Publicidade

PM que matou jovem durante protesto no Rio vai responder por homicídio culposo

Câmera corporal do agente registrou o momento em que ele xinga e dispara contra a vítima, que tinha deficiência mental

PM que matou jovem durante protesto no Rio vai responder por homicídio culposo
Publicidade

Foi enterrado, neste sábado (10), no Rio de Janeiro, o corpo do jovem assassinado por um policial militar, durante um protesto de moradores, na Avenida Brasil, na região do Complexo da Maré. Jefferson de Araújo Costa, de 22 anos, foi atingido por um disparo de fuzil - registrado pela câmera corporal do agente.

Os poucos parentes e amigos que compareceram ao velório do rapaz carregavam cartazes pedindo justiça. Segundo a família, muitos deixaram de ir ao local, com medo de uma possível retaliação da polícia.

A irmã de Jefferson alega que um carro rondava o cemitério, desde cedo. "O carro passou ali duas vezes hoje. O carro estava nos seguindo ali na frente, na hora que nós fomos comprar flores".

A jovem estava com o irmão no momento em que ele foi baleado e tentou socorrê-lo. "Não sei se foi um policial ou um PM. Foram lá perguntar onde vai ser o enterro. Não sei para que eles querem saber onde é, entendeu? Acho que eles estão querendo vir, para poder ameaçar a família, sim. Nós estamos nos sentindo ameaçados", ela acrescenta. O enterro aconteceu no fim da tarde, no Cemitério de Inhaúma, na zona norte do Rio.

A Polícia Militar divulgou a imagem da câmera presa ao uniforme do policial. O cabo Eduardo Gomes dos Reis está com um fuzil nas mãos. Ele xinga o jovem, segundos antes de efetuar o disparo. Apesar da imagem clara, o policial alegou que o tiro foi acidental.

Jefferson tinha deficiência mental. Ele foi morto com um tiro à queima-roupa. O caso está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Militar. O agente foi preso por homicídio culposo, quando não há intensão de matar.

"Ele já chegou querendo matar o meu irmão e conseguiu. Acabou com a vida do meu irmão em menos de dez segundos, e nós queremos justiça", conclui a irmã.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Polícia
Crime
Rio de Janeiro
Complexo da Maré
Polícia Militar

Últimas notícias

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Ato foi realizado em crítica à ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em outubro de 2023, dizem autoridades
Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Dispositivo vestível consegue analisar dados de saúde, como sono, frequência cardíaca e precisa funcionar integrado ao smartphone Galaxy S24
RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

Bombeiros afirmam que cinco pessoas estão em estado grave; Vítimas foram levadas para unidades municipais em Itaguaí
Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Apesar dos resultados negativos, companhia disse que superou o momento mais difícil desde que entrou em recuperação judicial. Relembre o caso
Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Eles apreenderam quatro fuzis que estavam de posse de criminosos, mas não apresentaram os armamentos em unidade da Polícia Civil
Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Mulher havia quebrado a perna na Pedra do Telégrafo; local é de difícil acesso
Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Polícia Civil investiga homicídio do integrante da dupla 'Wesley e Gustavo'; suspeito foi capturado em Minas Gerais
Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Anuncio aconteceu em meio a uma onda de desinformação contra o serviço de mensagens do Google
Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Ele afirma que a menina foi mordida e machucada por pelo menos dois colegas e monitora não prestou socorro
Aliados de Bolsonaro chamam ato na Paulista de “momento histórico”; Base de Lula avalia como afronta à democracia

Aliados de Bolsonaro chamam ato na Paulista de “momento histórico”; Base de Lula avalia como afronta à democracia

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann fez duras críticas ao ex-presidente; já Coronel Telhada chamou Bolsonaro de estadista
Publicidade
Publicidade