Publicidade

Ucrânia: especialista da ONU alerta sobre riscos de refugiados LGBTQIA+

Casos de violência e assédio podem ser cometidos tanto por militares como por civis

Ucrânia: especialista da ONU alerta sobre riscos de refugiados LGBTQIA+
Aos vizinhos da Ucrânia o apelo é que possam admitir os cidadãos que fogem do conflito e oferecer proteção | Kasia Strek/OMS
Publicidade

O especialista da Organização das Nações Unidas (ONU), Victor Madrigal-Borloz, alertou para possíveis riscos que refugiados ucranianos LGBTQIA+ podem sofrer durante as travessias. Em nota divulgada no último sábado (26.mar), ele fez um apelo à comunidade internacional e às forças de segurança para que dirijam uma atenção especial ao grupo.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Madrigal-Borloz argumenta que à medida que a presença das tropas da Rússia se intensifica na Ucrânia, mais e mais pessoas deixam o país e podem sofrer desde situações de vulnerabilidade à estigmatização do grupo. Segundo ele, são comuns atos como assédio e violência, tanto de combatentes armados quanto de civis, serem realizados de forma oportunista.

Aos vizinhos da Ucrânia o apelo é que possam admitir os cidadãos que fogem do conflito, bem como a oferta de proteção temporária da União Europeia. Para uma resposta eficaz aos deslocados na questão de orientação sexual e identidade de gênero, ele lembrou que as percepções se exacerbam com a exposição ao risco e pediu ação de organizações da sociedade civil.  

Leia também

+ Encontro de Putin e Zelenksy deve depender de próximas negociações

+ Número de refugiados da Ucrânia na Europa sobe para 3,8 milhões

+ Falas de Biden sobre Putin causam reações negativas entre aliados europeus

+ Papa volta a falar sobre guerra na Ucrânia: "uma derrota para todos"

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
especialista
onu
alerta
risco
refugiados
lgbtqia+
ucrania
invasao
russia
conflito militar
abuso
assedio

Últimas notícias

Vítima de atentado contra Trump era bombeiro e tinha duas filhas

Vítima de atentado contra Trump era bombeiro e tinha duas filhas

Corey Comperatore, de 50 anos, foi ferido mortalmente pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Em nota, a pasta declarou que “o governo de Israel segue sabotando o processo de paz e o cessar-fogo no Oriente Médio”
Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Pacheco alertou para sucessão de "atos extremistas que vêm se repetindo mundo afora"
Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Thomas Matthew Crooks atingiu o ex-presidente de raspão, feriu gravemente duas pessoas presentes e causou a morte de outra
Publicidade
Publicidade