Publicidade

Inteligência artificial é "anabolizante para fake news", diz Alexandre de Moraes

Presidente do TSE está preocupado com o uso errado da tecnologia e novamente cobrou as responsabilidades das big techs

Inteligência artificial é "anabolizante para fake news", diz Alexandre de Moraes
"Não podemos permitir que essas Big Techs sejam consideradas empresas de tecnologia" discursa Alexandre de Moraes | Defensoria Pública da União
Publicidade

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, cobrou as empresas de tecnologia no combate à desinformação e defendeu a regulamentação da IA, porque a tecnologia “anabolizou notícias fraudulentas”, durante um seminário em Brasília (DF).

Em discurso no seminário internacional “Inteligência Artificial, Democracia e Eleições”, que começou na terça-feira (21), o ministro do STF argumentou que as inteligências artificiais não são ruins, mas seu mau uso prejudica a democracia.

O presidente do TSE também discursou sobre a desinformação e o período eleitoral, defendeu a necessidade da elaboração de uma declaração internacional pelos direitos digitais dos indivíduos, a ser redigida e liderada pela ONU.

Moraes comentou que a IA “por si só não é má, nem boa, é um instrumento tecnológico importante que pode ser bem utilizado ou pessimamente utilizado”, mas que seu potencial pode ser usado por grupos extremistas para produzir desinformação e prejudicar as eleições.

“A inteligência artificial, anabolizando as fake news, pode mudar o resultado de uma eleição. Até que aquilo seja desmentido, até que chegue a versão verdadeira a todo o eleitorado, isso pode mudar milhares de votos. Consequentemente, isso pode fraudar o resultado da vontade popular", explicou Moraes.

O ministro ainda considerou que as empresas de tecnologia têm muito poder, agindo como empresas de publicidade, mídia e informação. Por isso, Moraes observa que elas devem ser responsabilizadas como as demais empresas de mídia.

Moraes considera que as big techs agem como empresas de mídia e informação e devem ter responsabilidades | Defensoria Pública da União
Moraes considera que as big techs agem como empresas de mídia e informação e devem ter responsabilidades | Defensoria Pública da União
"Não podemos permitir que essas Big Techs sejam consideradas empresas de tecnologia. São empresas de publicidade, de mídia, de informação, e como tais, devem ser responsabilizadas igual todas as demais".

No final do discurso, Moraes ressaltou algumas medidas tomadas pelo TSE como a criação de um canal para identificar e combater desinformação.

Além disso, ele lembrou que o tribunal já proibiu o uso de deepfakes nas eleições e criou regras para limitar o uso da IA em campanhas.

O encontro foi promovido pelo TSE e pela Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Assista a íntegra do discurso de Moraes:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Tecnologia
Justiça
Eleições
Eleições municipais
Fake News
desinformação
Inteligência Artificial
Inteligencia artificial
TSE
STF

Últimas notícias

Putin elogia Coreia do Norte por apoio em guerra contra Ucrânia

Putin elogia Coreia do Norte por apoio em guerra contra Ucrânia

Presidente russo também alfinetou países ocidentais, dizendo que o plano de isolar Moscou não funcionou
Corpo de Jacqueline Laurence será velado no Teatro Tablado, no RJ, nesta terça-feira (18)

Corpo de Jacqueline Laurence será velado no Teatro Tablado, no RJ, nesta terça-feira (18)

Cerimônia ocorrerá das 10h e 14h e será aberta ao público; crematório será reservado aos familiares
Nota Fiscal Paulista libera R$ 34,7 milhões em créditos; veja como resgatar

Nota Fiscal Paulista libera R$ 34,7 milhões em créditos; veja como resgatar

Valor é referente às compras realizadas em fevereiro de 2024 e ficará disponível para transferência por um ano
Coreia do Sul volta a fazer disparos de advertência após norte-coreanos cruzarem fronteira

Coreia do Sul volta a fazer disparos de advertência após norte-coreanos cruzarem fronteira

Militares recuaram após os tiros; Seul acredita que violação não foi intencional
SBT News na TV: chuvas voltam ao RS e provocam novos alagamentos

SBT News na TV: chuvas voltam ao RS e provocam novos alagamentos

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta terça-feira (18); assista!
Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue em 2024

Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue em 2024

Números são maiores que os registrados em todo o ano de 2023
STF recebe queixa-crime de Bolsonaro contra Janones por crime de injúria

STF recebe queixa-crime de Bolsonaro contra Janones por crime de injúria

Deputado chamou ex-presidente de “assassino”, “miliciano” e “ladrãozinho de joias”; imunidade parlamentar foi rejeitada
Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 2

Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 2

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Supremo confirma prorrogação das cotas em concursos públicos por unanimidade

Supremo confirma prorrogação das cotas em concursos públicos por unanimidade

Após validade expirada, novo projeto para Lei de Cotas tramita no Congresso Nacional com mudanças
Problemas de saúde podem estar relacionados com a falta de sono, diz pesquisa

Problemas de saúde podem estar relacionados com a falta de sono, diz pesquisa

Estudo também mostrou que rugas, olheiras e flacidez na pele são algumas das consequências de se dormir menos de 7 horas por noite
Publicidade
Publicidade