Publicidade

Operação Me Too investiga suspeitas de assédio e importunação sexual na PF em Brasília

Um servidor foi afastado preventivamente após assediar funcionárias terceirizadas da corporação na capital federal

Operação Me Too investiga suspeitas de assédio e importunação sexual na PF em Brasília
Publicidade

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (29), a operação Me Too, para investigar suspeitas de crimes de assédio e importunação sexual cometidos nas dependências da corporação em Brasília (DF).

+ Operação Nero: PF faz buscas contra suspeitos da tentativa de invasão à sede da PF

A ação de hoje envolveu cumprimento de três mandados de busca e apreensão. Um servidor foi afastado preventivamente do cargo que ocupava.

Segundo a PF, a investigação começou em 2024, após denúncias de importunação contra funcionárias terceirizadas da corporação.

O investigado poderá responder pelos crimes de assédio e importunação sexual.

+ Lesa Pátria: PF cumpre 3 mandados de prisão e 24 de busca; empresários de mercado atacadista são alvos

O nome da operação faz referência ao movimento #MeToo ("eu também", na tradução), iniciado em 2017, em que vítimas denunciaram casos de assédio e abuso sexual e fizeram relatos sobre a cultura do estupro, sobretudo no espaço de trabalho.

A hashtag viralizou e reverberou em diversas partes do mundo, a partir de diversas denúncias de ex-funcionárias, modelos e atrizes contra o produtor de cinema Harvey Weinstein, de filmes como "Pulp Fiction" (1994) e "Shakespeare Apaixonado" (1998), longa pelo qual ganhou um Oscar.

Ele foi condenado em Nova York e na Califórnia, com penas que chegam a 39 anos de prisão.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Polícia Federal
Polícia
Brasília

Últimas notícias

Irã dá início a funeral de 3 dias de Ebrahim Raisi

Irã dá início a funeral de 3 dias de Ebrahim Raisi

Presidente morreu em queda de helicóptero; enterro está marcado para quinta-feira (23)
França apoia pedido para mandados de prisão contra Netanyahu e líderes do Hamas

França apoia pedido para mandados de prisão contra Netanyahu e líderes do Hamas

País destacou ataque do 7 de outubro em Israel e ausência de ajuda humanitária em Gaza
SP: Carreta com carga de aerossol pega fogo e bloqueia Ayrton Senna

SP: Carreta com carga de aerossol pega fogo e bloqueia Ayrton Senna

Acidente foi registrado na altura de Guarulhos, no sentido interior do estado; caminhão ainda estava na rodovia, na manhã seguinte
WhatsApp vai restringir perfis que enviam mensagens em massa

WhatsApp vai restringir perfis que enviam mensagens em massa

Meta quer acabar com o spam e o envio disseminado de mensagens indesejadas e automáticas
Soldado desaparecido teria sido torturado antes de morrer

Soldado desaparecido teria sido torturado antes de morrer

Corpo de Luca Romano estava desaparecido desde abril, na Baixada Santista; vítima foi julgada pelo “tribunal do crime”
Ladrão infarta após roubar carro na zona sul de SP

Ladrão infarta após roubar carro na zona sul de SP

Crime foi registrado no Capão Redondo; outros três integrantes de quadrilha fugiram ao perceber a aproximação da polícia
Burger King é multado em R$ 200 mil por vender "Whopper Costela" sem costela

Burger King é multado em R$ 200 mil por vender "Whopper Costela" sem costela

Justiça entendeu que houve propaganda enganosa por omissão na divulgação do sanduíche
SP: Carro capota em pista da Marginal Pinheiros

SP: Carro capota em pista da Marginal Pinheiros

Pelo menos duas faixas foram interditadas, impactando trânsito na região
Fisiculturista alega queda, mas é preso suspeito de espancar mulher

Fisiculturista alega queda, mas é preso suspeito de espancar mulher

Homem ainda fez publicação nas redes sociais após internação; atleta levou vítima ao hospital, em Goiás
ENGANOSO: Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

ENGANOSO: Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Publicidade
Publicidade