Publicidade

Senai e Google vão ajudar estudantes a encontrar emprego

Central de carreiras usará IA do Google Cloud para mapear pontos fortes e fracos dos currículos dos candidatos para oferecer formação e vagas de trabalho

Senai e Google vão ajudar estudantes a encontrar emprego
Parceria entre Google e Senai promete ajudar estudantes a conseguir se profissionalizar para obter melhores empregos na indústria | Divulgação/Google
Publicidade

O Google Cloud, que fornece serviços de computação e armazenamento na nuvem, e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) fecharam uma parceria para oferecer uma plataforma para melhorar a taxa de empregabilidade dos jovens brasileiros, bem como a qualidade técnica dos trabalhadores da indústria. O anúncio aconteceu durante o evento Google for Brazil, na terça-feira (11).

A Central de Carreiras e Empregabilidade vai usar a inteligência artificial generativa do Google Cloud para mapear os pontos fortes e fracos dos estudantes, além de conectá-los a vagas de trabalho compatíveis com suas habilidades e aspirações de carreira.

A plataforma é parte de um convênio de 5 anos entre o Senai, SESI e Google, que vão ajudar os estudantes brasileiros ou estrangeiros com mais de 14 anos a alcançar cerca de 1,2 mil ocupações disponíveis.

Como funciona?

Para se cadastrar, basta fazer o upload do currículo, colocar as informações de seu perfil profissional, como o LinkedIn, ou enviar um áudio com a descrição falada de suas experiências ao longo da vida.

Após o preenchimento dos dados, a IA generativa do Google Cloud realiza uma avaliação para entender as habilidades deste candidato nos critérios de leitura, interpretação de texto, lógica, aspirações profissionais e outras habilidades exigidas pelo setor da indústria.

“A Central de Carreiras e Empregabilidade vai possibilitar aos estudantes de todo o país identificar lacunas de competências para a carreira que desejam seguir e para as quais há oportunidades de trabalho. O objetivo é preparar o jovem para o mercado de trabalho e oferecer à indústria profissionais mais qualificados. É um projeto precursor, que utiliza inteligência artificial para gerar um impacto positivo na economia e na sociedade”, defende o diretor-geral do SENAI, Gustavo Leal.

A ferramenta cria uma nota e um conjunto de competências que possibilitam uma recomendação inicial do próximo passo quanto à formação do estudante voltada para as vagas disponíveis no mercado de trabalho.

Com este recurso será possível levar em consideração informações sobre as capacidades para conseguir uma vaga de trabalho e como o Senai pode melhorar os currículos dos cursos oferecidos aos estudantes.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Indústria
Google
Senai
SESI
Google Cloud
Estudante
Emprego
trabalho

Últimas notícias

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Presidente dos EUA defendeu democracia como arena para debates pacíficos
Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Benefício é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218
SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (15); assista!
Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Publicidade
Publicidade