Publicidade

Minha Casa, Minha Vida terá 110 mil novas residências com foco em áreas rurais e imóveis da União

Anúncio será feito pelo presidente Lula nesta quarta (10), em iniciativa que também contempla indígenas e quilombolas

Minha Casa, Minha Vida terá 110 mil novas residências com foco em áreas rurais e imóveis da União
Publicidade

+ Minha Casa, Minha Vida: como se inscrever e quem tem direito

Serão construídas aproximadamente 75 mil residências no campo através do MCMV - Rural e cerca de 38 mil casas na cidade por meio do MCMV - Entidades. Todas as construções serão da Faixa 1 do programa, em que o governo subsidia 95% do valor do imóvel e o beneficiário paga os 5% restantes em parcelas. Quem recebe Bolsa Família ou Benefício de Prestação Continuada (BPC) fica isento do pagamento.

O MCMV - Rural priorizou as comunidades tradicionais, como indígenas, quilombolas e municípios mais pobres, com menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH). Nessa modalidade, as casas costumam ser feitas nos próprios terrenos das famílias. Geralmente, os beneficiários utilizam mão de obra local para realizar as obras.

Segundo fontes do Ministério das Cidades afirmaram ao SBT News, no MCMV - Entidades foi dada prioridade para entidades que apresentaram projetos com imóveis da União, por meio do Imóvel da Gente. O programa tem como objetivo repassar para entidades, empresas ou prefeituras a administração de imóveis que não estão sendo utilizados pela Administração Federal. Também foi dada prioridade a municípios com déficit de construções do Minha Casa, Minha Vida.

+ Uso do FGTS futuro para a compra da casa própria é aprovado por conselho

Além de custar menos por já haver uma estrutura pronta, essas construções estão em áreas mais centrais, reduzindo a necessidade de outras obras de infraestrutura e oferecimento de serviços básicos, aumentando os custos à prefeitura.

A previsão do governo era entregar respectivamente 30 mil e 18 mil unidades habitacionais, em evento que aconteceria no começo do ano. Mas, segundo fontes do Ministério das Cidades, a demanda estava muito alta, e a pasta decidiu fazer um só edital mais do que dobrando a meta inicial. A razão da mudança de percurso seria uma demanda represada, principalmente, em razão de o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não ter construído residências voltadas para entidades e povos tradicionais.

Inicialmente, seria realizada uma outra inscrição no segundo semestre, mas o ministro Jader Filho e a equipe do Ministério das Cidades decidiram juntar os pedidos em apenas um edital para dar mais celeridade ao atendimento dos projetos.

+ Comissão do Senado aprova transferência à viúva de imóvel do Minha Casa, Minha Vida

Após o anúncio das 110 mil construções, nesta quarta, os selecionados pelo edital terão um prazo de cinco meses para apresentar o projeto à Caixa Econômica Federal com todas as licenças e permissões necessárias para construção. A meta do governo é entregar cerca de 2 milhões de unidades habitacionais para todas as faixas e categorias do Minha Casa, Minha Vida.

Minha Casa, Minha Vida - Entidades

O MCMV-Entidades tem por finalidade a concessão de financiamento subsidiado a famílias (com renda até R$ 2.640,00, na Faixa 1) organizadas de forma associativa por meio de entidades privadas sem fins lucrativos para produção de unidades habitacionais urbanas, com recursos do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS). O programa apoia a produção social da moradia e a participação da população como protagonista na solução de seus problemas habitacionais, estimulando a organização popular e a produção habitacional por autogestão.

A entidade responsável pela obra deve contratar profissional ou equipe de assessoria técnica para elaborar os estudos e projetos, além de acompanhar e fiscalizar a obra. Quando em regime de autogestão, a assessoria técnica também é responsável por gerenciar a execução do empreendimento.

Minha Casa, Minha Vida - Rural

Já o MCMV-Rural tem como público-alvo famílias residentes nas áreas rurais, como agricultores familiares, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores, povos indígenas, quilombolas rurais e demais povos e comunidades tradicionais.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Minha Casa, Minha Vida
Rural
Governo Lula
Lula
Bolsa família
Jader Filho

Últimas notícias

Assalto com granada deixa dois feridos em Copacabana, no Rio

Assalto com granada deixa dois feridos em Copacabana, no Rio

Bandido que estava com o explosivo conseguiu fugir; vítima foi encaminhada para o Hospital Municipal Miguel Couto
Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

O jogador de hóquei Matt Dawson quebrou o dedo semanas antes do início dos Jogos Olímpicos
SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

Pets foram castrados e receberam tratamento após as enchentes
Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Reuniões são necessárias para que legendas e federações possam lançar políticos na disputa e seguem calendário oficial da Justiça Eleitoral
Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Polícia Civil ainda apura as circunstâncias da morte da jovem de 26 anos na zona rural da cidade de Nova Mutum
Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Hospital Sírio-Libanês diz que parceiro que faz o serviço enfrentou instabilidade no sistema e coleta foi interrompida; outras unidades funcionam normalmente
"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

Vitor Soares disse que o acidente aconteceu "muito rápido" e "não teve como reagir"
Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Órgão máximo da ONU deu parecer consultivo sobre a legalidade da ocupação israelense de 57 anos de Jerusalém Oriental e Cisjordânia ocupada
"Eles que elejam o presidente que quiserem", diz Lula sobre eleições na Venezuela

"Eles que elejam o presidente que quiserem", diz Lula sobre eleições na Venezuela

Para o presidente da República, disputas eleitorais não interferem em julgamento dele sobre relações entre países
Censo aponta que 90% dos quilombolas sofrem com a falta de saneamento básico adequado

Censo aponta que 90% dos quilombolas sofrem com a falta de saneamento básico adequado

Quase 30% não possuem nem abastecimento de água, destinação do esgoto ou coleta de lixo, diz IBGE
Publicidade
Publicidade