Publicidade

Após novos ataques russos, ONU alerta para inverno catastrófico na Ucrânia

Bombardeios em infraestruturas de energia podem deixar milhares de moradores sem serviços básicos

Após novos ataques russos, ONU alerta para inverno catastrófico na Ucrânia
Temos que trabalhar em conjunto para evitar uma catástrofe humanitária, afirmou Rosemary | UN Missions
Publicidade

A subsecretária-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Rosemary DiCarlo, fez um alerta sobre o período de inverno na Ucrânia. Segundo ela, caso a Rússia continue lançando ataques em infraestruturas de energia elétrica, o cenário será catastrófico para milhões de ucranianos que devem ficar sem luz, água e outros serviços básicos.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Ataques implacáveis e generalizados contra civis e infraestruturas críticas continuam em toda a Ucrânia, com consequências devastadoras. Enquanto os ucranianos procuravam desesperadamente abrigo do bombardeio, eles também tiveram que lidar com temperaturas congelantes. De fato, esses últimos ataques renovam os temores de que este inverno será catastrófico", afirmou Rosemary.

A subsecretária-geral ressaltou que, durante a 4ª feira (23.nov), Moscou lançou uma nova onda de ataques nas regiões de Kiev, Odessa, Lviv, Mykolaiv, Kharkiv e Zaporizhzhia. Na capital, onde já há escassez de energia, a Usina Térmica de Darnyts'ka foi atingida, deixando 3 milhões de pessoas sem água corrente. 

"Diz-se que a temperatura em Kiev agora é de -1ºC, com previsão de neve. Temos que trabalhar em conjunto para evitar uma catástrofe humanitária. É necessária uma desescalada imediata. Reiteramos nosso apelo a todos os Estados-Membros e organizações internacionais para que apoiem os esforços para esse fim, com respeito à soberania e integridade territorial da Ucrânia", disse Rosemary.

No mesmo dia, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, fez um apelo ao Conselho de Segurança da ONU sobre os ataques aéreos em infraestruturas não militares. Assim como Rosemary, o líder citou o bombardeio em uma maternidade de Zaporizhzhia, que deixou feridos e resultou na morte de um recém-nascido.

+ Britânicos acusam Rússia de usar drones para atacar instalações de energia

"Terroristas russos tiraram a vida de um bebê - a criança tinha dois dias quando foi morta por um foguete russo. Em apenas um dia de hoje, quase 70 mísseis foram disparados contra nossa infraestrutura energética. Infelizmente, um prédio residencial também foi atingido. Hospitais, escolas, transportes, áreas residenciais - tudo foi afetado", disse Zelensky. "Não podemos ser reféns de um terrorista internacional", frisou.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
ataques
russos
onu
alerta
inverno catastrofico
ucrania
maternidade
bombardeios
russia
rosemary dicarlo
volodymyr zelensky
kiev
zaporizhzhia

Últimas notícias

RJ: mulher morta em tentativa de assalto na Linha Amarela deixa filha de sete meses

RJ: mulher morta em tentativa de assalto na Linha Amarela deixa filha de sete meses

Crime aconteceu na manhã desta terça-feira (18); idoso também morreu e um dos suspeitos foi baleado
Novo Ensino Médio: relatora propõe carga horária de 2.400 horas e votação de projeto é adiada

Novo Ensino Médio: relatora propõe carga horária de 2.400 horas e votação de projeto é adiada

Comissão de Educação e Cultura do Senado deve votar o texto na quarta-feira (19)
Lula diz que pode disputar reeleição em 2026 para evitar volta dos "trogloditas" e do 'fascismo'

Lula diz que pode disputar reeleição em 2026 para evitar volta dos "trogloditas" e do 'fascismo'

Presidente disse ter sido orientado a não citar o nome do ex-presidente Jair Bolsonaro
Morre Anouk Aimée, atriz dos filmes "A Doce Vida" e "Oito e Meio", aos 92 anos

Morre Anouk Aimée, atriz dos filmes "A Doce Vida" e "Oito e Meio", aos 92 anos

Ícone do cinema francês atuou em clássicos de grandes diretores, como Fellini, Bellocchio, Demy e Altman
Meninas até 14 anos são maiores vítimas de violência sexual, revela Atlas da Violência

Meninas até 14 anos são maiores vítimas de violência sexual, revela Atlas da Violência

Agressão sexual representa quase 1/3 dos casos de violência contra bebês e crianças de até 9 anos e quase metade na faixa etária de 10 a 14 anos
Brasil registrou, em média, seis crianças desaparecidas por dia em 2022, diz Ministério da Justiça

Brasil registrou, em média, seis crianças desaparecidas por dia em 2022, diz Ministério da Justiça

Relatório tem objetivo de "compreender a fundo os padrões, causas e áreas de maior incidência dos desaparecimentos"
Galeria de fotos de ex-presidentes deve ser reinaugurada em breve no Palácio do Planalto

Galeria de fotos de ex-presidentes deve ser reinaugurada em breve no Palácio do Planalto

O espaço foi destruído em 8 de janeiro de 2023, quando golpistas invadiram sedes dos Três Poderes, em Brasília
Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Padrinho e testemunha do casamento também foram raptados; crime foi cometido enquanto mulher entregava buquê para pintura
Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Cinco pessoas morreram no acidente; investigações sobre a expedição continuam nos Estados Unidos
Justin Timberlake é preso em Nova York

Justin Timberlake é preso em Nova York

Cantor foi detido por estar dirigindo embriagado e está sob custódia da polícia local
Publicidade
Publicidade