Publicidade

Governadores de SP, MG, RJ, RS, BA, PE e AM repudiam tentativa de golpe

Em São Paulo, grupo de manifestantes de verde e amarelo interditaram a Avenida 23 de Maio

Governadores de SP, MG, RJ, RS, BA, PE e AM repudiam tentativa de golpe
Golpistas em frente ao Congresso (Reprodução)
Publicidade

Governadores de vários estados repudiaram, neste domingo (8.jan), a tentativa de golpe de Estado praticada por bolsonaristas em Brasília. Entre os que se manifestaram, estão o de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB) e do Amazonas, Wilson Lima (União).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Para que o Brasil possa caminhar, o debate deve ser o de ideias e a oposição deve ser responsável, apontando direções. Manifestações perdem a legitimidade e a razão a partir do momento em que há violência, depredação ou cerceamento de direitos. Não admitiremos isso em SP!", afirmou Tarcísio, no Twitter. Na tarde deste domingo, um grupo de manifestantes de verde e amarelo interditaram a Avenida 23 de Maio, na capital paulista, também. Eles deixaram a via voluntariamente depois. O prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB), condenou a invasão aos prédios dos Três Poderes em Brasília e disse que "nada justifica brutal ação, que afronta a Democracia". "Precisamos pacificar, respeitar manifestações desde que não ultrapassem o limite constitucional", complementou, no Twitter.

Romeu Zema, por sua vez, pontuou: "Em qualquer manifestação deve prevalecer o respeito. É inaceitável o vandalismo ocorrido hoje em Brasília. A liberdade de expressão não pode se misturar com depredação de órgãos públicos. No final, quem pagará seremos todos nós". Já Cláudio Castro disse que, "em um ambiente democrático, as cenas que vemos em Brasília são inadmissíveis". Ainda de acordo com ele, "atitudes como essas mancham a imagem do Brasil e não contribuem em nada para o nosso futuro. Manifestações pacíficas fazem parte da democracia, vandalismo não!". O governo estadual, acrescentou, será enérgico "contra toda e qualquer manifestação que não respeite os patrimônios público e privado, e o direito de ir e vir dos cidadãos do Rio de Janeiro".

Segundo Eduardo Leite, "as cenas criminosas que vemos em Brasília, com barbárie e terrorismo no Congresso, STF e Planalto, são absolutamente inaceitáveis em nossa democracia". "No RS estamos com as forças de segurança prontas para resposta FIRME e IMEDIATA diante de qualquer tentativa de subversão da ordem".

Jerônimo Rodrigues chamou de "inaceitável" o episódio em Brasília. "Nós, aqui na Bahia, repudiamos os atos terroristas e nos colocamos à disposição para o envio de efetivo que ajude na retomada dos prédios públicos e garantia do estado democrático de direito", completou. Para Raquel Lyra, manifestações são do jogo democrático, "mas as cenas de vandalismo que vemos agora em Brasília são inaceitáveis". "Democracia e eleições são valores inegociáveis. Só teremos um estado e um país mais fortes quando todos respeitarem a lei e as regras que regem a República".

Wilson Lima repudiou "veementemente os atos antidemocráticos ocorridos em Brasília, neste domingo". "É preciso respeitar a democracia. Não há espaço para violência. O momento é de união e paz para o Brasil avançar", disse.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
brasil
governadores
repudio
tentativa de golpe
vandalismo
congresso
stf
justica
governo
palácio do planalto
democracia
manifestações
guilherme-resck

Últimas notícias

Forças de Defesa de Israel interceptam míssil lançado do Iêmen

Forças de Defesa de Israel interceptam míssil lançado do Iêmen

Caças israelenses atacarem alvos houthis na área do porto de Hodeida, no Iêmen, no sábado (20)
Novo oficializa candidatura de Marina Helena à prefeitura de São Paulo

Novo oficializa candidatura de Marina Helena à prefeitura de São Paulo

Convenção do partido aconteceu no centro da capital paulista neste domingo
Melody recebe alta e faz show depois de acidente de trânsito no Rio

Melody recebe alta e faz show depois de acidente de trânsito no Rio

"Está todo mundo bem", disse a cantora nas redes sociais; acidente aconteceu no sábado (20)
Ministério da Agricultura descarta três casos suspeitos de doença de Newcastle no RS

Ministério da Agricultura descarta três casos suspeitos de doença de Newcastle no RS

Amostras foram analisadas no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de São Paulo
Homem-aranha é agredido e joga passageiro no trilho do metrô de Belo Horizonte

Homem-aranha é agredido e joga passageiro no trilho do metrô de Belo Horizonte

Super-herói relatou à polícia que agressor achou que ele o havia ofendido: "se você é o Homem-Aranha, eu sou o Batman"
Ator Iran Lima, o seu Candinho da Escolinha do Professor Raimundo, morre no Rio

Ator Iran Lima, o seu Candinho da Escolinha do Professor Raimundo, morre no Rio

Corpo do ator será cremado na segunda-feira (22), no Cemitério Vertical Memorial do Carmo, no Caju
Imagens mostram acidente de Thommy Schiavo, ator de Pantanal, em sacada de Cuiabá

Imagens mostram acidente de Thommy Schiavo, ator de Pantanal, em sacada de Cuiabá

Circuito de segurança foi obtido com exclusividade pela equipe de reportagem do MT Play, portal de notícias SBT Cuiabá
Polícia Federal apreende 77 kg de droga em embarcação comercial de passageiros no AM

Polícia Federal apreende 77 kg de droga em embarcação comercial de passageiros no AM

Entorpecente estava com uma mulher, que foi presa em flagrante e está à disposição da Justiça
Policial é baleado de raspão na cabeça após reagir a assalto no Rio

Policial é baleado de raspão na cabeça após reagir a assalto no Rio

Uma guarda municipal, de 53 anos, ficou ferida, mas já recebeu alta do Hospital Municipal Souza Aguiar
Serviço Secreto dos EUA diz que negou pedidos de Trump para mais segurança

Serviço Secreto dos EUA diz que negou pedidos de Trump para mais segurança

Segundo porta-voz, os pedidos negados não eram especificamente para o comício em que o político sofreu uma tentativa de assassinato no dia 13 de julho
Publicidade
Publicidade