Publicidade

Otan vai aumentar presença militar na fronteira com a Rússia

Moscou foi classificada como "ameaça direta" à aliança, que também vê China como um desafio à segurança e valores do Ocidente

Otan vai aumentar presença militar na fronteira com a Rússia
Jens Stoltenberg durante cúpula da Otan em Madrid
Publicidade

A Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) anunciou na 4ªfeira (29.jun) um plano para aumentar em quase oito vezes o tamanho da força de reação rápida da aliança, de 40.000 para 300.000 soldados, até 2023.  Uma nova formação militar que tem como objetivo combater a Rússia, que foi classificada como "ameaça mais significativa e direta" à aliança.

+ Leia as últimas notícias sobre a guerra na Ucrânia
+ Rússia vê adesão da Suécia e Finlândia à Otan como "desestabilizadora"

As tropas estarão baseadas em seus países de origem, mas dedicadas a países específicos do leste, onde a aliança planeja acumular estoques de equipamentos e munições, isto significa o aumento de tropas na Espanha, Polônia, Romênia, nos Estados bálticos, no Reino Unido, Alemanha e Itália.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cujo país fornece a maior parte do poder de fogo da Otan, anunciou um forte aumento na presença militar do país na Europa, incluindo uma base permanente na Polônia, mais dois destróieres da Marinha baseados em Rota, na Espanha, e mais dois esquadrões F35 no Reino Unido.

A expansão manterá 100 mil soldados na Europa no futuro próximo, acima dos 80 mil antes do início da guerra na Ucrânia. Em discurso, Biden disse que Putin acreditava que os membros da aliança se separariam depois da invasão à Ucrânia, mas o líder russo obteve a resposta oposta.

"Você vai conseguir a Otanização da Europa", disse Biden. "E isso é exatamente o que ele não queria, mas exatamente o que precisa ser feito para garantir a segurança da Europa."

A cúpula também aprovou o novo Conceito Estratégico da Otan, que define o conjunto de prioridades e objetivos da aliança uma vez por década. O último documento desse tipo, em 2010, chamava a Rússia de "parceiro estratégico". Agora, a Otan está acusando a Rússia de usar "coerção, subversão, agressão e anexação" para estender seu alcance.

+ Otan formaliza convite à Suécia e Finlândia para se juntarem à aliança militar

O documento de 2010 também não fazia menção à China, mas o novo aborda o crescente alcance econômico e militar de Pequim.

"A China não é nossa adversária, mas devemos estar atentos aos sérios desafios que ela representa", disse Stoltenberg na 4ªfeira (29.jun).

A Otan disse que a China "se esforça para subverter a ordem internacional baseada em regras, inclusive nos domínios espacial, cibernético e marítimo" e alertou sobre seus laços estreitos com Moscou. A aliança disse, no entanto, que permanece "aberta a um envolvimento construtivo" com Pequim.

A China acusou a aliança de "atacar e difamar maliciosamente" o país e reagiu dizendo que a Otan era uma fonte de instabilidade, prometendo defender seus interesses.

*Com informações da Associated Press

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
guerra_na_ucrania
guerra-na-ucrania
otan
china
rússia
nato
jens stoltenberg
eua
militar
aliança
exército

Últimas notícias

Marcos Rogério assume liderança da oposição ao governo no Senado

Marcos Rogério assume liderança da oposição ao governo no Senado

Atualmente no cargo, Marinho se afasta do cargo por 120 dias para se dedicar às eleições municipais
Rodrigo Pacheco chama projeto sobre aborto de “irracional” e “inviável”

Rodrigo Pacheco chama projeto sobre aborto de “irracional” e “inviável”

Presidente do Senado se posicionou acerca do polêmico tema diante de parte da bancada feminina da Casa
Policiais civis são alvo de tiros durante operação na Maré (RJ)

Policiais civis são alvo de tiros durante operação na Maré (RJ)

Agentes realizavam operação contra estabelecimentos comerciais que receptavam e revendiam roupas de grifes roubadas
Caso Paquetá: Senado aprova convite para ouvir o jogador na CPI da Manipulação no Futebol

Caso Paquetá: Senado aprova convite para ouvir o jogador na CPI da Manipulação no Futebol

Por se tratar de um convite, o jogador pode recusar a participação
Incêndio de grande proporção atinge prédio comercial na Grande SP

Incêndio de grande proporção atinge prédio comercial na Grande SP

Nove equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e conseguiram conter o fogo no local
Brasil aparece entre os piores países em pensamento criativo nas salas de aula

Brasil aparece entre os piores países em pensamento criativo nas salas de aula

No ranking com 56 países, o Brasil aparece na 44ª colocação, empatado com Peru, Panamá e Arábia Saudita
Quase 500 criminosos são presos em operação na Bahia

Quase 500 criminosos são presos em operação na Bahia

Segundo a polícia, integrante de um grupo criminoso que gerenciava um laboratório de drogas em Castelo Branco foi localizado por equipes do Depom
80 milhões de pessoas estão sob alerta para altas temperaturas nos Estados Unidos

80 milhões de pessoas estão sob alerta para altas temperaturas nos Estados Unidos

Onda de calor extremo afeta quase todo o território americano
Lira anuncia que debate de projeto antiaborto só ocorrerá no segundo semestre

Lira anuncia que debate de projeto antiaborto só ocorrerá no segundo semestre

Presidente da Câmara afirma que projeto não "irá retroagir nos direitos já garantidos e nada irá avançar que traga qualquer dado aos diretos das mulheres"
"Não vamos intervir", afirma porta-voz de Milei sobre foragidos do 8 de janeiro

"Não vamos intervir", afirma porta-voz de Milei sobre foragidos do 8 de janeiro

Em entrevista ao SBT, Manuel Adorni disse que não cabe ao governo decidir sobre asilo a brasileiros condenados por atos antidemocráticos que estão na Argentina
Publicidade
Publicidade