Publicidade

MPF pede condenação de influenciador digital Cocielo por mensagens racistas

Ele fez postagens no antigo Twitter com piadas racistas contra a população negra e contra o jogador Mbappé, da França

MPF pede condenação de influenciador digital Cocielo por mensagens racistas
Publicidade

O Ministério Público Federal pediu a condenação do influenciador digital Júlio César Pinto Cocielo pela publicação de mensagens racistas em seu perfil no antigo Twitter (atual X). As postagens foram feitas de 2011 a 2018. Cocielo tem mais de 38 milhões de seguidores nas suas redes sociais. Após a instrução do MPF, a Justiça Federal deverá dar a sentença do caso iniciado pelo Ministério Público de São Paulo em 2022.

+ Leia mais notícias do SBT News

O MPF encontrou nove postagens para demonstrar a conduta criminosa do influenciador ao praticar o denominado racismo recreativo. São mensagens como "o Brasil seria mais lindo se não houvesse frescura com piadas racistas, mas já que é proibido, a única solução é exterminar os negros", "Nada contra os negros, tirando a melanina…" e "Mbappé conseguiria fazer uns arrastão top na praia, hein". Essa última, publicada durante a Copa do Mundo de 2018 em ofensa contra o atacante da França, custou a Cocielo a perda de vários patrocínios e seguidores.

Após o episódio, ele apagou vários tuítes e publicou um vídeo com pedidos de desculpas. "A gente só precisa prestar atenção nas estatísticas. Por exemplo, muito negro morre sendo confundido com bandido. (...) A gente só precisa se informar. No meu caso, a minha ignorância foi combatida com conhecimento. Sem querer, espalhei o ódio".

Segundo o MPF, a liberdade de expressão não é absoluta e deve ser exercida em harmonia com outros direitos fundamentais, sob a prevalência dos princípios da igualdade e da inviolabilidade da honra e da imagem das pessoas. A livre expressão do pensamento, portanto, não admite manifestações que impliquem a incitação ao racismo.

"Ainda que o réu seja humorista, não é possível vislumbrar tom cômico, crítica social ou ironia nas mensagens por ele publicadas. Pelo contrário, as mensagens são claras e diretas quanto ao desprezo do réu pela população negra", destacou o procurador da República João Paulo Lordelo, responsável pela ação do MPF. "As publicações do réu não expõem ao ridículo as estruturas de um sistema discriminatório, mas ridicularizam os próprios sujeitos historicamente subjugados. Não é humor; é escárnio."

Cocielo é acusado de crime de racismo por praticar, induzir ou incitar discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. De acordo com o MPF, cada postagem feita separadamente, em contexto autônomo, poderá gerar pena de até cinco anos de prisão ao influenciador, considerando-se o agravante de as mensagens terem sido veiculadas em uma rede social.

O SBT News entrou em contato com Julio Cocielo e aguarda retorno.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Crime
Influenciador digital
MPF

Últimas notícias

Seif gasta mais de R$ 30 mil do Senado para antecipar voo e conseguir ir a ato de Bolsonaro

Seif gasta mais de R$ 30 mil do Senado para antecipar voo e conseguir ir a ato de Bolsonaro

Senador por Santa Catarina publicou várias fotos dele participando da manifestação na Avenida Paulista
Celular tem bateria gigante que dura uma semana e pesa meio quilo

Celular tem bateria gigante que dura uma semana e pesa meio quilo

Empresa garante que Energizer P28K dura 122 horas de conversação e até 94 dias em modo de espera
Disparo de atirador de elite impede criminoso armado que fazia filha como refém

Disparo de atirador de elite impede criminoso armado que fazia filha como refém

Ainda não há informações sobre a motivação do crime; homem disparou contra a cabeça da esposa antes do sequestro
Creche pública fica destelhada após chuva em São Paulo

Creche pública fica destelhada após chuva em São Paulo

Nenhum aluno foi ferido, mas as crianças serão transferidas para outras unidades enquanto a escola estiver em reforma
Na ONU, Silvio Almeida diz que ação de Israel em Gaza é "punição coletiva" a palestinos

Na ONU, Silvio Almeida diz que ação de Israel em Gaza é "punição coletiva" a palestinos

Ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania também afirmou que ocupação israelense é "ilegal e viola normas internacionais"
Pai de jovem morto com fuzil diz que não foi dada ordem de parada

Pai de jovem morto com fuzil diz que não foi dada ordem de parada

Ainda segundo o parente, amigo que estava em moto não fugiu e foi procurar ajuda; testemunha relata que PMs foram agressivos
Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Ato foi realizado em crítica à ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em outubro de 2023, dizem autoridades
Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Dispositivo vestível consegue analisar dados de saúde, como sono, frequência cardíaca e precisa funcionar integrado ao smartphone Galaxy S24
RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

Bombeiros afirmam que cinco pessoas estão em estado grave; Vítimas foram levadas para unidades municipais em Itaguaí
Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Apesar dos resultados negativos, companhia disse que superou o momento mais difícil desde que entrou em recuperação judicial. Relembre o caso
Publicidade
Publicidade