Publicidade

Biden critica lei anti-LGBTQIA+ de Uganda e alerta sobre possíveis sanções

Presidente dos EUA classificou regra como "vergonhosa" e "retrocesso democrático"

Biden critica lei anti-LGBTQIA+ de Uganda e alerta sobre possíveis sanções
Ninguém deveria ter que viver em constante medo por sua vida ou ser submetido a violência e discriminação. Está errado', disse Biden | Reprodução/Twitter POTUS
Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou a nova lei de Uganda, promulgada na 2ª feira (29.mai), que criminaliza os "atos homossexuais". Em comunicado, o democrata pediu a revogação da norma, alegando que o texto é uma "trágica violação dos direitos humanos universais" e que coloca em risco a segurança da população

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Os ugandenses inocentes agora temem ir a hospitais, clínicas ou outros estabelecimentos para receber cuidados médicos que salvam vidas, para não serem alvo de represálias odiosas. Alguns foram despejados de suas casas ou demitidos de seus empregos. E a perspectiva de ameaças mais graves só aumenta", disse Biden.

Classificando a lei como "vergonhosa" e "retrocesso democrático", o líder afirmou que a regra impõe riscos para todos que residem na Uganda, incluindo funcionários norte-americanos que trabalham no país. Em meio ao cenário, Biden disse estar considerando aplicar sanções e restrição de entrada nos Estados Unidos aos envolvidos.

"Junto-me a pessoas de todo o mundo - incluindo muitos em Uganda - para pedir a revogação imediata [da lei]. Ninguém deveria ter que viver em constante medo por sua vida ou ser submetido a violência e discriminação. Está errado", frisou o democrata.

+ Primeiro-ministro da Espanha dissolve parlamento e convoca novas eleições

A lei anti-LGBTQIA+ vinha sendo discutida no Parlamento de Uganda desde março deste ano, com acompanhamento do presidente Yoweri Museveni. Com a promulgação da norma, fica autorizada a prisão perpétua ou pena de morte para os cidadãos que tiverem relações sexuais com pessoas do mesmo sexo ou que "promoverem a homossexualidade" no país.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
biden
critica
lei
anti-lgbtqia+
uganda
alerta
sançoes
restriçao de entrada
discriminaçao
direitos humanos
abuso
camila-stucaluc
eua

Últimas notícias

Selic: Banco Central deve manter taxa básica de juros em 10,5% ao ano nesta quarta (19)

Selic: Banco Central deve manter taxa básica de juros em 10,5% ao ano nesta quarta (19)

Presidente Lula voltou a subir tom de críticas a Roberto Campos Neto; expectativa do mercado é de interrupção do ciclo de cortes
VÍDEO: Garçonete reage a marteladas a agressão de cliente nos EUA

VÍDEO: Garçonete reage a marteladas a agressão de cliente nos EUA

Em depoimento, trabalhadora afirmou que agressor ficou irritado com o aumento dos preços no café
RJ: Mulher vai cobrar pensão de ex e homem espanca vítima

RJ: Mulher vai cobrar pensão de ex e homem espanca vítima

Crime foi registrado em Nova Iguaçu; criminoso tem mais de 10 passagens por violência doméstica
SP terá início de inverno com sol e máxima de 27°C; veja previsão

SP terá início de inverno com sol e máxima de 27°C; veja previsão

Bloqueios atmosféricos continuarão elevando as temperaturas e deixando o tempo mais seco
Concurso da Codevasf reabre inscrições nesta quarta (19), com salários de R$ 9 mil e 61 vagas

Concurso da Codevasf reabre inscrições nesta quarta (19), com salários de R$ 9 mil e 61 vagas

Prazo vai até 9 de julho, às 18h; previsão é de que provas do certame sejam realizadas em 8 de setembro
Dino suspende mais duas leis municipais que proíbem uso da linguagem neutra

Dino suspende mais duas leis municipais que proíbem uso da linguagem neutra

Decisão atendeu ações de grupos em defesa dos direitos LGBTQIA+; liminar será levada ao Plenário
EXPLICA: O que você precisa saber sobre as eleições municipais de 2024 para não cair em desinformação

EXPLICA: O que você precisa saber sobre as eleições municipais de 2024 para não cair em desinformação

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Mais de 500 muçulmanos morrem por forte calor durante peregrinação na Arábia Saudita

Mais de 500 muçulmanos morrem por forte calor durante peregrinação na Arábia Saudita

Movimento anual reuniu 1,8 milhão de fiéis; termômetros marcaram 43ºC nesta quarta-feira (19)
Brasil Agora: Copom discute futuro da taxa Selic; presidente da Câmara cria comissão para debater PL do aborto

Brasil Agora: Copom discute futuro da taxa Selic; presidente da Câmara cria comissão para debater PL do aborto

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quarta-feira (19)
Enem 2024: estudantes têm até hoje para pagar taxa de inscrição

Enem 2024: estudantes têm até hoje para pagar taxa de inscrição

Boleto estará disponível na Página do Participante; mais de 5 milhões de pessoas se cadastraram para realizar o exame este ano
Publicidade
Publicidade