Publicidade

PF abre inquérito para apurar pesquisas eleitorais e institutos

Pedido foi encaminhado pelo ministro da Justiça; apuração analisa resultados distintos das urnas e dos levantamentos

PF abre inquérito para apurar pesquisas eleitorais e institutos
PF
Publicidade

A Polícia Federal abriu nesta 5ª feira (13.out) inquérito para apurar os institutos de pesquisas e os resultados divergentes dos levantados nas sondagens de intenção de voto e dos resultados das urnas.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O pedido de apuração foi feito pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, no dia 4 de outubro, logo após o primeiro turno das Eleições 2022.

O chefe da pasta foi acionado pela campanha do presidente, Jair Bolsonaro (PL). O Ministério da Justiça informou que "a divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime". 

O inquérito está na Superintendência da PF no Distrito Federal. 

Cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) também determinou nesta 5ª a instauração de inquérito administrativo para apurar possível combinação entre institutos de pesquisa, com o intenção de manipular o mercado e os consumidores. A decisão foi do presidente do Cade - órgão vinculado ao Ministério da Justiça -, Alexandre Cordeiro Macedo.

Segundo o presidente do Cade, a diferença entre as pesquisas e o resultado das urnas aponta indícios de que os erros façam parte de uma ação orquestrada dos institutos de pesquisa na forma de cartel. Macedo diz ainda que é pouco provável que a grande quantidade de pesquisas errando no mesmo sentido seja fruto de mero acaso.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
pf
eleições 2022
pesquisas
cade

Últimas notícias

BMW blindada de ex-jogador de Palmeiras e Vasco é atingida por tiro no Rio

BMW blindada de ex-jogador de Palmeiras e Vasco é atingida por tiro no Rio

Cunhado do atleta dirigia o carro; zagueiro Luan foi transferido para o Toluca, do México, em junho deste ano
Fóssil de dinossauro com mais de 233 milhões de anos é encontrado após enchente no RS

Fóssil de dinossauro com mais de 233 milhões de anos é encontrado após enchente no RS

Ossada foi achada parcialmente exposta em São João do Polêsine, no Rio Grande do Sul
Em protesto contra o uso de IA, Disney sofre ataque hacker e dados são vazados

Em protesto contra o uso de IA, Disney sofre ataque hacker e dados são vazados

Ação foi manifestação contra arte produzida com inteligência artificial na empresa; informações foram roubadas
MDB x PT nas eleições: Lula não cobra de estarmos contra candidato do nosso partido, diz Jader Filho

MDB x PT nas eleições: Lula não cobra de estarmos contra candidato do nosso partido, diz Jader Filho

Ministro das Cidades defende pragmatismo em campanhas municipais e disse que não estará "em palanque de alguém que faça oposição radical a Lula"
Meta retira restrições das redes sociais de Trump

Meta retira restrições das redes sociais de Trump

Em 2023, os perfis do republicano foram restabelecidos no Instagram e no Facebook
Lula defende regulação das redes sociais e diz que big techs ganham dinheiro com mentiras

Lula defende regulação das redes sociais e diz que big techs ganham dinheiro com mentiras

Com o PL das fake news travado, presidente disse que governo pode enviar ao Congresso outro projeto para regular a atuação de big techs
Google pode comprar startup de cibersegurança por R$ 124 bilhões

Google pode comprar startup de cibersegurança por R$ 124 bilhões

Aquisição da Wiz pode ser a maior aquisição da história da empresa de tecnologia, segundo jornal Wall Street Journal
Turista que estava na Bahia pode ter morrido por picada de aranha-marrom

Turista que estava na Bahia pode ter morrido por picada de aranha-marrom

Suspeita é que jornalista paulista tenha sido picado em restaurante
Astros de "Wolverine" e "Deadpool" estão no Rio de Janeiro

Astros de "Wolverine" e "Deadpool" estão no Rio de Janeiro

Chegada do elenco faz parte da divulgação de novo filme
PF mira extração ilegal de madeira em terra indígena no Maranhão e investiga envolvimento de povos originários

PF mira extração ilegal de madeira em terra indígena no Maranhão e investiga envolvimento de povos originários

Um indígena da TI Geralda/Toco Preta foi preso; um dos alvos de mandado de prisão está foragido
Publicidade
Publicidade