Publicidade

ANALISE: A guerra da vacina, por Carlos Nascimento

Leia a análise do âncora do SBT Brasil sobre a polêmica da vacinação contra covid-19 no país

ANALISE: A guerra da vacina, por Carlos Nascimento
Dimitri Houtteman/Unsplash
Publicidade

A campanha de vacinação no Brasil precisa ser unida, organizada e coordenada | Foto/Unsplash

O início da vacinação contra a Covid deveria ser um momento de paz, esperança e cidadania, mas vivemos um clima de conflito, improviso e ataques, com guerra declarada na televisão. 

Em vez de resolvermos isso de comum acordo, União, estados e municípios, sob o comando da Saúde Pública, a vacinação foi parar nas mãos da Justiça antes de começar.

Até aqui, mérito aos que se protegeram e sorte daqueles que não se contaminaram, reagiram ao vírus ou se curaram. 

Mas essas pessoas devem pensar nas outras, igualmente sujeitas às consequências da Covid 19. Em alguns dias ou horas chegaremos à marca de 200 mil mortos, o que corresponde à população de um município  brasileiro de nível médio. 

Que políticos briguem e tratem esse assunto como questão pessoal, eleitoral, ideológica e não de saúde pública já é um absurdo. Que parte dos brasileiros aja da mesma forma é um sinal de fraqueza e desunião entre nós. 

No momento em que a desgraça dos outros se torna banal perdemos nossa maior força: a sensação de identidade, respeito e comunidade. 

O que não significa que não devemos ser duros na cobrança de nossos direitos como cidadãos. 

Por incrível que pareça ainda tem gente nas "redes sociais" espalhando Fake News para ridicularizar os que adoeceram ou morreram. É como se alguns de nós - ou muitos de nós - se imaginassem superiores aos demais. 

Como não faltam valentões falando em "parar o País", na hora em que devemos estar a serviço de uma vacinação organizada, abrangente e eficiente.

Heróis são os milhares de profissionais da saúde e outros anônimos que há nove meses se revezam nos hospitais e unidades de atendimento para socorrer quem precisa. É nesses brasileiros que devemos nos espelhar e não naqueles que se propõem a azedar ainda mais o ambiente tenso em que vivemos.

Todos queremos trabalhar, ganhar a vida, estudar os filhos e nos divertir. É um direito que nos assiste e um dever dos governantes nos assegurar a paz social. Justamente por isso devemos valorizar um ambiente de entendimento, serenidade, colaboração e tolerância. 

Como diziam nossos avós e bisavós que passaram por guerras, perseguições e revoluções : enquanto é tempo ponham água na fervura. Nenhuma vitória valerá a pena se desprezarmos quem mais precisa. O ódio não leva a nada, a não ser a mais ódio.

*O jornalista Carlos Nascimento é âncora do SBT Brasil
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
analise
análise
vacina
vacinas
guerra
guerra das vacinas
nascimento
carlos
carlos nascimento
política

Últimas notícias

Caixa inicia pagamentos do Bolsa Família de julho; veja quem recebe

Caixa inicia pagamentos do Bolsa Família de julho; veja quem recebe

Recurso pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Passageiro de carro envolvido em acidente em SP comprou três garrafas de bebida em bar

Passageiro de carro envolvido em acidente em SP comprou três garrafas de bebida em bar

Comanda do bar mostra que Felipe Gambeta Malheiro, que inicialmente se apresentou como condutor do veículo, comprou duas garrafas de vodka e uma de licor
Vídeo: Idoso de 84 anos é agredido por homem na zona sul de São Paulo

Vídeo: Idoso de 84 anos é agredido por homem na zona sul de São Paulo

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento da discussão e das agressões
Ramagem deixa a Polícia Federal após seis horas de depoimento sobre "Abin paralela"

Ramagem deixa a Polícia Federal após seis horas de depoimento sobre "Abin paralela"

Ex-diretor da Abin é apontado com um dos supostos chefes do núcleo político montado na agência para espionar ilegalmente desafetos do governo Bolsonaro
Procurador de Minas Gerais pede desculpas em vídeo por agressão a funcionária em cinema

Procurador de Minas Gerais pede desculpas em vídeo por agressão a funcionária em cinema

A gravação é parte de um acordo extrajudicial firmado entre o agressor e a vítima, de 25 anos
Lula se reúne com INSS e PF para tratar de ‘pente-fino’ nos benefícios sociais

Lula se reúne com INSS e PF para tratar de ‘pente-fino’ nos benefícios sociais

Encontro será realizado nesta quinta-feira (18), às 9h30, e terá ainda a presença de seis ministros
Senado aprova uso de vale-cultura para pagar ingressos esportivos

Senado aprova uso de vale-cultura para pagar ingressos esportivos

Projeto permite novo fim para benefício de R$ 50 a trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos
Rei Charles III realiza o tradicional discurso no Parlamento

Rei Charles III realiza o tradicional discurso no Parlamento

Monarca leu as principais propostas redigidas pelo novo governo trabalhista
TSE vai enviar representantes para acompanhar eleições na Venezuela

TSE vai enviar representantes para acompanhar eleições na Venezuela

Pleito presidencial acontece no dia 28 de julho e é alvo de preocupação do Brasil
Para analista político, eleitor de Bolsonaro não vê Ramagem como traidor

Para analista político, eleitor de Bolsonaro não vê Ramagem como traidor

Aryell Calmon falou ao Poder Expresso sobre o apoio bolsonarista ao candidato à prefeitura do Rio de Janeiro (RJ). Deputado gravou conversa com ex-presidente
Publicidade
Publicidade