Publicidade

Sessão na Câmara em homenagem aos 40 anos do MST tem vaias a oposicionistas e bate-boca

Rodolfo Nogueira (PL-MS) discutiu com Marcon (PT-RS), Valmir Assunção (PT-BA) e Odair Cunha (PT-MG)

Sessão na Câmara em homenagem aos 40 anos do MST tem vaias a oposicionistas e bate-boca
Rodolfo Nogueira batendo boca com Odair Cunha (Reprodução/WhatsApp)
Publicidade

Deputados federais bolsonaristas foram vaiados por militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, nesta quarta-feira (28), ao fazerem discursos com ataques ao MST durante sessão no plenário da Câmara para homenagem aos 40 anos do movimento. Entre os parlamentares, estão Rodolfo Nogueira (PL-MS) e Ricardo Salles (PL-SP), que foi relator da CPI do MST no ano passado.

+ Bolsonaro é internado em SP e passa por exames; médicos descartam nova cirurgia

Após discursar, Rodolfo Nogueira ainda bateu boca com três deputados do Partido dos Trabalhadores (PT) na sessão: Marcon (RS), Valmir Assunção (BA) e o líder da sigla na Câmara, Odair Cunha (MG).

Segundo a assessoria de imprensa do deputado do PL, após o término do discurso, deputados foram em sua direção "com o dedo em riste".

Vídeos gravados no plenário mostram as discussões. Rodolfo Nogueira é chamado de "moleque" no bate-boca com Marcon e Valmir e provoca: "Vai lá defender bandido, rapaz". É possível ouvir ainda o bolsonarista dizendo a Valmir que se ele quiser brigar, vão brigar.

Com Odair, Rodolfo Nogueira grita para não erguer o dedo para ele. "Você não tem autoridade para fazer isso", afirma o petista. Rodolfo Nogueira ainda manda Odair "baixar a bola".

O SBT News entrou em contato com os gabinetes dos petistas para pedir um posicionamento sobre o ocorrido. O espaço permanece aberto para manifestações.

Homenagem

A sessão em homenagem aos 40 anos do MST foi realizada a pedido de deputados do Psol, Rede Sustentabilidade e PT. No evento, houve discursos dos ministros Paulo Teixeira, do Desenvolvimento Agrário, e Sonia Guajajara, dos Povos Indígenas.

Em sua fala, Ricardo Salles disse que, infelizmente, os achados que tiveram na CPI do MST, sob sua ótica, "não trazem motivo para comemoração".

Ele disse ainda que os 40 anos do MST são "insucesso". Foi vaiado e chamado de "fascista" por militantes do movimento durante o discurso.

+ Comissão do Senado aprova política de promoção da atividade física para pessoas idosas

Já Rodolfo Nogueira disse que, em 40 anos, o MST não produziu nada no Brasil. Além de vaiado, foi chamado de "mentiroso"

A deputada Maria do Rosário (PT-RS), que comandava a sessão, fez um apelo após as falas de Salles e Nogueira, para que os deputados que não concordam com o MST respeitassem a democracia, o regimento interno e não agredissem o plenário.

Membros da Frente Parlamentar da Invasão Zero, junto à Frente Parlamentar da Agropecuária e parlamentares oposicionistas, chegaram a fazer uma coletiva nesta quarta-feira (28), no Salão Verde da Câmara, em repúdio à sessão em homenagem aos 40 anos do MST. Entre os presentes na coletiva, estiveram Salles e Nogueira.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Política
Congresso Nacional
Câmara

Últimas notícias

Museu do Futebol terá vídeo mostrando as condenações de Robinho e Daniel Alves por estupro

Museu do Futebol terá vídeo mostrando as condenações de Robinho e Daniel Alves por estupro

O vídeo das condenações aparece em um dos monitores de TV do espaço
STJ mantém prisão de vereador suspeito de tráfico de drogas em Minas Gerais

STJ mantém prisão de vereador suspeito de tráfico de drogas em Minas Gerais

Político é suspeito de integrar organização criminosa especializada em vários crimes, incluindo venda de armas de uso restrito
Ex-deputado estadual é baleado em tentativa de assalto a residência em São Paulo

Ex-deputado estadual é baleado em tentativa de assalto a residência em São Paulo

Márcio Camargo foi alvejado na perna e passa bem. Ele estava com a esposa quando dois criminosos invadiram a casa, durante a madrugada
Caso Brigadeirão: 6 pessoas são indiciadas pela morte de empresário no Rio

Caso Brigadeirão: 6 pessoas são indiciadas pela morte de empresário no Rio

Namorada do empresário e mentora espiritual vão responder por homicídio triplamente qualificado
PM envolvido em abordagem racista no Rio nega uso de fuzil

PM envolvido em abordagem racista no Rio nega uso de fuzil

Sargento disse em depoimento que havia recebido uma denúncia de roubo momentos antes da abordagem; agente diz que a dupla não usava câmeras corporais
Incêndio devastou ao menos 20% do Parque Ursulina, em Belo Horizonte

Incêndio devastou ao menos 20% do Parque Ursulina, em Belo Horizonte

Corpo de Bombeiros acredita que o fogo pode ter sido causado por ação humana; Área destruída equivale a quase 9 campos de futebol
"Abin paralela": Ramagem nega irregularidades e diz que ação da PF é política

"Abin paralela": Ramagem nega irregularidades e diz que ação da PF é política

Deputado e ex-diretor da agência de inteligência nega monitoramento de autoridades e diz não haver como ligar direção da Abin a software de espionagem
Itamaraty lança edital para concurso de diplomata; são 50 vagas com salário inicial em R$ 21 mil

Itamaraty lança edital para concurso de diplomata; são 50 vagas com salário inicial em R$ 21 mil

Inscrições poderão ser feitas a partir de segunda (15) e vão até 26 de julho, via site da Cebraspe (banca selecionada para o exame)
Câmera de segurança registra momento em que diretora de curso é arrastada por carro no RJ

Câmera de segurança registra momento em que diretora de curso é arrastada por carro no RJ

A vítima, Raquel Schwab, bateu a cabeça no chão e chegou a desmaiar; veja o vídeo
Atribuir aumento de alíquota à carne é "conversa fiada", diz deputado que relatou reforma tributária

Atribuir aumento de alíquota à carne é "conversa fiada", diz deputado que relatou reforma tributária

Antes da aprovação do primeiro projeto de regulamentação, Haddad disse, na última terça (9), que isenção de carne poderia elevar alíquota em 0,53%
Publicidade
Publicidade