Publicidade

União Europeia anuncia um acordo com regras mais rígidas para o acolhimento de migrantes

Proposta, que sofreu críticas de organizações de direitos humanos, deve entrar em vigor no ano que vem

União Europeia anuncia um acordo com regras mais rígidas para o acolhimento de migrantes
Publicidade

A União Europeia anunciou um acordo com regras mais rígidas para o acolhimento de migrantes. A proposta, que sofreu críticas de organizações de direitos humanos, deve entrar em vigor no ano que vem.

A reforma do sistema migratório na União Europeia quer fortalecer ainda mais o controle nas fronteiras contra migrantes ilegais. Uma espécie de triagem, com dados mais precisos e completos, vai dizer se o refugiado tem ou não o direito de receber asilo dentro do bloco.

A proposta depende agora da aprovação formal do Parlamento e do Conselho Europeu, mas já foi muito comemorada pelo vice-presidente da Comissão Europeia, Margaritis Schinas. Ele disse que serão barrados aqueles que "não têm motivos legais para estar sob proteção do bloco".

O novo pacto foi duramente criticado pela Anistia Internacional e por organizações de direitos humanos. Mais de 50 ONGs assinaram uma carta aberta alertando sobre os riscos do acordo ser "mal concebido, caro e cruel".

Segundo a Agência Europeia de Guarda de Fronteiras e Costeira, 2023 registrou um aumento de 17% na entrada de imigrantes ilegais, nos primeiros 11 meses, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram mais de 355 mil casos, o número mais alto desde 2016.

Espanha, Itália e Grécia são os principais destinos. A rota da África Ocidental, através do Mar Mediterrâneo, é a que registra o maior número de travessias irregulares. Refugiados da Síria, Guiné e Afeganistão lideram a lista.

Na França, a tendência será a mesma. Deputados de centro e de direita, em maioria no Parlamento, aprovaram um projeto de lei que prevê maior rigidez no processo de imigração, evai tornar mais difícil o direito à cidadania a filhos de imigrantes.

Segundo os parlamentares, a medida vai garantir mais benefícios sociais às famílias francesas. A aprovação do projeto de lei fez o ministro da Saúde pedir demissão nesta 4ª feira (20.dez).

A líder do partido de esquerda ''A França Insubmissa'', Mathilde Panot, falou que ''a lei é uma violência insuportável contra os princípios franceses", pois, segundo ela, "atacar os estrangeiros significa atacar a si mesmo''.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Mundo
Imigração
Imigrantes

Últimas notícias

INSS inicia pagamentos da segunda parcela do 13º salário; veja quem tem direito

INSS inicia pagamentos da segunda parcela do 13º salário; veja quem tem direito

Depósitos serão feitos até 8 de maio, junto com o benefício referente ao mês de abril
Ataque com faca deixa três feridos em metrô na França

Ataque com faca deixa três feridos em metrô na França

Incidente foi registrado na estação Place Jean Jaurès, em Lyon; agressor foi preso
Com 16ºC, SP registra menor temperatura máxima do ano

Com 16ºC, SP registra menor temperatura máxima do ano

Madrugadas devem continuar geladas até o fim da semana; mínimas ficarão entre 12ºC e 14ºC
Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 7

Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 7

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
SBT News na TV: número de mortos sobe para 169 no RS; Israel volta a atacar Rafah

SBT News na TV: número de mortos sobe para 169 no RS; Israel volta a atacar Rafah

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (27); assista!
Acidente com ônibus do IFPA deixa 4 mortos próximo à usina de Tucuruí, no Pará

Acidente com ônibus do IFPA deixa 4 mortos próximo à usina de Tucuruí, no Pará

Veículo estava conduzindo os estudantes e servidores para a participação na Etapa Estadual dos Jogos dos Institutos Federais (JIF) 2024
Incêndio atinge loja em bairro afetado pelas enchentes em Porto Alegre

Incêndio atinge loja em bairro afetado pelas enchentes em Porto Alegre

Ruas do bairro Humaitá estão alagadas pelas enchentes desde o início de maio, o que dificulta a chegada dos profissionais
Ataques aéreos de Israel deixam pelo menos 35 mortos em Rafah, no sul da Faixa de Gaza

Ataques aéreos de Israel deixam pelo menos 35 mortos em Rafah, no sul da Faixa de Gaza

Ministério da Saúde de Gaza disse que mulheres e crianças representam a maioria dos mortos e dezenas de feridos
Após trégua de chuvas no fim de semana, formação de ciclone deixa RS em alerta nos próximos dias

Após trégua de chuvas no fim de semana, formação de ciclone deixa RS em alerta nos próximos dias

Defesa Civil alerta para transbordamento de rios e aponta risco de ventos de até 100km/h; situação fez aulas serem suspensas
Carro sem roda tenta fugir de perseguição policial em São Paulo; veja o vídeo

Carro sem roda tenta fugir de perseguição policial em São Paulo; veja o vídeo

Veículo roubado por criminosos capotou, mas manteve rota de fuga de 12 viaturas policiais mesmo sem roda e sem pneu
Publicidade
Publicidade