Publicidade

Israel divulga planos para a administração da Faixa de Gaza após fim da guerra

Tel Aviv afirma que terá a responsabilidade pela segurança em toda a fronteira, mas o território palestino não terá a presença de militares

Israel divulga planos para a administração da Faixa de Gaza após fim da guerra
Publicidade

Israel divulgou os planos para a administração da Faixa de Gaza quando o conflito contra o Hamas chegar ao fim, apesar de não existir um prazo para que isso aconteça.

Tel Aviv afirma que terá a responsabilidade pela segurança em toda a extensão da fronteira, mas o território palestino não terá a presença de militares - como acontece hoje na Cisjordânia. O texto ainda afirma que não haverá a presença de civis israelenses, nem a construção de assentamentos.

A recuperação da estrutura de Gaza seria responsabilidade de uma força-tarefa internacional. Também foram divulgados planos para a próxima fase do conflito. Nela, Israel pretende concentrar os ataques no norte do território e diminuir a presença de tropas na região. As operações militares ao sul serão focadas em encontrar líderes do Hamas e os mais de 100 reféns que ainda são mantidos pelo grupo.

O número de palestinos mortos pelos bombardeios israelenses chega a quase 23 mil, segundo o Ministério da Saúde local, que é controlado pelo Hamas.

Nesta sexta-feira, israelenses e estrangeiros soltos durante a troca de reféns por prisioneiros, no ano passado, visitaram pela primeira vez os locais dos ataques terroristas de outubro.

Apoio americano

Os Estados Unidos estão oferecendo o equivalente a quase R$ 50 milhões por informações sobre cinco homens considerados financiadores do Hamas. Eles já eram classificados como terroristas pelo governo americano, antes mesmo dos ataques em Israel.

De Washington, o presidente Joe Biden decidiu enviar, mais uma vez, o mais alto diplomata do país para o Oriente Médio. Nesta quarta viagem, o secretário de Estado Antony Blinken tenta encontrar apoio de aliados árabes em meio à ameaça crescente de um conflito regional.

Mais conflitos

Na fronteira entre Israel e Líbano, a tensão com o Hezbollah continua. O grupo acusa Tel Aviv de desrespeitar a lei internacional ao bombardear um prédio de Beirute. O ataque matou um dos líderes do Hamas. Nesta sexta-feira, os libaneses formalizaram uma reclamação contra Israel no Conselho de Segurança da ONU.

No Iraque, um dia depois de um ataque americano matar o líder de uma milícia, o governo anunciou que se prepara para iniciar o fim da missão dos Estados Unidos no país. Atualmente, Washington mantém 2.500 soldados no território iraquiano, com a justificativa de impedir um novo fortalecimento do Estado Islâmico.

O grupo terrorista assumiu a autoria do atentado que matou mais de 80 pessoas durante as homenagens ao general Qassim Soleimani -- morto pelos Estados Unidos há quatro anos. Nesta sexta-feira, o Irã informou que prendeu vários suspeitos de ligação com o ataque.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Mundo
Guerra
Israel
Hamas
Estados Unidos

Últimas notícias

Brasil se aproxima de 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil se aproxima de 3 mil mortes por dengue em 2024

Ministério da Saúde já confirma 2.959 óbitos pela doença; outros 2.662 estão sob investigação
CONTEXTUALIZANDO: Detentos em abrigos do RS são do semiaberto e não têm relação com crimes de violência sexual

CONTEXTUALIZANDO: Detentos em abrigos do RS são do semiaberto e não têm relação com crimes de violência sexual

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Polícia da Bahia se consolida como a que mais mata no Brasil em 2024

Polícia da Bahia se consolida como a que mais mata no Brasil em 2024

Estado deixa para trás SP e RJ na lista de letalidade policial; em média, 18 pessoas foram mortas por dia por agentes de segurança no Brasil no 1º trimestre
Brasil Agora: Lixo toma conta de ruas em Porto Alegre; Lula sanciona Perse

Brasil Agora: Lixo toma conta de ruas em Porto Alegre; Lula sanciona Perse

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quinta-feira (23)
Derrotada nas primárias, Nikki Haley anuncia voto em Trump nas eleições dos EUA

Derrotada nas primárias, Nikki Haley anuncia voto em Trump nas eleições dos EUA

Política foi o último obstáculo para a nomeação do ex-presidente no Partido Republicano
Imposto de Renda 2024: Receita abre consulta ao 1º lote de restituição nesta quinta-feira (23)

Imposto de Renda 2024: Receita abre consulta ao 1º lote de restituição nesta quinta-feira (23)

Créditos somam R$ 9,5 bilhões e serão depositados para mais de 5,5 milhões de contribuintes
Médico é afastado após negar atestado para mãe cuidar de filho doente

Médico é afastado após negar atestado para mãe cuidar de filho doente

Profissional alegou que criança de cinco anos poderia ficar sozinha em casa; Conselho Regional de Medicina do Paraná investiga o caso
RS recebe primeiras unidades de habitação emergencial enviadas pela ONU

RS recebe primeiras unidades de habitação emergencial enviadas pela ONU

Estruturas são montáveis e serão instaladas para acolher desabrigados
Tornado devasta estado e deixa cinco mortos nos EUA

Tornado devasta estado e deixa cinco mortos nos EUA

Fenômeno foi classificado na categoria EF-3 pelo Serviço Nacional de Meteorologia; cidade de Greenfield foi a mais afetada
Senado aprova projeto que cria área específica em presídios para população LGBTQIA+

Senado aprova projeto que cria área específica em presídios para população LGBTQIA+

Texto também garante capacitação continuada de profissionais do sistema penitenciário sobre direitos humanos e igualdade
Publicidade
Publicidade