Publicidade

Rio Grande do Sul já confirmou 19 casos de leptospirose após chuvas; saiba quais são os sintomas

Nesta segunda, governo do estado informou que um homem, de 67 anos, morreu pela doença; 304 casos suspeitos já foram identificados

Rio Grande do Sul já confirmou 19 casos de leptospirose após chuvas; saiba quais são os sintomas
Leptospirose é definida como uma doença infecciosa febril | Reprodução
Publicidade

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul informou, nesta segunda-feira (20), que já registrou 19 casos confirmados de leptospirose nas últimas semanas, após as chuvas que atingiram o estado. Outros 304 casos suspeitos foram identificados.

+ Morte por leptospirose é confirmada em cidade do Rio Grande do Sul

Um homem, de 67 anos, morreu. Identificado como Eldo Gross pela prefeitura de Travesseiro, no Vale do Taquari, ele começou a ter sintomas no dia 9 de maio. O óbito aconteceu na sexta-feira (17) e a confirmação de que o homem foi vítima da leptospirose aconteceu na segunda, após resultado positivo na amostra analisada pelo Laboratório Central do Estado (Lacen).

Esse é o primeiro caso de óbito por leptospirose confirmado no Rio Grande do Sul após as enchentes registradas desde o final de abril.

A leptospirose é uma doença infecciosa febril aguda e transmitida a partir da exposição direta ou indireta à urina de animais (principalmente ratos) infectados, que pode estar presente na água ou lama em locais com enchente. O contágio pode ocorrer a partir do contato da pele ou de mucosas com a água contaminada.

Quais são os sintomas da leptospirose?

Os primeiros sintomas da leptospirose surgem de cinco a 14 dias após a contaminação. Os principais sintomas são:

  • febre
  • dor de cabeça
  • fraqueza
  • dores no corpo (em especial, na panturrilha)
  • calafrios
Atenção! Aos primeiros sintomas, procure um serviço de saúde imediatamente.
Leptospirose é transmitida por contato da pele ou mucosa com água contaminada | Gustavo Mansur/Palácio Piratini
Leptospirose é transmitida por contato da pele ou mucosa com água contaminada | Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Outra característica marcante da doença, em alguns casos, é apresentar olhos vermelhos. Quadros mais graves ocorrem em aproximadamente 15% dos indivíduos, a partir da segunda semana, quando há aumento da produção de anticorpos. Os principais sintomas nesta fase são:

  • icterícia (pele e olhos amarelados)
  • insuficiência renal
  • alteração no nível de consciência
  • hemorragia
  • tosse seca e falta de ar, que podem indicar comprometimento dos pulmões

Como se prevenir em enchentes?

Em situações de inundação, o Ministério da Saúde recomenda as seguintes medidas de prevenção:

  • Cubra cortes ou arranhões com bandagens à prova d’água;
  • Se possível, utilize botas e luvas para reduzir o contato com a água contaminada, ou sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés;
  • Após as águas baixarem, retire a lama e desinfete pisos, paredes e bancadas com água sanitária (hipoclorito de sódio a 2,5%), na proporção de um copo de água sanitária para um balde de 20 litros de água, deixando agir por 15 minutos (sempre com a proteção de luvas e botas de borracha);
  • Não nade ou beba água doce de fonte que possa estar contaminada pela água da enchente;
  • Descarte alimentos e medicamentos que tiveram contato com a água da inundação;
  • Trate a água antes do consumo, fervendo ou utilizando hipoclorito de sódio;
  • Caso seja profissional de saúde ou de resgate, use equipamentos de proteção individual (EPIs);
  • Mantenha os alimentos guardados em recipientes bem fechados;
  • Deixe a cozinha limpa, sem restos de alimentos, e retire as sobras de alimentos ou ração de animais domésticos antes do anoitecer;
  • Mantenha o terreno limpo e evite entulhos e acúmulo de objetos nos quintais.
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Chuva
enchente
Alagamento
Rio Grande do Sul
Saúde
Tragédia
Leptospirose

Últimas notícias

Apagão cibernético afeta companhias aéreas, bancos e emissoras ao redor do mundo

Apagão cibernético afeta companhias aéreas, bancos e emissoras ao redor do mundo

Falha vem sendo relatada sobretudo por usuários da Microsoft
CNC: intenção de consumo reduz, mas satisfação com renda é a maior desde 2015

CNC: intenção de consumo reduz, mas satisfação com renda é a maior desde 2015

Crédito ainda seletivo deixa famílias de baixa renda com pouca perspectiva de compras
Parlamento israelense vota contra criação de Estado palestino

Parlamento israelense vota contra criação de Estado palestino

Partidos alegaram que ação representaria um perigo existencial para o país, provocando conflito
MEC libera consulta às bolsas ofertadas pelo Prouni; veja como acessar

MEC libera consulta às bolsas ofertadas pelo Prouni; veja como acessar

Programa ofertará mais de 243 mil vagas em universidade privadas do país; inscrições começam em 23 de julho
SBT News na TV: terremoto de 7,3 graus atinge Chile e é sentido por brasileiros

SBT News na TV: terremoto de 7,3 graus atinge Chile e é sentido por brasileiros

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta sexta-feira (19); assista!
Trump promete "maior operação de deportação da história dos EUA" se eleito

Trump promete "maior operação de deportação da história dos EUA" se eleito

Declaração foi feita durante discurso na Convenção Nacional do Partido Republicano
Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 2

Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 2

Recurso pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 53 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 201 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 14 mil cada
Dia Nacional do Futebol: entenda a origem da data comemorativa de 19 de julho

Dia Nacional do Futebol: entenda a origem da data comemorativa de 19 de julho

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou o Dia Nacional do Futebol em 1976
No 1º discurso após o atentado, Trump adota discurso moderado e pede que "discórdia" e "divisão" sejam curadas

No 1º discurso após o atentado, Trump adota discurso moderado e pede que "discórdia" e "divisão" sejam curadas

Ex-presidente também destacou que poderia ter morrido e relembrou detalhes do atentado
Publicidade
Publicidade