Publicidade

Pé-de-Meia: alunos do último ano do Ensino Médio devem receber R$ 3,2 mil ao final de 2024

Novo programa quer reduzir evasão escolar pagando a estudantes por matrícula, frequência mínima de 80% e realização do Enem

Pé-de-Meia: alunos do último ano do Ensino Médio devem receber R$ 3,2 mil ao final de 2024
Publicidade

O governo federal anunciou este ano a criação do programa Pé-de-Meia para reduzir a evasão escolar no Ensino Médio. Para quem está ingressando agora, o programa prevê o pagamento de R$ 9,2 mil até a conclusão da etapa de ensino. Mas quem está no último ano vai receber quanto?

Aos alunos do último ano (3º ano ou 3ª série) que concluírem os estudos, o programa recém-lançado deve pagar até R$ 3,2 mil. O Pé-de-Meia exige que o estudante esteja matriculado até este mês de abril em alguma escola da rede pública e seja inscrito no Cadastro Único (CadÚnico).

+EXPLICA: Pé-de-Meia vai pagar R$ 9,2 mil a aluno de baixa renda que concluir o ensino médio e realizar o Enem

Caso não façam nenhuma retirada, ao final do ano, os veteranos devem receber: R$ 200 (referente à matrícula de 2024) + R$ 200 (realização do Enem) + R$ 1,8 mil (pela frequência igual ou acima de 80%) + R$ 1 mil (pela finalização do ano letivo) = R$ 3,2 mil (total se cumprir todas as regras)

Para participar do Pé-de-Meia o estudante não precisa se inscrever. Os requisitos para a participação no programa serão verificados pelo MEC a partir dos dados das redes de ensino e do CadÚnico. Os alunos podem consultar se foram contemplados pelo programa por meio do aplicativo "Jornada do Estudante" (Google Play e Apple Store). As exigências (e as recompensas) são:

  • fazer a matrícula no início do ano letivo (em abril) — R$ 200, por ano;
  • ter frequência escolar de pelo menos 80% das horas letivas — R$ 1,8 mil, por ano, pago em 9 parcelas;
  • ser aprovado no final do ano letivo — R$ 1 mil, por ano (retidos até a finalização do Ensino Médio), mediante a realização da prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb);
  • fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no 3º ano — R$ 200 (retidos até a finalização do Ensino Médio).

Assim, alunos que estão no programa desde o 1° ano podem receber, caso não façam nenhum saque, R$ 9.200 ao fim do Ensino Médio. Aqueles que agora estão no 2º ano, R$ 6.200.

pe-de-meia-mec-reproducao-mec.png
pe-de-meia-mec-reproducao-mec.png

+Pé-de-Meia vai pagar R$ 200 por mês para alunos de baixa renda do ensino médio público

Os estudantes já começaram a receber as primeiras parcelas. O dinheiro é depositado numa conta criada automaticamente pela Caixa Econômica Federal no aplicativo "Caixa Tem". Ferramentas estão disponíveis nas lojas do Google e da Apple.

Importante: se o estudante for menor de idade, ele vai precisar da autorização de um dos pais para poder sacar ou transferir o valor. Essa liberação é feita também pelo "Caixa Tem". Basta o responsável acessar o aplicativo e, na seção do Pé-de-Meia, inserir os dados do filho.

Saiba mais:

+Lula diz que Pé-de-Meia dará a muitos estudantes a chance de não desistir da escola

+Lula confirma poupança para alunos do ensino médio; veja as regras

+Primeira etapa do Pé-de-Meia contemplará alunos de lares beneficiados pelo Bolsa Família

+MEC divulga estudantes contemplados pelo Pé-de-Meia nesta quarta; veja onde consultar

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Educação
Pé de Meia
Incentivo financeiro
Governo
Governo
Governo Lula
Ensino
Ensino Médio

Últimas notícias

Estudantes e professores protestam contra cortes na educação na Argentina

Estudantes e professores protestam contra cortes na educação na Argentina

Mobilização recebeu apoio de setores da oposição em todo o país
Após morte de Joca, Gol suspende transporte de cães e gatos por 30 dias

Após morte de Joca, Gol suspende transporte de cães e gatos por 30 dias

Segundo a empresa, a suspensão é "para se dedicar totalmente a concluir o processo de investigação" do caso
Perfis de bolsonaristas no X bloqueados pelo STF usaram canal de bate-papo para fazer lives "clandestinas"

Perfis de bolsonaristas no X bloqueados pelo STF usaram canal de bate-papo para fazer lives "clandestinas"

PF identificou que acusados de integrar milícia digital fizeram, dos EUA, transmissões ao vivo, por canais inativados judicialmente
Polícia desarticula quadrilhas especializadas em roubos a condomínios

Polícia desarticula quadrilhas especializadas em roubos a condomínios

Investigações pegaram criminosos que atuavam em 5 estados, se passavam por moradores e ostentavam nas redes sociais
Polícia prende integrantes de quadrilha envolvida na morte de empresário, em SP

Polícia prende integrantes de quadrilha envolvida na morte de empresário, em SP

Caso aconteceu em setembro do ano passado; criminosos usavam aplicativos de namoro para atrair as vítimas
Empresária condenada por matar o marido com um tiro na nuca se entrega à polícia em SP

Empresária condenada por matar o marido com um tiro na nuca se entrega à polícia em SP

Crime aconteceu em janeiro de 2013, na Zona Leste de São Paulo; Andressa Ramos de Araújo foi condenada a 13 anos e seis meses de prisão
Câmara aprova continuidade de benefício para o setor de eventos com impacto de R$ 15 bilhões

Câmara aprova continuidade de benefício para o setor de eventos com impacto de R$ 15 bilhões

Andamento do programa emergencial contrariou pedido do governo e valerá para 30 atividades econômicas. Texto segue para o Senado
Datena, educação e polarização na Segurança Pública: confira íntegra da entrevista de Tabata Amaral

Datena, educação e polarização na Segurança Pública: confira íntegra da entrevista de Tabata Amaral

Pré-candidata à Prefeitura de São Paulo pelo PSB falou sobre propostas para a maior cidade do Brasil ao SBT News
Candidatos reclamam de falhas técnicas e problemas na lista de espera do Fies

Candidatos reclamam de falhas técnicas e problemas na lista de espera do Fies

Mesmo com os problemas relatados, Ministério da Educação afirma que não deve fazer alterações no cronograma
Alckmin responde cobrança de Lula com meme de desenho animado: “Pé na tábua”

Alckmin responde cobrança de Lula com meme de desenho animado: “Pé na tábua”

Presidente havia cobrado vice-presidente e ministros agilidade e para melhorarem articulações com o Congresso Nacional
Publicidade
Publicidade