Publicidade

Sem delegação de Israel, negociações por cessar-fogo em Gaza terminam sem avanço

Encontro mediado por Egito, Catar e Estados Unidos foi estendido até quarta-feira e tenta levar ajuda humanitária para o território palestino antes do início do Ramadan, mês sagrado para muçulmanos

Sem delegação de Israel, negociações por cessar-fogo em Gaza terminam sem avanço
Imagem aérea da Faixa de Gaza, na Palestina, após seis meses de bombardeios israelenses | UNRWA/Ashraf Amra
Publicidade

As negociações para um cessar-fogo na Faixa de Gaza, realizadas no Cairo, terminaram sem avanço nesta terça-feira (5) e devem ser estendidas até amanhã (6). Mediado por Egito, Catar e Estados Unidos, o encontro teve a presença de representantes do Hamas. Israel, contudo, não enviou uma delegação para as conversas.

Os países mediadores correm para garantir uma trégua prolongada na Faixa de Gaza a poucos dias do início do Ramadan, mês sagrado para os muçulmanos. Ataques israelenses no território palestino onde vivem 2,3 milhões de pessoas já deixaram um saldo de 30 mil mortos e milhares de feridos.

+ Diplomata brasileiro morre durante missão oficial na capital de Ruanda

A ação, desencadeada por um ataque do Hamas em 7 de outubro, deslocou a maior parte da população do território e levou um quarto dos palestinos à beira da fome.

+ Lula posa para foto com bandeira da Palestina em evento do Ministério da Cultura

Uma das demandas do Hamas é que Israel permita o retorno de palestino ao norte de Gaza. A região foi uma das primeiras a ser intensamente bombardeada e seus moradores obrigados a evacuar para o sul. Acredita-se que cerca de 300 mil palestinos permaneçam na região, que, desde janeiro, é impedida de receber qualquer ajuda humanitária -- incluindo fórmulas para bebês, insumos médicos e comida.

+ Facebook e Instagram estão instáveis nesta terça-feira

A agência da ONU para a infância (Unicef) disse na segunda-feira (4) que pelo menos 10 crianças morreram de desidratação e desnutrição no norte de Gaza. O Ministério da Saúde de Gaza fala em 15 crianças mortas por fome, e outras seis em risco de morrer de desnutrição e desidratação na região.

Bebês no hospital Al-Shifa, na Faixa de Gaza, sendo preparados para evacuação | UNICEF/ Eyad El Baba
Bebês no hospital Al-Shifa, na Faixa de Gaza, sendo preparados para evacuação | UNICEF/ Eyad El Baba

Já Israel quer uma lista atualizada dos reféns mantidos no território palestino pelo Hamas para negociar o cessar-fogo. Estima-se que 130 reféns de 7 de outubro permaneçam em Gaza -- 99 deles ainda vivos. O Hamas alega que é impossível conseguir essa informação sem a diminuição dos bombardeios israelenses no enclave palestino. Segundo o grupo, os reféns estão espalhados pelo território, incluindo em áreas sob ataque.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Mundo
Palestina
Faixa de Gaza
Israel
cessar-fogo
Egito
Estados Unidos
diplomacia

Últimas notícias

Google oferece vagas de trabalho no Brasil; saiba como se inscrever

Google oferece vagas de trabalho no Brasil; saiba como se inscrever

Postos no modo presencial e híbrido estão nos escritórios de São Paulo (SP), no novo Centro de Engenharia que abre em 2026, e em Belo Horizonte (MG)
Navios de guerra e submarino nuclear da Rússia chegam a Cuba para exercícios navais

Navios de guerra e submarino nuclear da Rússia chegam a Cuba para exercícios navais

Incursão militar acontece pouco depois dos EUA autorizarem a Ucrânia a usar armas fornecidas pelo país para atacar territórios russos
Complexo da Maré: Fachin determina que Castro explique operação

Complexo da Maré: Fachin determina que Castro explique operação

Ação para localizar envolvidos em roubos nas vias expressas da cidade terminou com três mortos, entres eles, um policial
O que é coqueluche, doença que voltou apresentar casos no Brasil?

O que é coqueluche, doença que voltou apresentar casos no Brasil?

Conhecida também como tosse convulsa, é uma doença respiratória altamente contagiosa
Presidente da Anatel fala ao Perspectivas sobre combate a ligações abusivas e ações contra pirataria; assista

Presidente da Anatel fala ao Perspectivas sobre combate a ligações abusivas e ações contra pirataria; assista

Carlos Baigorri também conversa com a jornalista Paola Cuenca sobre 5G, apoio à Justiça em ações e desinformação sobre papel da agência
Maquiadora de Djidja Cardoso diz à polícia que não faz parte de "seita"

Maquiadora de Djidja Cardoso diz à polícia que não faz parte de "seita"

Suspeita prestou depoimento em delegacia de Manaus; ela já havia sido presa em maio, mas foi solta para cuidar do filho
STF retoma julgamento da revisão do FGTS nesta quarta (12); entenda

STF retoma julgamento da revisão do FGTS nesta quarta (12); entenda

A ação tem importância fiscal para o governo; placar está 3 a 0 pelo cálculo de rendimentos equiparável ao da poupança
RJ: Professora é presa em flagrante por racismo contra aluna

RJ: Professora é presa em flagrante por racismo contra aluna

Menina tem apenas 8 anos de idade e, segundo a família, a docente já cometeu outros ataques
Setor de serviços cresce 0,5% em abril e tem segunda alta mensal seguida, diz IBGE

Setor de serviços cresce 0,5% em abril e tem segunda alta mensal seguida, diz IBGE

Responsável pela maior parte do PIB brasileiro, avanço ocorreu em 19 estados e no Distrito Federal
Marcelinho Carioca tem apartamento de mais de R$ 1 milhão leiloado por R$ 672 mil

Marcelinho Carioca tem apartamento de mais de R$ 1 milhão leiloado por R$ 672 mil

Dívidas do ex-jogador de futebol com o condomínio, em São Paulo, passa de R$ 2 milhões
Publicidade
Publicidade