Publicidade

Exército liberou armas para 5,2 mil condenados por crimes

Segundo relatório sigiloso do TCU, licenças também contemplaram pessoas com mandados de prisão e “laranjas” do crime organizado

Exército liberou armas para 5,2 mil condenados por crimes
Publicidade

O Exército liberou licenças de Caçadores, Atiradores e Colecionadores (CACs) para 5.235 condenados por crimes como tráfico de drogas e homicídios, além de pessoas com mandados de prisão em aberto e “laranjas” do crime organizado. De acordo com dados de um relatório sigiloso do Tribunal de Contas da União (TCU), as emissões aconteceram no período entre 2019 e 2022, quando Jair Bolsonaro (PL) era presidente e incentivava os CACs.

Os dados foram publicados pelo jornal O Estado de S. Paulo e confirmados pelo SBT News. Procurado, o Exército informou à reportagem que se manifestou em âmbito processual e não forneceu mais detalhes sob a justificativa de sigilo.

O relatório, de 139 páginas, registra que das mais de 5 mil emissões ou renovações dos certificados de registro, 1.504 tinham processos de execução penal ativos quando foi dada a entrada na documentação junto ao órgão federal. O restante teve condenação após o pedido de certificado de registro. Em nenhum dos casos a habilitação foi cancelada.

Além disso, 2.690 pessoas foragidas da Justiça tiveram acesso liberado a armas de fogo e 94 pessoas declaradas como mortas adquiriram 16.669 munições durante o governo Bolsonaro.

" (...) Quando se leva em consideração que parcela significativa desses indivíduos ainda possui CRs ativos e acesso a armas, entende-se haver disponibilidade de meios para: reincidência de práticas criminosas; a progressão da gravidade das condutas - por exemplo, a ameaça evoluir para um homicídio ou a lesão corporal contra a mulher evoluir para um caso de feminicídio; e a obstrução das investigações ou dos processos criminais — afinal, a arma pode ser utilizada para fuga, intimidação ou assassinato de testemunhas, entre outros", registrou o documento do TCU sobre a liberação de armas para criminosos.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Crime
Bolsonaro

Últimas notícias

Ciro Nogueira atribui derrota de Bolsonaro nas eleições de 2022 também a aliados

Ciro Nogueira atribui derrota de Bolsonaro nas eleições de 2022 também a aliados

Sem citar Roberto Jefferson e Carla Zambelli, ex-ministro da Casa Civil diz que casos midiáticos a uma semana do pleito prejudicaram ex-presidente
Albinismo nem sempre afeta a cor da pele; entenda o que é condição rara

Albinismo nem sempre afeta a cor da pele; entenda o que é condição rara

Exposição ao sol pode causar queimaduras no corpo e, em alguns casos, apenas a região dos olhos é atingida
Suspeito de matar jovem e ocultar cadáver em casa é preso no Rio

Suspeito de matar jovem e ocultar cadáver em casa é preso no Rio

"Amigo" da vítima estava foragido; Já Caio da Silva Rendão, de 21 anos, estava desaparecido desde o dia 9 de fevereiro
Nahim gravou "Qual é a Música", do "Programa Silvio Santos, com Patrícia Abravanel"; exibição será em breve

Nahim gravou "Qual é a Música", do "Programa Silvio Santos, com Patrícia Abravanel"; exibição será em breve

Cantor esteve nos estúdios do SBT em São Paulo no começo deste mês, onde gravou o famoso quadro musical
Urgência de PL sobre aborto foi demonstração de força de Lira em semana ruim do governo; veja análise

Urgência de PL sobre aborto foi demonstração de força de Lira em semana ruim do governo; veja análise

Jornalista Nathalia Fruet traz bastidores políticos sobre aprovação relâmpago de urgência de projeto que iguala aborto a homicídio na Câmara dos Deputados
El Niño chega ao fim, com previsão de La Niña; entenda o que pode mudar no clima

El Niño chega ao fim, com previsão de La Niña; entenda o que pode mudar no clima

Inmet aponta que novo fenômeno climático, associado à diminuição da temperatura e aumento das chuvas, deve começar no próximo semestre
Pastor da igreja Bola de Neve é afastado após medida protetiva concedida à esposa

Pastor da igreja Bola de Neve é afastado após medida protetiva concedida à esposa

Rinaldo Seixas, conhecido como “apóstolo Rina”, é líder da instituição; ele responde por denúncias de lesão corporal, violência psicológica e outros
PL que equipara aborto a homicídio pode manter vítimas presas por mais tempo que estupradores; entenda

PL que equipara aborto a homicídio pode manter vítimas presas por mais tempo que estupradores; entenda

Na quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados definiu urgência na tramitação da pauta; a expectativa é de que seja votada já na próxima semana
Maré: suspeitos de matar policial do Bope são identificados pela Polícia Civil no Rio

Maré: suspeitos de matar policial do Bope são identificados pela Polícia Civil no Rio

Investigações apontam que os homens atuam na segurança de lideres da facção criminosa da região
Pesquisa revela que vale-refeição dura só 11 dias em média no Brasil

Pesquisa revela que vale-refeição dura só 11 dias em média no Brasil

É o segundo ano consecutivo que o benefício não dura nem metade do mês; inflação é um dos motivos
Publicidade
Publicidade