Publicidade

Tiro atinge quarto de criança durante confronto entre milicianos e traficantes

Caso foi registrado em Nova Iguaçu (RJ); projétil atravessou janela de residência

Tiro atinge quarto de criança durante confronto entre milicianos e traficantes
Publicidade

Um intenso tiroteio entre milicianos e traficantes deixou moradores de Nova Iguaçu (RJ), na Baixada Fluminense, em pânico, na última quinta-feira (07). O confronto, que ocorreu em meio à disputa pelo controle territorial, resultou em uma casa atingida por um disparo.

+ Dançarino é agredido após se apresentar em bar no litoral de SP

Durante o confronto, o projétil atravessou a janela do quarto de uma criança de apenas sete anos, conforme registrado em vídeo. Por sorte, nenhum morador resultou ferido durante o tiroteio.

Autoridades locais estão investigando o incidente e buscando medidas para conter a escalada da violência na região.

No mesmo dia, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) entrou em um suposto confronto com milicianos, na BR-101, em Campo Grande, na altura do quilômetro 384. Seis suspeitos ficaram feridos e outros 15 foram presos.

Segundo as investigações, os milicianos iam em direção à zona oeste para fortalecer o arsenal da milícia que controla bairros da região, que está em guerra com a maior facção do estado. Os criminosos usavam uniformes idênticos a de agentes de segurança.

Ainda de acordo com a corporação, os criminosos fariam parte da milícia comandada por Luiz Antônio da Silva Braga, conhecido como “Zinho” e já eram monitorados pelas forças de segurança.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Polícia
Crime
Violência
Tiroteio
Rio de Janeiro

Últimas notícias

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

Jornalismo ambiental e de dados e pautas sociais foram destaques no Congresso da Abraji

19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo terminou neste domingo (14), em São Paulo
Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Em nota, a pasta declarou que “o governo de Israel segue sabotando o processo de paz e o cessar-fogo no Oriente Médio”
Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Pacheco alertou para sucessão de "atos extremistas que vêm se repetindo mundo afora"
Publicidade
Publicidade