Publicidade

Haddad afirma que é possível zerar o déficit das contas públicas em dois anos

Ministro da Fazenda representa o Brasil no Fórum Econômico Mundial ao lado de Marina Silva

Haddad afirma que é possível zerar o déficit das contas públicas em dois anos
Publicidade

No Fórum Econômico Mundial, na Suíça, a ministra do Meio Ambiente e da Mudança do Clima, Marina Silva, cobrou repasses de verba de países ricos para proteção ambiental.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Também em Davos, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, falou em equilibrar as contas do governo e reforçou a necessidade de reforma tributária.

Fernando Haddad participou de um dos painéis desta terça, ao lado de Marina Silva. O ministro da Fazenda disse que é possível zerar o déficit das contas públicas em dois anos, reforçou que busca aprovar a reforma tributária sobre consumo ainda no primeiro semestre e prometeu, até o fim do ano, uma reforma do imposto de renda pra fazer com que quem ganhe mais pague mais.  

"Aí nós vamos conseguir equilibrar as contas a partir do ano que vem e isso tem que vir acompanhado de uma série de medidas do plano regulatório, do crédito, da reindustrialização voltada pra transição ecológica", disse Haddad.

A principal missão da dupla Fernando Haddad e Marina Silva na Suíça foi apresentar uma imagem de estabilidade política e econômica e reforçar o compromisso do Brasil com a proteção da Amazônia e com as políticas de combate à crise climática. Eles estão entre os ministros com mais visibilidade no exterior no início de uma era em que o Brasil terá um imenso destaque na comunidade internacional.

No ano que vem, o Brasil vai presidir o encontro dos Brics e, pela primeira vez do G20, o fórum político e econômico mais importante do planeta.

Ainda este ano, o Brasil terá a presidência rotativa do Mercosul e em 2025, Belém poderá ser a sede da cada vez mais importante Conferência do Clima.

É uma oportunidade única, segundo a ministra Marina Silva -- que destacou o compromisso de desmatamento zero no Brasil até 2030 e cobrou dos países ricos o repasse de verba de 100 bilhões de dólares para a proteção ambiental.

"Ter uma COP do clima na Amazônia é uma demonstração em primeiro lugar do nosso compromisso, do nosso continente, do nosso país, com a proteção desse bioma tão importante para o mundo, mas particularmente pra dizer que a responsabilidade de preservá-la não é só nossa", disse Marina.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
sbt-brasil
governo
fernando haddad
marina silva
forum economico mundial
davos
suica
meio ambiente
mundo

Últimas notícias

"Tio Paulo": Defesa de sobrinha entra com pedido de liberdade condicional

"Tio Paulo": Defesa de sobrinha entra com pedido de liberdade condicional

Advogados alegam que Erika de Souza Vieira Nunes tem uma filha de 14 anos que depende de cuidados especiais
Residência é atingida por árvore após forte ventania no RJ

Residência é atingida por árvore após forte ventania no RJ

Pai e filho ficaram feridos; Defesa Civil ainda não foi no local retirar o pedaço que restou da árvore
"Eu tinha razão, fui mau profeta", diz Gilmar Mendes sobre críticas à Lava Jato

"Eu tinha razão, fui mau profeta", diz Gilmar Mendes sobre críticas à Lava Jato

Ministro do STF voltou a defender criação de uma comissão da verdade para avaliar excessos e irregularidades na condução da operação
Vai esquentar? Veja previsão do tempo para o final de semana

Vai esquentar? Veja previsão do tempo para o final de semana

Sol deve aparecer na maior parte das capitais brasileiras, acompanhado de chuva em alguns estados. Confira
Flagra: Macaco foge de zoológico e vai parar em presídio no RJ

Flagra: Macaco foge de zoológico e vai parar em presídio no RJ

Caso foi registrado na zona norte da capital; bichinho circulou pela penitenciária até ser resgatado
Rendimento mensal do 1% mais rico é quase 40 vezes maior que dos 40% mais pobres no Brasil, diz IBGE

Rendimento mensal do 1% mais rico é quase 40 vezes maior que dos 40% mais pobres no Brasil, diz IBGE

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) aponta aumento no valor médio recebido em 2023, mas desigualdade segue alta
EXCLUSIVO: Gilmar Mendes rebate relatório dos EUA e defende Moraes: "Nenhum excesso"

EXCLUSIVO: Gilmar Mendes rebate relatório dos EUA e defende Moraes: "Nenhum excesso"

"O que mostram como irregular são processos de caráter sigiloso, como a quebra de sigilo. Absolutamente normal", disse o decano ao SBT
Com doença cônica, menino corre risco de perder movimentos do corpo

Com doença cônica, menino corre risco de perder movimentos do corpo

Garotinho precisa de remédio injetável semanal e caro, mas medicamento está em falta na rede pública de saúde de São José dos Campos (SP)
Mapa Mundi ao vivo: Israel ataca Irã e homem-bomba em consulado iraniano em Paris

Mapa Mundi ao vivo: Israel ataca Irã e homem-bomba em consulado iraniano em Paris

SBT News também traz entrevista com presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e atualiza informações sobre a invasão russa
Temos prendido muito e prendido mal, diz Gilmar Mendes

Temos prendido muito e prendido mal, diz Gilmar Mendes

Ao SBT, decano do STF afirma buscar conter assimetria social com julgamento sobre drogas: "Não se trata de permitir o uso para recreação"
Publicidade
Publicidade