Publicidade

Polícia argentina usa gás de pimenta para reprimir protestos contra a Lei de Bases

Pacote de reformas enviado pelo governo Milei está em debate no Senado

Polícia argentina usa gás de pimenta para reprimir protestos contra a Lei de Bases
Publicidade

Na Argentina, os senadores discutem, nesta quarta-feira (12), o pacote de reformas enviado pelo governo. Do lado de fora, uma multidão protestou com cartazes contra as mudanças propostas, principalmente a reforma trabalhista.

A polícia usou gás de pimenta para tentar impedir que os manifestantes tomassem uma avenida, que fica em frente ao Congresso.

A matéria chegou ao plenário com um Senado dividido. O governo precisa de 37 votos pra aprovar a chamada "Lei Bases", mas tem apenas 35 garantidos.

Mesmo desidratada na Câmara dos Deputados, a lei prevê perdão de multas trabalhistas para empregadores e a possibilidade de que o período de experiência de um funcionário possa durar até um ano.

Enquanto os parlamentares debatem o pacote, negociações são feitas nos bastidores. Na reta final, o governo concordou com regras menos drásticas para as aposentadorias. Também abriu mão de privatizar a Aerolíneas Argentinas e os correios. Das 40 empresas que a casa rosada queria vender, pode ser que apenas oito tenham o sinal verde para privatização.

Para o governo, aprovar esse pacote é a chance de criar um fato novo positivo, num momento em que os números da economia apontam para uma recessão severa a caminho.

Entre as leis analisadas na Argentina, está uma que dá permissão para o presidente Javier Milei governar sem o Congresso por um ano em quatro áreas consideradas cruciais: administrativa, financeira, econômica e energética.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Argentina
Javier Milei
Protesto

Últimas notícias

Polícia Federal faz operação contra esquema de corrupção na Agência Nacional do Petróleo

Polícia Federal faz operação contra esquema de corrupção na Agência Nacional do Petróleo

Força-tarefa Ética no Tanque afastou dois terceirizados que prestavam serviços para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis em SP
Eleições Municipais 2024: Em Belém, Edmilson Rodrigues tenta reeleição mas enfrentará bolsonarista e divisão de votos

Eleições Municipais 2024: Em Belém, Edmilson Rodrigues tenta reeleição mas enfrentará bolsonarista e divisão de votos

Além de vieses ideológicos, disputa na capital do Pará soma oito pré-candidatos e deve ter projeção nacional pela COP 30
"Ainda Estou Aqui", novo filme de Walter Salles, concorre ao Leão de Ouro no Festival de Veneza; veja lista

"Ainda Estou Aqui", novo filme de Walter Salles, concorre ao Leão de Ouro no Festival de Veneza; veja lista

Longa reúne novamente diretor e estrela de "Central do Brasil", Fernanda Montenegro; elenco ainda traz Selton Mello e Fernanda Torres
Tabata Amaral, pré-candidata do PSB  à prefeitura de São Paulo, é sabatinada

Tabata Amaral, pré-candidata do PSB à prefeitura de São Paulo, é sabatinada

Deputada federal é a terceira a participar de rodada de entrevistas promovida pelo SBT News, em parceria com a rádio Novabrasil
ENGANOSO: Vídeo enganoso sugere imposto de 26,5% sobre todo autônomo; reforma tributária cria exceções

ENGANOSO: Vídeo enganoso sugere imposto de 26,5% sobre todo autônomo; reforma tributária cria exceções

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Funcionária é demitida por justa causa após difamar empresa no LinkedIn

Funcionária é demitida por justa causa após difamar empresa no LinkedIn

Trabalhadora tentou recorrer, mas decisão foi mantida pela Justiça de Minas Gerais
Brasil Agora: Fazenda anuncia bloqueios no Orçamento; Kamala sobe tom contra Trump

Brasil Agora: Fazenda anuncia bloqueios no Orçamento; Kamala sobe tom contra Trump

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta terça-feira (23)
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 61 milhões nesta terça-feira (23)

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 61 milhões nesta terça-feira (23)

Apostas podem ser feitas em casas lotéricas ou pela internet até as 19h
Presidente da Colômbia assina projeto de lei que proíbe touradas no país

Presidente da Colômbia assina projeto de lei que proíbe touradas no país

Medida atende pedidos de ativistas dos direitos dos animais; implementação será gradual até 2027
Servidores rejeitam proposta de reajuste do governo e anunciam greve geral

Servidores rejeitam proposta de reajuste do governo e anunciam greve geral

Paralisação acontecerá entre 31 de julho e 1 de agosto; serviços de fiscalização e de abastecimento de luz e água podem ser afetados
Publicidade
Publicidade