Publicidade

Confrontos entre milicianos e traficantes deixam ao menos quatro mortos no Rio

Tiroteios aconteceram durante uma tentativa do tráfico de drogas de ocupar territórios que haviam sido retomados por milicianos

Confrontos entre milicianos e traficantes deixam ao menos quatro mortos no Rio
Publicidade

Pelo menos quatro pessoas morreram em mais um confronto entre milicianos e traficantes de drogas, no Rio de Janeiro. Na madrugada desta quinta-feira (25), houve troca de tiros na comunidade de Rio das Pedras, na zona oeste da cidade.

Enquanto moradores corriam em meio aos disparos, um grupo de milicianos foi flagrado quando se preparava para o confronto.

Perto dali, traficantes colocaram fogo em uma van. Eles fugiram em motos, fazendo disparos para o alto. As chamas podiam ser vistas de longe, enquanto mais tiros e até o estrondo de granadas eram ouvidos.

O veículo foi recolhido pela manhã, totalmente destruído. Segundo testemunhas, o motorista e os passageiros foram cercados e obrigados a descer.

Na comunidade vizinha, a Gardênia Azul, este carro foi fuzilado. Dois homens morreram. Eles seriam integrantes da maior facção criminosa do estado do Rio. Ainda houve tiroteios em uma terceira comunidade da região, a Praça Seca.

O policiamento na região foi reforçado com veículos blindados. Um homem, suspeito de assassinato e de envolvimento com o tráfico, foi preso.

Os confrontos aconteceram durante uma tentativa do tráfico de drogas de ocupar territórios que haviam sido retomados por milicianos no início da semana. Ainda de madrugada, o conflito se espalhou e chegou à zona norte da cidade.

Também houve tiroteio em mais duas comunidades. Um vídeo mostra a chegada da Polícia Militar ao Morro do Fubá logo após a morte de dois suspeitos. A Polícia Civil informou que investiga as ações e tenta identificar os envolvidos.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Crime

Últimas notícias

Pai de jovem morto com fuzil diz que não foi dada ordem de parada

Pai de jovem morto com fuzil diz que não foi dada ordem de parada

Ainda segundo o parente, amigo que estava em moto não fugiu e foi procurar ajuda; testemunha relata que PMs foram agressivos
Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Morre integrante da Força Aérea americana que ateou fogo ao próprio corpo

Ato foi realizado em crítica à ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em outubro de 2023, dizem autoridades
Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Galaxy Ring deve ser lançado no fim do ano, diz Samsung

Dispositivo vestível consegue analisar dados de saúde, como sono, frequência cardíaca e precisa funcionar integrado ao smartphone Galaxy S24
RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

RJ: Acidente com ônibus deixa 25 feridos na Baixada Fluminense

Bombeiros afirmam que cinco pessoas estão em estado grave; Vítimas foram levadas para unidades municipais em Itaguaí
Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Crise Americanas: Empresa tem prejuízo de R$ 4,6 bi em nove meses de 2023

Apesar dos resultados negativos, companhia disse que superou o momento mais difícil desde que entrou em recuperação judicial. Relembre o caso
Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Policiais são investigados por tráfico de armas em Salvador

Eles apreenderam quatro fuzis que estavam de posse de criminosos, mas não apresentaram os armamentos em unidade da Polícia Civil
Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Helicóptero faz resgate cinematográfico no Rio; veja

Mulher havia quebrado a perna na Pedra do Telégrafo; local é de difícil acesso
Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Cantor sertanejo é assassinado a tiros após ter casa invadida no interior de São Paulo

Polícia Civil investiga homicídio do integrante da dupla 'Wesley e Gustavo'; suspeito foi capturado em Minas Gerais
Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Musk quer concorrer com serviço de email Gmail e sugere Xmail

Anuncio aconteceu em meio a uma onda de desinformação contra o serviço de mensagens do Google
Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Pai acusa creche de omissão após bebê voltar para casa com marcas de mordida no Rio

Ele afirma que a menina foi mordida e machucada por pelo menos dois colegas e monitora não prestou socorro
Publicidade
Publicidade