Publicidade

Deputados dos EUA pedem a revogação do visto de Bolsonaro

Em carta enviada a Biden, democratas também pedem que FBI investigue se ataque em Brasília foi planejado nos EUA

Deputados dos EUA pedem a revogação do visto de Bolsonaro
Publicidade

Quarenta e seis deputados democratas da Câmara dos Estados Unidos pediram nesta 5ª feira (12.jan) que a Casa Branca revogue o visto diplomático concedido ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que está no país desde 30 de dezembro.

Em uma carta endereçada ao presidente Joe Biden, os legisladores argumentam que Bolsonaro viajou aos Estados Unidos quando ainda exercia o cargo de presidente da República e pode ter entrado no país com o visto reservado para indivíduos em visitas diplomáticas ou oficiais, conhecido como A-1, o que não se enquadra mais.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Como ele não é mais o Presidente do Brasil ou atualmente exerce o cargo de oficial brasileiro, solicitamos que você reavalie a sua situação no país para verificar se há base legal para sua estada e revogue qualquer visto diplomático que ele possa possuir", afirma a carta assinada pelos deputados Susan Wild, Chuy Garcia, Gregory Meeks, Ruben Gallego, Joaquin Castro, democrata que defendeu a extradição de Bolsonaro após os ataques em Brasília, entre outros.

O mesmo pedido já havia sido solicitado anteriormente ao governo dos Estados Unidos, que, questionado pelo SBT, afirmou não ter recebido qualquer pedido específico (de extradição) do ex-presidente pelo governo do Brasil

Na mesma coletiva de imprensa, o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, não comentou especificamente sobre o status do visto do ex-presidente, mas falou, em geral, sobre as regras de visto, e afirmou que pessoas que entram no país com o visto "A", devem deixá-lo em até 30 dias ou solicitar a mudança de situação imigratória caso não esteja mais exercendo atividades oficiais.

Na 2ª feira (9.jan), Bolsonaro afirmou à CNN que planejava ficar em Orlando até o fim de janeiro, mas que deve antecipar a volta ao Brasil. Ele não deu detalhes sobre datas. 

Outras medidas

Além do pedido de revogação, os deputados também instam o governo dos Estados Unidos a colaborar com a investigação do Brasil sobre os protestos golpistas registrados em Brasília e pedem, na carta, que o Departamento de Justiça e outras agências federais do país responsabilizem qualquer indivíduo que esteja na Flórida e tenha financiado ou apoiado os crimes violentos de 8 de janeiro.

"Adicionalmente, nós pedimos que o FBI e outras agências de aplicação da lei dos EUA investiguem quaisquer ações que possam ter sido tomadas em solo americano para organizar este ataque ao governo brasileiro." diz a carta. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
mundo
deputados democratas
visto
revogação
jair bolsonaro
joe biden
pedido
carta
câmara

Últimas notícias

Ataque russo atinge prédio residencial e deixa 10 mortos na Ucrânia

Ataque russo atinge prédio residencial e deixa 10 mortos na Ucrânia

Presidente Volodymyr Zelensky voltou a apelar pelo envio de sistemas de defesa aérea
Laudo diz que mulher acusada de envenenar parentes tinha “total consciência” de atos

Laudo diz que mulher acusada de envenenar parentes tinha “total consciência” de atos

Amanda Partata ofereceu alimentos envenenados a quatro pessoas e duas morreram; crime foi registrado em Goiânia, em dezembro do ano passado
Boulos recebe dois milhões de interações nas redes, ganhando de Tabata e Nunes

Boulos recebe dois milhões de interações nas redes, ganhando de Tabata e Nunes

No intervalo de 30 dias, o prefeito de São Paulo conseguiu 170 mil interações; militância de Bolsonaro ainda não aderiu a Nunes
FALSO: É falso que Lula tenha inaugurado obra da transposição do São Francisco já inaugurada por Bolsonaro

FALSO: É falso que Lula tenha inaugurado obra da transposição do São Francisco já inaugurada por Bolsonaro

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Mega-Sena acumula pela oitava vez e prêmio vai a R$ 72 milhões

Mega-Sena acumula pela oitava vez e prêmio vai a R$ 72 milhões

Apostas para o próximo concurso podem ser feitas até as 19h00 de quinta-feira (18)
Greve em universidades: governo espera chegar a acordo com professores na sexta-feira (19)

Greve em universidades: governo espera chegar a acordo com professores na sexta-feira (19)

Categoria reivindica reestruturação de carreira e recomposição salarial
Pagodeiro "proibidão" era "empresário" dos negócios ligados ao PCC, diz MP

Pagodeiro "proibidão" era "empresário" dos negócios ligados ao PCC, diz MP

Latrell Brito usava empresas dele e de laranjas para simular concorrência em contratações de prefeituras alvos da Operação Munditia
Brasil Agora: Lula na Colômbia, PEC antidrogas e cadáver em agência bancária

Brasil Agora: Lula na Colômbia, PEC antidrogas e cadáver em agência bancária

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quarta-feira (16)
Tribunal define primeiros jurados para julgamento de Trump em NY

Tribunal define primeiros jurados para julgamento de Trump em NY

Ex-presidente dos EUA é acusado de subornar atriz pornô durante período eleitoral; júri será composto por 12 pessoas
Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Decisão faz parte do inquérito que investiga empresário por suposta obstrução de Justiça e incitação ao crime
Publicidade
Publicidade