Publicidade

Apenas 57 empresas são responsáveis por 80% das emissões globais de CO2 no mundo

Estudo também afirma que as companhias expandiram as operações desde o Acordo de Paris, de 2025, ao invés de diminuir

Apenas 57 empresas são responsáveis por 80% das emissões globais de CO2 no mundo
Demanda por petróleo e gás natural deve cair mais de 55% para zerar as emissões de dióxido de carbono (CO2) até 2050 | Pixabay
Publicidade

Oitenta por cento das emissões globais de CO2 produzidas desde o Acordo de Paris, assinado em 2015, até o ano de 2022, são atribuídas a um pequeno grupo de 57 empresas que pertencem aos setores de petróleo, gás, carvão e cimento, segundo um novo relatório da InfluenceMap, que usa a base de dados Carbon Majors.

Além disso, de acordo com o levantamento, mais de 70% das emissões globais de gás carbônico que aconteceram desde a Revolução Industrial podem ser atribuídas a 78 entidades produtoras corporativas e estatais, e apenas 19 entidades contribuíram com 50% destas emissões.

+ Efeito estufa: pesquisa alerta para emissões de SF6, gás 24 mil vezes mais potente que o CO2

Historicamente, as companhias pertencentes a investidores são responsáveis por 31% de todas as emissões monitorizadas pela base de dados, sendo a Chevron, a ExxonMobil e a BP as três maiores contribuintes.

As empresas estatais estão ligadas a 33% do total, com Saudi Aramco, Gazprom e National Iranian Oil Company na liderança. Os estados-nação respondem pelos 36% restantes – a produção de carvão da China (14%) e a antiga União Soviética (6,8%) são as principais.

Das 100 companhias, 58% estavam associadas a emissões mais elevadas nos sete anos após o Acordo de Paris do que no período anterior. Este aumento é maior na Ásia, onde 13 em cada 15 (87%) avaliadas estão ligadas a emissões mais elevadas em 2016-2022 do que em 2009-2015, e no Oriente Médio, onde este número é de 7 em cada 10 empresas (70%).

Nas demais regiões os números são os seguintes: Europa -13 de 23 empresas (57%): América do Sul - 3 de 5 (60%); Austrália - 3 de 4 (75%); África - 3 de 6 (50%); América do Norte - 16 de 37 (43%).

A base de dados Carbon Majors também constatou que a maioria das empresas estatais (65%) e de propriedade de investidores (55%) expandiram as suas operações de produção desde o Acordo de Paris.

+"Vivemos uma crise climática e a humanidade tem que entender isso", avalia especialista

“É moralmente repreensível que as empresas continuem a expandir a exploração e produção de combustíveis de carbono, apesar do conhecimento, já há décadas, de que os seus produtos são prejudiciais”, disse Richard Heede, que criou o conjunto de dados Carbon Majors em 2013, ao The Guardian. “Não culpe os consumidores, que foram forçados a depender do petróleo e do gás", complementa.

Heede diz ainda que os produtores de combustíveis fósseis têm a obrigação moral de pagar pelos danos que causaram e exacerbaram por meio das táticas protelatórias. Ele também citou a proposta feita por Mia Mottley, a primeira-ministra de Barbados, para que as empresas de petróleo e gás contribuam com pelo menos US$ 0,10 por cada dólar para um fundo de perdas e danos.

+ Belo Monte produz baixa emissão de CO2, diz estudo da UFRJ

“Esta é uma ameaça à civilização como a conhecemos. Se a situação atual continuar, não teremos um planeta habitável para os nossos filhos e netos. Devemos reunir vontade política e empresarial para evitar a pior ameaça que as mudanças climáticas representam. Nós podemos fazer isso.”

Veja os 10 países mais emissores historicamente (1854–2022)

1- China (carvão) - 276,45 MtCO2e - 14.0%

2- Antiga União Soviética - 135,113 MtCO2e - 6.8%

3- Saudi Aramco 68,832 MtCO2e - 3.6%

4- Chevron - 57,898 MtCO2e - 3.0%

5- ExxonMobil - 55,105 MtCO2e - 2.8%

6- Gazprom - 50,687 MtCO2e - 2.3%

7 -National Iranian Oil Co. - 43,112 MtCO2e - 2.2%

8- BP - 42,530 MtCO2e - 2.2%

9- Shell - 40,674 - 2.1%

10 - Índia (carvão) - 29,391 MtCO2e - 1.5%

Veja as 10 empresas mais emissoras desde o Acordo de Paris (2016–2022)

1- Saudi Aramco - 13,256 MtCO2e - 4.8%

2- Gazprom - 10,127 MtCO2e - 3.3%

3- Coal India - 8,509 MtCO2e - 3.0%

4- National Iranian Oil Co. - 8,176 MtCO2e - 2.8%

5- Rosneft - 5,734 MtCO2e - 2.1%

6- CNPC - 4,966 MtCO2e - 1.7%

7- Abu Dhabi National Oil Co. - 4,746 MtCO2e - 1.7%

8- ExxonMobil - 4,086 MtCO2e - 1.4%

9- Iraq National Oil Co. - 3,695 MtCO2e - 1.4%

10- Shell - 3,621 MtCO2e - 1.2%

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Poluição
Aquecimento global
Acordo de Paris
Meio Ambiente

Últimas notícias

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Militares disseram que são capazes de alistar 3 mil este ano; 66 mil são elegíveis para alistamento
Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Resolução da agência é publicada semanas após morte do empresário Henrique Chagas, em São Paulo
Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Casal usava senha do dispositivo até vítima alterar a combinação de números; crime brutal por motivo banal foi registrado no Pará
Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

IA generativa Meta AI terá acesso as fotos e legendas compartilhadas publicamente nas redes sociais da big tech
Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Nelsinho Trad (PSD-MS) disse que trabalha para acelerar tramitação de projeto de lei que institui Política Nacional de Manejo Integrado do Fogo
Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Veículos estavam no estacionamento de empresa na Barra Funda; ninguém se feriu
SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

Fernando Sastre Filho está preso pela morte de condutor de aplicativo após colisão na zona leste da capital paulista, em março
WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

Jornalista australiano fundou plataforma que publicou milhares de documentos confidenciais dos Estados Unidos e estava preso na Inglaterra desde 2019
Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Mulher estava desaparecida há oito dias; ela saiu de Piracicaba, no interior de SP, e foi para o Mato Grosso do Sul
Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Policial foi morto com tiros da própria arma durante briga na zona leste de SP; dono do local também foi detido
Publicidade
Publicidade