Publicidade

Cinco ministérios repudiam ataques racistas sofridos por Vinícius Jr.

Presidente em exercício, Geraldo Alckmin, também se manifestou sobre o caso

Cinco ministérios repudiam ataques racistas sofridos por Vinícius Jr.
Vinícius Jr. puxa camisa do Real Madrid (Reprodução)
Publicidade

Em nota conjunta, divulgada nesta 2ª feira (22.mai), cinco ministérios repudiam os ataques racistas que o jogador brasileiro Vinícius Júnior, atacante do Real Madrid, vem sofrendo na Espanha. O último episódio ocorreu neste domingo (21.mai), em partida pelo Campeonato Espanhol.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo os ministérios das Relações Exteriores; da Igualdade Racial; da Justiça e Segurança Pública; do Esporte; e dos Direitos Humanos e da Cidadania, "o governo brasileiro lamenta profundamente que, até o momento, não tenham sido tomadas providências efetivas para prevenir e evitar a repetição desses atos de racismo".

"Insta as autoridades governamentais e esportivas da Espanha a tomarem as providências necessárias, a fim de punir os perpetradores e evitar a recorrência desses atos. Apela, igualmente, à FIFA, à Federação Espanhola e à Liga a aplicar as medidas cabíveis".

Na manhã desta 2ª, em entrevista a jornalistas, a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, criticou abertamente o Campeonato Espanhol de futebol. "A gente vai para cima das autoridades, notificar, oficializar para que tenha uma resposta. O histórico da La Liga não é bom, é bem racista. Ontem mesmo, o próprio presidente, diretor, quis colocar o Vini como culpado por ter vivido esse racismo. E a gente está aqui para enfrentar isso em conjunto, com muita seriedade e afinco", pontuou.

Pela manhã também, na abertura do seminário Brasil-África: relançando parcerias, no Itamaraty, a ministra das Relações Exteriores substituta, embaixadora Maria Laura da Rocha, classificou como abjetos os atos racistas contra Vini Jr. ocorridos no domingo. Ainda conforme ela, "espanta a persistência dos crimes que são cometidos contra o atleta brasileiro, contra todos os afrodescendentes, e sim, toda a humanidade a cada cântico e a cada gesto racista lançado contra o jogador".

Confira a íntegra da nota conjunta dos ministérios:

O governo brasileiro repudia, nos mais fortes termos, os ataques racistas que o atleta brasileiro Vinícius Júnior vem sofrendo reiteradamente na Espanha.

Tendo em conta a gravidade dos fatos e a ocorrência de mais um inadmissível episódio, em jogo realizado ontem, naquele país, o governo brasileiro lamenta profundamente que, até o momento, não tenham sido tomadas providências efetivas para prevenir e evitar a repetição desses atos de racismo. Insta as autoridades governamentais e esportivas da Espanha a tomarem as providências necessárias, a fim de punir os perpetradores e evitar a recorrência desses atos. Apela, igualmente, à FIFA, à Federação Espanhola e à Liga a aplicar as medidas cabíveis.

O governo brasileiro tem atuado em cooperação com o governo da Espanha para coibir, reprimir e promover políticas de igualdade racial e compartilhar conhecimento e boas práticas para ampliar o acesso de pessoas afrodescendentes e imigrantes ao esporte com total intolerância a toda e qualquer prática discriminatória, com o apoio ao aperfeiçoamento das melhores práticas internacionais para promover a prevenção e o combate ao racismo, além de qualquer tipo de discriminação nas diferentes modalidades de esportes.

Combate ao racismo

O presidente em exercício, Geraldo Alckmin, considerou "inaceitáveis" os ataques racistas sofridos pelo jogador brasileiro Vinícius Jr., do Real Madrid. A declaração foi feita em uma postagem no Twitter. Para ele, "o racismo precisa ser combatido e rechaçado "em todos os cantos do mundo".

Geraldo Alckmin está na chefia do Executivo por causa da viagem do presidente Lula ao exterior, onde participou da reunião do G7 no Japão.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
governo
ministérios
repúdio
ataques racistas
vinícius jr
futebol
esporte
la liga
campeonato espanhol
guilherme-resck

Últimas notícias

Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Mais da metade dos brasileiros conhecem pessoas que trocaram voto por dinheiro, diz pesquisa

Escolha na urna foi "vendida" por valores menores do que R$ 100 na maior parte das vezes, segundo entrevistados pelo Instituto Não Aceito Corrupção
Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Caso Marielle: suspeito pede a Moraes para voltar a receber salário

Ex-titular da Delegacia de Homicídios teria conduzido as investigações de modo a garantir a impunidade dos mandantes do duplo homicídio
Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Governo deve fazer até 800 mil perícias visando corte de gastos

Segundo estimativas do INSS, medida pode vir a resultar em economia de R$ 7,2 bilhões em um ano
Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Comissão da Câmara aprova inclusão de imunoterapia para tratamento de câncer

Segundo a proposta, caberá ao governo regular a inclusão da técnica no SUS
Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Manifestantes invadem parlamento e ateiam fogo em prédios durante protesto no Quênia

Ao menos cinco pessoas morreram e dezenas ficaram feridas
Militar da reserva é o principal suspeito pelo desaparecimento de menino de 5 anos na Argentina

Militar da reserva é o principal suspeito pelo desaparecimento de menino de 5 anos na Argentina

Seis pessoas já foram presas pelo sumiço de Loan Peña, que pode ter sido vítima do tráfico de pessoas
Pantanal: 90% dos incêndios florestais são causados por ação humana

Pantanal: 90% dos incêndios florestais são causados por ação humana

Secretário de Meio Ambiente do MS diz que maioria dos focos surgem em propriedades privadas e que trabalha para identificar responsáveis
Poder Expresso: entenda o julgamento no STF que descriminalizou o porte de maconha para uso pessoal

Poder Expresso: entenda o julgamento no STF que descriminalizou o porte de maconha para uso pessoal

A Corte deve definir também a quantidade máxima para diferenciar o usuário do traficante de maconha, o Poder Expresso analisa a sessão
Homem é preso por atirar cinco vezes contra casal no trânsito em São Paulo

Homem é preso por atirar cinco vezes contra casal no trânsito em São Paulo

Ricardo Barroso Lilá Filho, que dirigia um Mercedes, foi detido nesta quinta-feira (25) após cometer agressão em 13 de junho
Ex-diretora é suspeita de desviar mais de 20 aparelhos de ar-condicionado de escola estadual no RJ

Ex-diretora é suspeita de desviar mais de 20 aparelhos de ar-condicionado de escola estadual no RJ

Mulher é alvo de operação realizada pelo MP nesta terça (25); crime aconteceu entre dezembro de 2022 e setembro de 2023
Publicidade
Publicidade