Publicidade

Mais de 12 mil carros foram incendiados durante protestos na França, diz governo

Manifestantes contestam violência policial contra minorias; 3,5 mil pessoas foram presas

Mais de 12 mil carros foram incendiados durante protestos na França, diz governo
Até o momento, calcula-se que os protestos causaram um prejuízo de mais de R$ 5 bilhões aos cofres públicos | Reprodução/Twitter
Publicidade

Os protestos na França contra a violência policial, iniciados no dia 27 de junho, já resultaram na destruição de 2,5 mil edifícios e pouco mais de 12 mil carros - todos incendiados por manifestantes. Os dados foram divulgados pelo ministro do Interior, Gérald Darmanin, durante sessão no Senado na tarde de 4ª feira (5.jul).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Até o momento, calcula-se que os protestos causaram um prejuízo de mais de R$ 5 bilhões aos cofres públicos. Durante a sessão, Darmanin confirmou a prisão de 3,5 mil pessoas, sendo a maioria por participação na depredação dos patrimônios. Entre os detidos, mais de 50% têm idades entre 17 e 18 anos, enquanto 10% são estrangeiros

"A situação atual é calma, depois de momentos tão difíceis. No entanto, é preciso vigiar", disse o ministro, ressaltando que 45 mil policiais foram mobilizados.

+ Tumulto na França: promotores investigam morte de homem por bala de borracha

Os protestos fazem parte de uma onda de revolta na França que já dura uma semana. Os manifestantes contestam a violência policial contra minorias depois que um jovem de 17 anos foi morto durante uma blitz na comuna de Nanterre, no subúrbio de Paris. Segundo Darmanin, o agente, que já está preso, é acusado de homicídio.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
carros
incendiados
protestos
frança
governo
violencia policial
prisoes
onda de revolta
gérald darmanin

Últimas notícias

Morre, aos 67 anos, o cantor Chrystian, ex-dupla de Ralf

Morre, aos 67 anos, o cantor Chrystian, ex-dupla de Ralf

Sertanejo havia sido internado, nesta quarta-feira (19), no Hospital Samaritano, em São Paulo; causa da morte não foi informada
Senado aprova Novo Ensino Médio com carga de 2.400 horas e espanhol obrigatório

Senado aprova Novo Ensino Médio com carga de 2.400 horas e espanhol obrigatório

Como o texto foi alterado, o projeto, agora, retorna à Câmara dos Deputados para uma nova votação
Conselho de Ética arquiva processo contra Fernanda Melchionna por “familícia Bolsonaro”

Conselho de Ética arquiva processo contra Fernanda Melchionna por “familícia Bolsonaro”

Ação foi movida pelo PL por ofensas em discussão com deputado Eduardo Bolsonaro e com senador Flávio Bolsonaro
Polícia apreende 200 kg de cocaína em supermercado de São Paulo

Polícia apreende 200 kg de cocaína em supermercado de São Paulo

Investigadores surpreenderam os traficantes que faziam a entrega da droga no estacionamento do local
Câmara do DF aprova projeto que permitirá mudanças urbanísticas drásticas em Brasília

Câmara do DF aprova projeto que permitirá mudanças urbanísticas drásticas em Brasília

Se sancionada, a lei liberará que prédios no setor hoteleiro possam aumentar de 3 para 12 andares e que comércios se instalem em área de embaixadas
Argentina retira sigilo de documento sobre atentados em associação judaica

Argentina retira sigilo de documento sobre atentados em associação judaica

Mais de 80 pessoas morreram no ataque; investigação mostra que os explosivos passaram Brasil
Moraes recua e libera conteúdo com denúncias contra Lira

Moraes recua e libera conteúdo com denúncias contra Lira

O ministro havia mandado derrubar um vídeo e dois textos sobre supostas agressões do presidente da Câmara à ex-esposa
Câmera de clínica de saúde mental flagra funcionário assediando paciente

Câmera de clínica de saúde mental flagra funcionário assediando paciente

Polícia de Pernambuco indiciou o homem por estupro de vulnerável, mas ele está foragido
Justiça de SP prende suspeitos de falsificar assinatura para soltar narcotraficante do PCC

Justiça de SP prende suspeitos de falsificar assinatura para soltar narcotraficante do PCC

O documento é um habeas corpus que autorizava a libertação de "Fuminho", braço direito do PCC
Governo da Argentina entrega ao Itamaraty lista de foragidos pelos ataques de 8 de janeiro

Governo da Argentina entrega ao Itamaraty lista de foragidos pelos ataques de 8 de janeiro

Relação com cerca de 60 nomes foi redirecionada ao Supremo Tribunal Federal (STF). Brasil deve pedir extradição de investigados e condenados
Publicidade
Publicidade