Publicidade

Netanyahu volta a rejeitar condições do Hamas para libertação de reféns

Proposta incluía fim da guerra e retirada total das tropas israelenses de Gaza

Netanyahu volta a rejeitar condições do Hamas para libertação de reféns
Benjamin Netanyahu | Wikimedia Commons
Publicidade

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, rejeitou as exigências feitas por Yahya Sinwar, líder do Hamas, nas negociações para a libertação de reféns. Em comunicado divulgado no domingo (26), o premiê se opôs a acabar com a guerra na Faixa de Gaza, a retirar das tropas israelenses do enclave e a deixar o Hamas “intacto”.

+ Corpo de refém brasileiro encontrado morto em Gaza é enterrado em Israel

“O primeiro-ministro Netanyahu opõe-se fortemente a isto. As informações fornecidas pela equipa de negociação apenas endurecem a posição do Hamas, prejudicam as famílias e atrasam a libertação dos nossos reféns”, disse o gabinete do premiê.

As negociações entre Israel e Hamas vêm sendo mediadas há meses por líderes internacionais. O principal objetivo do governo israelense é recuperar os mais de 120 reféns detidos pelo Hamas em outubro de 2023, durante o ataque que deu início à guerra em Gaza. Já o grupo extremista espera por um cessar-fogo temporário.

Parece haver um consenso entre a maioria sobre os princípios do acordo, o cessar-fogo deve ocorrer em paralelo à libertação dos reféns israelenses e dos prisioneiros palestinos – assim como acordado na primeira trégua temporária. Várias versões do acordo já foram elaboradas, mas os diálogos continuam enfrentando impasse de ambas as partes.

Ataque em Rafah

Enquanto as negociações não saem do papel, o exército israelense segue avançando pela cidade de Rafah, no sul de Gaza. No domingo (26), pelo menos 35 palestinos foram mortos durante um ataque em uma área designada para deslocados. Profissionais de saúde disseram que os bombardeios aéreos atingiram tendas de ajuda humanitária.

O ataque ocorreu dois dias após o Tribunal Internacional de Justiça ter ordenado a Israel que pusesse fim à ofensiva militar em Rafah, último abrigo de 1,5 milhão de palestinos.

Ao todo, a guerra entre Israel e Hamas já deixou pouco mais de 37 mil mortos, sendo 1,2 mil em Israel e 36 mil em Gaza. O número de óbitos deve aumentar, uma vez que 80% dos 2,3 milhões de habitantes do enclave estão deslocados e quase toda a população está enfrentando casos de insegurança alimentar aguda grave.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Israel
Hamas
Refém
Guerra
Faixa de Gaza

Últimas notícias

Idoso é morto a facadas e assassino deixa bilhete ao lado do corpo

Idoso é morto a facadas e assassino deixa bilhete ao lado do corpo

Polícia Civil do Paraná prendeu o autor do crime, que confessou ter matado João Pedro dos Santos, de 66 anos
Veja vídeo: meteoro risca o céu de cidade no Paraná

Veja vídeo: meteoro risca o céu de cidade no Paraná

Fenômeno foi flagrado em Telêmaco Borba na madrugada deste sábado (22)
Pequinês é eleito o cachorro mais feio do mundo; veja fotos

Pequinês é eleito o cachorro mais feio do mundo; veja fotos

Wild Thang já havia participado da competição outras quatro vezes e foi premiado com US$ 5 mil
Recém-nascidos são fotografados em clima de São João em hospital na Bahia

Recém-nascidos são fotografados em clima de São João em hospital na Bahia

Ensaio tem objetivo de promover a humanização, socialização e acolhimento das mães e bebês
Portabilidade da dívida do cartão de crédito passa a valer em 1º de julho

Portabilidade da dívida do cartão de crédito passa a valer em 1º de julho

Cliente vai poder pedir a transferência do saldo do rotativo para outro banco, com melhores condições de pagamento, de graça
Morre Ronald Antonucci, da dupla Os Vips, aos 81 anos

Morre Ronald Antonucci, da dupla Os Vips, aos 81 anos

Cantor fez sucesso na Jovem Guarda com o irmão Márcio Antonucci, falecido em 2014
Entenda as polêmicas do projeto que permitirá mudanças urbanísticas drásticas em Brasília

Entenda as polêmicas do projeto que permitirá mudanças urbanísticas drásticas em Brasília

Proposta foi aprovada pela Câmara Legislativa do Distrito Federal e, agora, irá para sanção do governador Ibaneis Rocha
Quina de São João: 3 apostas dividem prêmio de R$ 229,9 milhões; confira o resultado

Quina de São João: 3 apostas dividem prêmio de R$ 229,9 milhões; confira o resultado

Ganhadores são de Gouveia (MG), Viamão (RS) e São José do Rio Preto (SP)
Mega-Sena acumula e chega a R$ 93 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 93 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 108 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 38 mil cada
Com três palcos dedicados a shows, Virada ODS agita fim de semana em São Paulo

Com três palcos dedicados a shows, Virada ODS agita fim de semana em São Paulo

Ação faz parte das estratégias para promover o desenvolvimento sustentável, de acordo com o que orienta a ONU, a Organização das Nações Unidas
Publicidade
Publicidade