Publicidade

Com ameaça chinesa, Taiwan estende recrutamento militar para um ano

Soldados terão treinamento mais avançado com exercícios de tiros e operação de mísseis e drones

Com ameaça chinesa, Taiwan estende recrutamento militar para um ano
Tensão entre China e Taiwan vem se intensificando cada vez mais, sobretudo após a visita de autoridades norte-americanas em agosto | Reprodução/Twitter iingwen
Publicidade

O governo de Taiwan informou, nesta 3ª feira (27.dez), que irá estender de quatro meses para um ano o serviço militar obrigatório no país. A medida, anunciada pela presidente Tsai Ing-wen, acontece em meio à ameaça constante da China, que continua reivindicando a ilha, separada de Pequim em 1949, como parte do território.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Não só na Europa, mas também na Ásia, a expansão autoritária da China continua impactando a ordem internacional, ameaçando a paz e a estabilidade regionais e afetando as relações através do estreito. Em particular, a coerção da China sobre Taiwan tornou-se mais pronunciada após os exercícios militares de agosto", disse Ing-wen. 

Segundo a líder, os recrutas passarão agora por um treinamento mais avançado, incluindo exercícios de tiro, instrução de combate usada pelas forças dos Estados Unidos e operação de armas mais poderosas, como mísseis e drones. No geral, espera-se que o número de tiros durante todo o período de serviço não seja inferior a 800 rodadas.

"Quanto mais preparados estivermos, menor será a chance de avançarmos do outro lado; Quanto mais unidos estivermos, mais forte e segura Taiwan se tornará. É isso que eu enfatizo, a paz depende da defesa nacional, e a defesa nacional depende de todo o povo", frisou a presidente.

+ "Situação é difícil e dolorosa", diz Zelensky sobre combates em Donbass

A tensão entre China e Taiwan vem se intensificando cada vez mais, sobretudo após a visita de autoridades norte-americanas em agosto. Na 2ª feira (26.dez), autoridades locais identificaram 71 aeronaves chinesas na zona de defesa aérea da ilha - maior incursão já registrada. Poucas semanas antes, 18 bombardeios foram lançados por Pequim.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
ameaça
china
taiwan
estende
recrutamento militar
um ano
treinamento
drones
misseis
eua
tensao internacional

Últimas notícias

Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Padrinho e testemunha do casamento também foram raptados; crime foi cometido enquanto mulher entregava buquê para pintura
Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Cinco pessoas morreram no acidente; investigações sobre a expedição continuam nos Estados Unidos
Justin Timberlake é preso em Nova York

Justin Timberlake é preso em Nova York

Cantor foi detido por estar dirigindo embriagado e está sob custódia da polícia local
Brasil registrou 127 homicídios por dia em 2022, diz Atlas da Violência

Brasil registrou 127 homicídios por dia em 2022, diz Atlas da Violência

Estudo também destaca mais de cinco mil mortes classificadas como "ocultas", quando a causa não foi esclarecida
Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Homem teve fotos e vídeos divulgados nas redes sociais como se fosse assaltante
Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Presidente admitiu acordo para cobrar 20% de PIS/Cofins em projeto do Mover; petista também falou sobre derrota no PL das "saidinhas"
Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Projeto visa construir unidade energética em uma antiga usina de carvão em Wyoming para atender a crescente demanda por eletricidade do país
Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Para presidente, debate é "cru" e assunto deveria ser razões que motivam necessidade do procedimento: "Estamos retrocedendo nesta pauta"
Lula diz que presidente do Banco Central tem lado político e trabalha para prejudicar o Brasil

Lula diz que presidente do Banco Central tem lado político e trabalha para prejudicar o Brasil

Presidente da República afirmou que Roberto Campos Neto pode se tornar um "novo Sergio Moro"
Danilo Forte fala ao Perspectivas sobre Reforma Tributária e PL do "devedor contumaz"; assista ao vivo

Danilo Forte fala ao Perspectivas sobre Reforma Tributária e PL do "devedor contumaz"; assista ao vivo

Deputado dá detalhes sobre evento em que participou com Bernard Appy, secretário extraordinário da Reforma Tributária
Publicidade
Publicidade