Publicidade

Dos 7 candidatos ao governo, apenas 5 seguem na disputa em RO

Um candidato desistiu e o outro teve o registro indeferido pelo TSE

Dos 7 candidatos ao governo, apenas 5 seguem na disputa em RO
imagens dos candidatos
Publicidade

Para as eleições 2022 em Rondônia, a Justiça Eleitoral recebeu sete registros de candidaturas ao cargo de governador. Desses, três candidatos já atuaram no cargo: Ivo Cassol (PP), Daniel Pereira (Solidariedade) e Marcos Rocha (União).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Os candidatos Comendador Val Queiroz (Agir) e Pimenta de Rondônia (PSOL) já concorreram em outras eleições, duas e três vezes ao cargo, respectivamente; e os candidatos Leo Moraes (PODE) e Marcos Rogério (PL) disputam pela primeira vez.

Primeiro candidato desistiu

Ivo Cassol (Progressistas) desistiu | Divulgação/Senado Federal

O candidato Ivo Cassol do Progressistas, renunciou a disputa no dia 1º de setembro, através das redes sociais. No dia seguinte, o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE/RO) homologou o pedido de renúncia.

Vale destacar que Ivo Cassol desistiu de sua candidatura ao mesmo tempo em que era julgado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

Também no dia 02 de setembro, a Corte decidiu derrubar, por 10 votos a 1, a liminar que autorizava a candidatura de Cassol para o governo de Rondônia.

Ivo Cassol foi condenado em 2013 pelo STF por fraude em licitações. A condenação foi em decorrência da época quando atuou como prefeito da cidade de Rolim de Moura (RO), direcionando os processos a empresas de parentes e amigos. Ele foi eleito governador de Rondônia em 2002 e reeleito em 2006.

Segundo candidato foi indeferido

Comendador Val Queiroz (Agir) teve candidatura indeferida | Reprodução/TSE

O candidato Comendador Val Queiroz do partido Agir concorre nas eleições do estado desde 2012, mas nunca foi eleito em nenhum cargo. No início de setembro, o candidato teve seu registro de candidatura indeferido pelo TSE.

Val Queiroz não entregou documentos obrigatórios e nem fez a prestação de contas de campanha, referente as eleições de 2018.

Além disso, o TSE destacou a renúncia da vice-governadora, sem indicação de um substituto no prazo legal.

Declaração de bens

Na declaração de bens feita ao TSE, o candidato com maior patrimônio declarado foi Daniel Pereira (Solidariedade). O candidato informou a Justiça ter R$ 6.600.000,00. Ele afirma ser dono de um apartamento de R$ 400 mil, dois terrenos de R$ 200 mil, e outros bens imóveis.

Em segundo lugar, o candidato Marcos Rogério (PL). Ele declarou ter R$ 2.327.000,00. Segundo o candidato, é dono de um apartamento de R$ 580 mil, terreno avaliado em R$ 1,4 milhão, R$ 162 mil em aplicações financeiras, entre outros bens.

O terceiro lugar fica com o candidato Leo Moraes (PODE). Ele declarou R$ 1.983.172,03. Ele afirma ter terreno avaliado em R$ 372 mil, ter mais de R$ 700 mil a receber de empréstimo, entre outros bens.

Em quarto lugar, o candidato e atual governador do Estado, Coronel Marcos Rocha (União). Ele declarou ao TSE, ter R$ 1.010.000,00. Ele afirma ser proprietário de terrenos, sendo um de R$ 380 mil, um de R$ 470 mil e os outros dois de R$ 80 mil (cada).

O candidato Pimenta de Rondônia (PSOL) fica em quinto lugar, declarando R$ 120.000,00. Segundo o candidato, o valor corresponde a "outros bens e direitos".

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

candidatos
governo
rondônia
eleições
sbt
sbtnews
portalnews
explica
tvallamanda
rondonia
governador
bens
justiça
eleitoral
eleicoes

Últimas notícias

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Fila de espera no INSS para concessão de benefícios cai em 2024, diz relatório da Previdência Social

Ao todo, os processos a espera de resposta inicial somam quase 1 milhão e 400, diminuição de 600 mil em relação a 2023
Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 67 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 52 mil cada
Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Vídeo: homem morre e bebê é baleado em tiroteio em praça de Fortaleza

Imagens mostram correria no local; estado de saúde da criança é grave
Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Produção de cinema na Argentina está praticamente paralisada

Trabalhadores da área acusam Javier Milei de ter um plano para prejudicar o setor
Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

Divertida Mente 2: saiba tudo sobre o filme que chega aos cinemas na quinta-feira (20)

SBT Brasil visitou os estúdios da Pixar, em Los Angeles, para mostrar como a continuação foi produzida
Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Verão fora de época preocupa lojistas que contam com a venda de roupas de frio

Último inverno rigoroso que garantiu boas vendas foi em 2022. No ano passado, houve queda de 20%
Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Pré-candidata a vereadora e filho são mortos a tiros no RJ

Juliana Silva, conhecida como Nega Juh, foi morta em Nova Iguaçu, na noite deste sábado (15)
Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Número de acidentes em estradas federais tem aumentado

Só no ano passado, foram mais de 65 mil casos, três mil a mais do que em 2022
Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Novos temporais ameaçam a região metropolitana de Porto Alegre

Marinha montou base de operações na região das ilhas de Porto Alegre para auxiliar rapidamente a população
Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Caso Marielle: defesas pedem ao STF rejeição de denúncia e atacam falta de provas e delação inválida

Ministros da 1ª Turma decidem na terça (18) se irmãos Brazão, delegado do Rio e dois ligados à milícia do Rio sentam no banco dos réus como mandantes do crime
Publicidade
Publicidade