação.

O isolamento dos presos e a falta de contato com familiares são duas das principais reclamações de entidades de defesa dos presos, em especial nas unidades federais.

Desde 2019, as regras foram ainda mais endurecidas, durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Presídios
facção criminosa
Governo

Últimas notícias

Museu do Futebol terá vídeo mostrando as condenações de Robinho e Daniel Alves por estupro

Museu do Futebol terá vídeo mostrando as condenações de Robinho e Daniel Alves por estupro

O vídeo das condenações aparece em um dos monitores de TV do espaço
STJ mantém prisão de vereador suspeito de tráfico de drogas em Minas Gerais

STJ mantém prisão de vereador suspeito de tráfico de drogas em Minas Gerais

Político é suspeito de integrar organização criminosa especializada em vários crimes, incluindo venda de armas de uso restrito
Ex-deputado estadual é baleado em tentativa de assalto a residência em São Paulo

Ex-deputado estadual é baleado em tentativa de assalto a residência em São Paulo

Márcio Camargo foi alvejado na perna e passa bem. Ele estava com a esposa quando dois criminosos invadiram a casa, durante a madrugada
Caso Brigadeirão: 6 pessoas são indiciadas pela morte de empresário no Rio

Caso Brigadeirão: 6 pessoas são indiciadas pela morte de empresário no Rio

Namorada do empresário e mentora espiritual vão responder por homicídio triplamente qualificado
PM envolvido em abordagem racista no Rio nega uso de fuzil

PM envolvido em abordagem racista no Rio nega uso de fuzil

Sargento disse em depoimento que havia recebido uma denúncia de roubo momentos antes da abordagem; agente diz que a dupla não usava câmeras corporais
Incêndio devastou ao menos 20% do Parque Ursulina, em Belo Horizonte

Incêndio devastou ao menos 20% do Parque Ursulina, em Belo Horizonte

Corpo de Bombeiros acredita que o fogo pode ter sido causado por ação humana; Área destruída equivale a quase 9 campos de futebol
"Abin paralela": Ramagem nega irregularidades e diz que ação da PF é política

"Abin paralela": Ramagem nega irregularidades e diz que ação da PF é política

Deputado e ex-diretor da agência de inteligência nega monitoramento de autoridades e diz não haver como ligar direção da Abin a software de espionagem
Itamaraty lança edital para concurso de diplomata; são 50 vagas com salário inicial em R$ 21 mil

Itamaraty lança edital para concurso de diplomata; são 50 vagas com salário inicial em R$ 21 mil

Inscrições poderão ser feitas a partir de segunda (15) e vão até 26 de julho, via site da Cebraspe (banca selecionada para o exame)
Câmera de segurança registra momento em que diretora de curso é arrastada por carro no RJ

Câmera de segurança registra momento em que diretora de curso é arrastada por carro no RJ

A vítima, Raquel Schwab, bateu a cabeça no chão e chegou a desmaiar; veja o vídeo
Atribuir aumento de alíquota à carne é "conversa fiada", diz deputado que relatou reforma tributária

Atribuir aumento de alíquota à carne é "conversa fiada", diz deputado que relatou reforma tributária

Antes da aprovação do primeiro projeto de regulamentação, Haddad disse, na última terça (9), que isenção de carne poderia elevar alíquota em 0,53%
Publicidade
Publicidade