Publicidade

Mais de 200 campos de futebol foram desmatados por dia na Mata Atlântica de 2022 para 2023

Ritmo da destruição diminui em 2023, mas perda de vegetação segue preocupante

Mais de 200 campos de futebol foram desmatados por dia na Mata Atlântica de 2022 para 2023
Publicidade

O ritmo de destruição da Mata Atlântica diminuiu no ano passado. Mesmo assim, a floresta perdeu o equivalente a 200 campos de futebol por dia. A vegetação é fundamental para absorver a água da chuva e reduzir os impactos das mudanças climáticas.

Vários bairros estão surgindo em áreas que antes estavam cobertas por Mata Atlântica, bioma que um dia dominou a costa e parte do interior brasileiro. Árvores arrancadas e queimadas dão lugar a ruas e moradias precárias na região metropolitana de São Paulo.

Uma ação repentina que assustou um morador, que não quer se identificar, por já ter sido ameaçado por especuladores. "Quase o dia inteiro com motosserra, cortando as árvores, só que, primeiro, eles tocam fogo. Por fim, creio que entra com trator", conta.

O levantamento da Fundação SOS Mata Atlântica aponta como responsáveis pela perda da vegetação o agronegócio, a especulação imobiliária e a grilagem de terra.

Com base em imagens de satélite, foi possível observar o desmatamento. De 2022 para 2023, o número de hectares desmatados foi de 74.556 para 81.356.

O ritmo diminuiu ao longo da costa, com exceção de Bahia e Piauí, mas houve alta significativa nas áreas onde a Mata Atlântica se mistura a outros biomas, como a caatinga e o cerrado.

"A gente está desmatando a Mata Atlântica pra expansão da pecuária, pra expansão da soja, da citricultura, da produção de grãos", afirma Luís Fernando Guedes, diretor-executivo da fundação SOS Mata Atlântica.

O pesquisador defende a aplicação rigorosa de leis ambientais, e chama a atenção para as grandes cidades, onde a Mata Atlântica é fundamental na produção de água e na proteção do solo.

"Quando a gente está cortando a Mata Atlântica nessas regiões, a gente está dando um tiro no pé e até acentuando as crises hídricas que tem sido frequentes nessas regiões, como também as grandes tragédias, decorrentes das grandes chuvas onde a gente tem deslizamentos de terras, inundações", diz o pesquisador

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Desmatamento

Últimas notícias

Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Operação da Polícia Militar deixa três mortos no morro do Juramento (RJ)

Outros cinco suspeitos foram presos; foram apreendidos três fuzis, duas pistolas e drogas
Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Sequestro de bebê: médica pediu exoneração de universidade no começo do mês

Neurologista era professora efetiva da Universidade Estadual de Goiás desde 2019 e agora está presa
Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Governo bate recorde histórico de arrecadação em junho: R$ 208,8 bilhões

Valor representa um aumento real (acima da inflação) de 11,02% frente ao mesmo período de 2023; recorde do semestre também foi batido
Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Paraguaios trabalhavam sem receber salário em fábrica clandestina de cigarros no RJ

Eles foram resgatados pela Polícia Militar; grupo teve os celulares retirados e foi levado vendado até o local
Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Idec considera “falácia” e uma "punição coletiva" o adiamento da Meta AI no Brasil

Entidade de defesa do consumidor diz que justificativa da empresa de tecnologia é “questionável”
Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Operação policial contra milícia deixa quatro mortos em Nova Iguaçu (RJ)

Criminosos foram capturados pela PRF após um serviço de monitoramento da Polícia Civil
Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Vídeo: criminoso fica preso em carro após assaltar motorista no Rio

Caso aconteceu na noite de quarta-feira (24) e repercutiu nas redes socais; veja
STJ acata pedido do governo e determina que INSS mantenha serviços essenciais e pelo menos 85% de equipes

STJ acata pedido do governo e determina que INSS mantenha serviços essenciais e pelo menos 85% de equipes

A decisão partiu da presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura
Ministra das Mulheres diz que PL do Aborto é "cruel" e "fere Código Penal"

Ministra das Mulheres diz que PL do Aborto é "cruel" e "fere Código Penal"

Cida Gonçalves comentou tema em entrevista ao programa Perspectivas, do SBT News
Eleições Municipais 2024: PSDB foca em Palmas para demarcar território após perda de espaço político

Eleições Municipais 2024: PSDB foca em Palmas para demarcar território após perda de espaço político

Prefeita reeleita Cinthia Ribeiro tenta manter comando da capital do Tocantins com os tucanos em meio ao avanço do bolsonarismo
Publicidade
Publicidade