Publicidade

Estados e escolas privadas têm responsabilidade de implementar reforma do ensino médio, diz relator

Agora, projeto segue para sanção do presidente Lula; deputado que relatou proposta acredita em implementação "na melhor velocidade possível"

Estados e escolas privadas têm responsabilidade de implementar reforma do ensino médio, diz relator
Escola | Gabriel Jabur/Agência Brasil
Publicidade

O relator do projeto que cria o novo ensino médio, deputado federal Mendonça Filho (União Brasil-PE), deu entrevista ao programa Brasil Agora desta quarta-feira (10) e comentou os próximos passos após aprovação da lei na Câmara. Agora, cabe ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionar, vetar trechos ou íntegra do texto. Assista no canal do SBT News no YouTube.

+ Senado aprova bolsa de pelo menos R$ 700 para estudantes de baixa renda do ensino superior

Para o deputado, há expectativa positiva "de sanção total ou veto pontual". "Eixos principais foram muito bem negociados com Camilo [Santana, ministro da Educação], forças de governo e oposição", declarou. O texto já havia sido aprovado na Câmara, mas teve de retornar porque passou por alterações no Senado Federal.

Implementação do novo ensino médio

A partir de 2025, deve começar a implementação do novo ensino médio. Filho informou que esse processo depende de mobilização de estados, que administram escolas públicas, e instituições privadas.

+ Pé-de-Meia: alunos do último ano do Ensino Médio devem receber R$ 3,2 mil ao final de 2024

"A primeira grande responsabilidade é dos estados, por meio das secretarias de Educação. Ofertam mais de 80% das vagas. Parte da mudança recai sobre educação privada. Todos segmentos estão mobilizados e se dedicarão a processo de implementação, já em curso. Se dedicarão a implementar na melhor velocidade possível", detalhou.

Segundo o deputado, a lei "garante acesso à educação técnica e profissional, flexibiliza currículo para valorizar protagonismo do jovem no seu itinerário formativo, conectando com mundo do trabalho, e torna ensino médio mais atrativo".

+ Escolas cívico-militares do Rio Grande do Sul são questionadas no STF

Em conversa com o apresentador Murilo Fagundes, Filho apontou que o novo ensino médio pode trazer, na prática, "mais empregabilidade, facilidade de acesso ao mercado de trabalho e melhoria da renda".

"Nada impede que jovem, depois, possa ter jornada rumo ao ensino superior", explicou o relator. Mendonça Filho liderou a reforma do ensino médio em 2017, quando era ministro da Educação no governo do ex-presidente Michel Temer (MDB) e propôs essa mudança.

Assista ao Brasil Agora desta quarta (10)

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil Agora
Ensino Médio
Novo Ensino Médio
Educação
Política
Câmara

Últimas notícias

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Biden volta a se pronunciar sobre atentado contra Trump: "política não deve ser campo de matança"

Presidente dos EUA defendeu democracia como arena para debates pacíficos
Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Pagamentos do Bolsa Família começam nesta semana; veja datas

Benefício é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218
SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

SBT News na TV: Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões em rifa virtual

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (15); assista!
Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Vídeo: Nego Di chega algemado ao Palácio da Polícia em Porto Alegre após ser preso por estelionato

Ele é suspeito de aplicar um golpe de rifa virtual que causou prejuízo de R$ 5 milhões a clientes
Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

Após identificar atirador, FBI busca informações sobre a motivação do atentado contra Trump

O diretor da polícia dos Estados Unidos declarou que as autoridades “não deixarão pedra sobre pedra” na investigação sobre a tentativa de assassinato
Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Publicidade
Publicidade