Publicidade

Guiana x Venezuela: "Não há risco iminente de ambiente bélico" em Essequibo, diz especialista

País de Maduro promulgou lei prevendo anexação do território; consultor internacional analisou crise entre dois países em participação no Brasil Agora

Guiana x Venezuela: "Não há risco iminente de ambiente bélico" em Essequibo, diz especialista
Publicidade

O disputa entre Guiana e Venezuela pelo território de Essequibo ganhou novos capítulos em abril. O governo de Nicolás Maduro promulgou lei prevendo anexação da região. Em resposta, a Guiana afirmou que não permitirá essa incorporação. O consultor internacional Richard Torsiano participou do Brasil Agora desta sexta-feira (5) e disse que, no momento, não há risco de conflito armado.

"Não há risco iminente de qualquer ambiente bélico, com perspectiva de movimentação de tropas. Até por conta de uma questão logística. Qualquer movimentação da Venezuela para aringir terrorialmente essa região tem que passar por dentro do território do Brasil", apontou Torsiano, na conversa com os apresentadores Murilo Fagundes e Iasmin Costa.

+ Brasil Agora: fugitivos de Mossoró retornam à penitenciária; crise na Petrobras

O especialista opinou que a tentativa de anexação é uma "anomalia" e apontou que Guiana não está isolada: "Também tem suas relações estratégicas".

"Qualquer movimento da Venezuela, a Guiana, na perspectiva de se proteger, lançará mão de suas alianças no ambiente geopolítico internacional", completou Torsiano.

+ Mapa Mundi: Israel mata ativistas em envio de comida, e EUA endurecem pedido contra guerra

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil Agora
Guiana
Essequibo
Venezuela
Mundo

Últimas notícias

Mega-Sena não tem ganhadores e prêmio chega a R$ 47 milhões

Mega-Sena não tem ganhadores e prêmio chega a R$ 47 milhões

Prêmio acumulado será sorteado no sábado (15)
Brasília tem manifestação contra PL que equipara aborto ao crime de homicídio

Brasília tem manifestação contra PL que equipara aborto ao crime de homicídio

Grupo se reuniu em frente ao Museu Nacional da República, na Esplanada dos Ministérios, na noite desta quinta (13)
Mulher fica sem roupa em aeroporto após ser impedida de embarcar; veja vídeo

Mulher fica sem roupa em aeroporto após ser impedida de embarcar; veja vídeo

Ela estava prestes a pegar um voo de volta para o Vietnã quando se revoltou e tirou as roupas
Vítimas de violência doméstica serão prioridade em cirurgia reparadora no SUS

Vítimas de violência doméstica serão prioridade em cirurgia reparadora no SUS

A atualização na Lei Maria da Penha já garantia o direito ao procedimento e, agora, assegura a preferência na fila de espera
Na contagem regressiva para as Olimpíadas, atletas revelam ansiedade para as competições

Na contagem regressiva para as Olimpíadas, atletas revelam ansiedade para as competições

São 241 vagas garantidas para o Brasil e 219 atletas já estão classificados, sendo 127 mulheres, 85 homens e sete pessoas do hipismo, com gênero a definir
Yasmin Aparecida: família cai em golpe e perde R$ 2 milhões arrecadados para tratamento

Yasmin Aparecida: família cai em golpe e perde R$ 2 milhões arrecadados para tratamento

Menina de 11 anos foi diagnosticada com neuroblastoma -- um tipo de câncer raro, que cresce em partes do sistema nervoso ou nas glândulas adrenais
Número de refugiados no Brasil mais que dobrou em um ano, diz Ministério da Justiça

Número de refugiados no Brasil mais que dobrou em um ano, diz Ministério da Justiça

Segundo o órgão, a maioria é de origem venezuelana
Pacheco diz que aborto é diferente de homicídio e defende discussão longa no Senado

Pacheco diz que aborto é diferente de homicídio e defende discussão longa no Senado

Presidente da Casa negou possibilidade de que projeto passe com urgência, se chegar para análise dos senadores
Críticas contra PL que iguala aborto a homicídio invadem redes sociais

Críticas contra PL que iguala aborto a homicídio invadem redes sociais

Hashtags #PLdoEstuproNão e #CriançaNãoÉMãe ficaram entre os assuntos mais comentados do X nesta quinta (13)
Deputadas de esquerda e de direita debatem aborto após estupro

Deputadas de esquerda e de direita debatem aborto após estupro

Discussão entre Sâmia Bomfim (PSOL-SP) e Franciane Bayer (Republicanos-RS) ocorre em meio a aprovação da urgência de projeto de lei na Câmara sobre o tema
Publicidade
Publicidade