Publicidade

"Atos antidemocráticos estão batendo na porta do Congresso", diz ministro

Paulo Pimenta, chefe da Secom, afirmou que pode haver avanço na regulação da mídia ainda neste ano

"Atos antidemocráticos estão batendo na porta do Congresso", diz ministro
Atos antidemocráticos estão batendo na porta do Congresso, diz ministro
Publicidade

O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social do governo, Paulo Pimenta, afirmou que pode haver avanços na legislação brasileira, ainda neste ano, quanto à regulação da mídia. Segundo ele, "os atos antidemocráticos estão batendo na porta do Congresso" e, por esse motivo, é preciso que os parlamentares tomem atitudes para frear a divulgação de desinformação e discursos de ódio. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"É preciso que haja um parâmetro que aproxime as regras, as possibilidades, mas também as responsabilidades de todos aqueles que transmitem a informação. [...] Os atos antidemocráticos estão batendo na porta do Congresso. Isso exige algum tipo de resposta", disse, em entrevista ao programa Perspectivas, do SBT News.

"Eu não vejo setores que se colocam contra qualquer tipo de debate de regulação, muito pelo contrário. O que eu recolho hoje é que há uma compreensão de que isso é necessário", afirmou Paulo Pimenta.

O ministro avalia que não deve haver resistência por parte dos congressistas para avançar na discussão. "O Congresso responde a uma demanda da sociedade", declarou. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
paulo pimenta
regulação
mídia
atos
antidemocráticos
congresso
legislação
secom
governo

Últimas notícias

Médico nega atestado para mãe que precisa cuidar do filho doente

Médico nega atestado para mãe que precisa cuidar do filho doente

Profissional estava na lista de pediatras de unidade, mas não tem a especialidade; mulher afirma que fará um boletim de ocorrência
Lula recebe presidente do Benim em visita oficial no Palácio do Planalto nesta quinta (23)

Lula recebe presidente do Benim em visita oficial no Palácio do Planalto nesta quinta (23)

Presidentes vão tratar da relação comercial entre os dois países e celebrar reabertura da embaixada do país africano no Brasil
VÍDEO: Mariachis e “engolidor de fogo” brigam no meio da rua

VÍDEO: Mariachis e “engolidor de fogo” brigam no meio da rua

Confusão foi registrada no México; artistas estariam disputando espaço para apresentações
Haddad: "Queremos que a economia do RS volte e se recupere o mais rapidamente possível"

Haddad: "Queremos que a economia do RS volte e se recupere o mais rapidamente possível"

Ministro da Fazenda agradeceu ao Congresso por pactuar com projetos para a recuperação do estado na crise climática
Peixe de 100 quilos é encontrado morto na Praia da Boa Viagem, em Niterói

Peixe de 100 quilos é encontrado morto na Praia da Boa Viagem, em Niterói

O animal é da espécie Cherne e foi carregado por garis em uma maca improvisada; veja o vídeo
Anatel confirma criação de novo sistema de alerta de emergências até dezembro para Sul e Sudeste

Anatel confirma criação de novo sistema de alerta de emergências até dezembro para Sul e Sudeste

Atualmente em fase de testes pela Defesa Civil, procedimento deve começar a funcionar justamente quando chuvas de verão atingem regiões
Ex-jogador de beisebol é preso após marcar encontro com adolescente

Ex-jogador de beisebol é preso após marcar encontro com adolescente

Austin Maddox foi flagrado pela polícia quando chegava na casa da suposta vítima, na Flórida (EUA)
Boi fica preso em telhado após pular cerca de pasto em Santa Catarina

Boi fica preso em telhado após pular cerca de pasto em Santa Catarina

Animal ficou suspenso em cima de uma garagem e precisou ser resgatado; queda aconteceu porque local ficava abaixo do pasto
Prazo para aprovar regulamentação da reforma tributária na Câmara é "totalmente factível", diz Haddad

Prazo para aprovar regulamentação da reforma tributária na Câmara é "totalmente factível", diz Haddad

Ministro da Fazenda confirmou que segundo projeto de regulamentação da reforma chegará à Casa Legislativa na próxima semana
Lula sanciona incentivo de R$ 15 bilhões ao setor de eventos até 2026

Lula sanciona incentivo de R$ 15 bilhões ao setor de eventos até 2026

Apesar da prorrogação, nova lei limita benefícios do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse)
Publicidade
Publicidade