Publicidade

STF julga hoje ação penal contra deputado Daniel Silveira

Parlamentar é acusado de estimular atos antidemocráticos e ameaçar instituições

STF julga hoje ação penal contra deputado Daniel Silveira
Silveira é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por três crimes envolvendo declarações em vídeos | Paulo Sergio/Câmara dos Deputados
Publicidade

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) se reúne nesta 4ª feira (20.abr), em sessão marcada para às 14h, para julgar a ação penal contra o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ). A expectativa é que a audiência seja concluída hoje, mas os ministros não descartam um eventual pedido de vista - quando o processo é retirado de pauta para análise devido à indecisão em relação aos votos.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Silveira é réu no Supremo por estimular atos antidemocráticos e ameaçar instituições, entre as quais o STF. Ele chegou a ser preso em flagrante em fevereiro do ano passado por divulgar um vídeo com ameaças a ministros. Posteriormente, Silveira passou por audiência de custódia, na qual foi autorizada a substituição da reclusão por medidas cautelares, com monitoramento eletrônico.

O deputado, no entanto, resistiu à decisão, criticou o ministro do STF Alexandre de Moraes e dormiu na Câmara dos Deputados para não cumprir a medida. Por fim, após ser condenado a pagar multa diária de R$ 15 mil por descumprimento da decisão judicial e ter as contas bancárias bloqueadas, Silveira recuou e aceitou colocar o aparelho eletrônico no tornozelo.

As denúncias contra o parlamentar estão baseadas em vídeos, divulgados por ele próprio entre 2020 e 2021, em que insultava e acusava vários ministros de cometer crimes, e falava em invadir o Congresso e o STF para retirar os integrantes "na base da porrada". Entre outras manifestações, o deputado teria defendido o retorno do Ato Institucional (AI) 5, instrumento da ditadura militar, para promover a cassação de ministros.

No total, Silveira é acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por três crimes. O primeiro se refere à coação no curso do processo, que consiste em usar de violência ou grave ameaça contra alguma autoridade para interesse próprio. 

Os outros dois crimes pelos quais foi acusado, no ano passado, faziam parte da antiga Lei de Segurança Nacional (LSN). São eles: incitar à animosidade entre as Forças Armadas e as instituições civis; e incitar ao crime de tentar impedir, com emprego de violência ou grave ameaça, o livre exercício de qualquer dos Poderes da União, no caso, o Judiciário.

+ Pressão de policiais por reajuste alimenta reivindicações de categorias

No julgamento de hoje, o primeiro voto será do relator, Moraes, seguido do revisor, ministro Nunes Marques. Na sequência, votam os demais ministros, na ordem inversa de antiguidade, finalizando com o presidente: ministros André Mendonça, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, ministra Rosa Weber, ministro Dias Toffoli, ministra Cármen Lúcia, ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, e, por fim, o presidente, ministro Luiz Fux. Caso a maioria vote pela condenação de Silveira, abre-se uma nova rodada de votação para definir a pena.

Leia também

+ PGR não vê indícios suficientes para investigar Bolsonaro em inquérito do MEC

+ STJ mantém condenação de José Dirceu a 27 anos de prisão

+ "Criamos todos os instrumentos para acabar com a corrupção", diz Lula

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
justiça
stf
julga
hoje
açao penal
daniel silveira
crimes
acusaçoes
pgr
videos
votaçao
ministros

Últimas notícias

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

Dança típica foi considerada relevante para a identificação regional nas apresentações juninas
"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (24); assista!
Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Primeiro-ministro israelense concedeu entrevista a uma emissora do país pela primeira vez desde o início da guerra
Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Paralisação nacional começou em abril. Retorno às aulas depende de decisão interna de cada instituição
Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Propostas de reajuste para as duas categorias foram aprovadas por 89 votos a 15
Publicidade
Publicidade